quarta-feira, 08 de abril de 2020
Saúde

Ambulantes ganham protetor solar e têm estrutura especial de apoio

O objetivo é garantir o bem-estar desses trabalhadores informais expostos aos raios solares diariamente durante a festa
Secom Salvador , Salvador | 23/02/2020 às 20:20
Ambulantes ganham protetor solar e têm estrutura especial de apoio na folia
Foto: Romildo de Jesus/Secom

Os 4,5 mil ambulantes licenciados que trabalham nos circuitos do Carnaval começaram a receber, na manhã deste domingo (23), protetores solares em ação realizada em parceria entre as secretarias municipais de Ordem Pública (Semop) e de Saúde (SMS). Cada licenciado recebe um produto por isopor. O objetivo é garantir o bem-estar desses trabalhadores informais expostos aos raios solares diariamente durante a festa.

  O secretário da Semop, Felipe Lucas, ressaltou a importância da ação. “A Prefeitura vem atuando para melhorar as condições de trabalho dos ambulantes e os protetores são mais uma adequação e um cuidado que estão sendo disponibilizados. Assim, a gente evita problemas de pele e queimaduras para essas pessoas que trabalham diretamente expostas ao sol por horas”, frisou.

  Chuveiros – Além dos protetores, os ambulantes também contam com outras ações de apoio promovidas pela administração municipal. Uma delas é o acesso a banheiros com chuveiro nas proximidades dos circuitos, para que possam fazer a higiene pessoal completa.

  Para quem vem de outros municípios, o apoio tem sido essencial. A baiana de acarajé Maria das Dores, de 55 anos, por exemplo, veio de São Francisco do Conde para trabalhar na capital. “A estrutura é excelente. Já houve tempo em que a gente precisava pagar para tomar um banho e agora não é mais preciso. São banheiros climatizados e gratuitos para a gente”, opinou.

  A Limpurb disponibilizou 2.998 sanitários químicos e 80 sanitários climatizados – dentre estes, oito possuem chuveiros. São quatro banheiros femininos e quatro masculinos situados no Circuito Osmar (Centro), sendo dois próximos ao Orixás Center e ao estacionamento São Raimundo e outros dois no Viaduto Menininha do Gantois, ligação Vale do Canela-Campo Grande. Mais quatro chuveiros em sanitários femininos e masculinos estão localizados na Travessa Marques de Leão, na Barra, e na Praça do Camaleão, em Ondina – ambos no Circuito Dodô. 

“Esses banheiros para que os ambulantes façam a higiene pessoal são muito importantes. Eu gostei muito da iniciativa da Prefeitura. A cada ano a gente vê que há uma preocupação em melhorar as condições de vida dos vendedores ambulantes com ações como a creche e o chuveiro”, afirmou Marcos Cazuza, presidente do Sindicato dos Ambulantes, Barraqueiros e Quermesseiros do Estado da Bahia.

  Acolhimento – Filhos de vendedores ambulantes e de catadores de latinha também estão sendo acolhidos em três Centros de Acolhimento, Aprendizagem e Convivência (CAACs), distribuídos no Garcia, Ondina e no Rio Vermelho, com capacidade para receber até 460 crianças e adolescentes. As estruturas montadas na Escola Municipal Hildete Lomanto (no Garcia), na Escola Municipal Casa da Amizade (em Ondina) e na Escola Municipal Osvaldo Cruz (Rio Vermelho) já acolheram 453 crianças e adolescentes ao longo da festa.