segunda-feira, 16 de setembro de 2019
Saúde

Michael Schumacher está consciente e faz tratamento com células-tronco

Michael Schumacher está "consciente" depois de ser levado ao hospital para tratamento com células-tronco, revela enfermeira enquanto Jean Todt, chefe da F1, visitou a lenda por 45 minutos
Da Redação , Salvador | 11/09/2019 às 15:52
Médico Menasche
Foto: Rep
  Segundo o portal The Sun, um cirurgião pioneiro especializado em avanços em células-tronco está tratando o sete vezes campeão mundial no Hospital Georges Pompidou, na capital francesa, onde chegou cercado por guardas na segunda-feira.

Ele foi internado sob forte segurança por transfusões de células-tronco redutoras de inflamação, parte dos cuidados contínuos relacionados aos horríveis ferimentos na cabeça que sofreu em um acidente de esqui há quase seis anos.

Le Parisien relata que a instalação de ponta "se transformou em um bunker" desde a chegada do esportista de alto nível.

Embora não tenha havido indicação quanto ao seu estado atual de saúde no hospital, o jornal citou uma enfermeira em cardiologia dizendo: "Sim, ele está ao meu serviço.

"E posso garantir que ele está consciente."

E às 17h15 de ontem, Jean Todt visitou Schumacher por 45 minutos "antes de sair silenciosamente do hospital", acrescenta o jornal.

SEM COMENTÁRIOS

A autoridade dos hospitais de Paris, citando as rígidas regras de privacidade médica da França, ainda não comentou seu prognóstico.

Le Parisien disse que o craque foi recebido no hospital pelo cirurgião cardíaco francês, professor Philippe Menasche.

O homem de 69 anos é mais conhecido por realizar o primeiro transplante de células embrionárias do mundo em um paciente com insuficiência cardíaca em 2014.

Agora, espera-se que ele possa promover a recuperação de Schumacher com seu trabalho pioneiro.

A lenda completou 50 anos em 3 de janeiro, mas ainda não foi vista em público.