sexta-feira, 23 de agosto de 2019
Saúde

Sobape reforça orientações para prevenção de acidentes domésticos

Pediatra Márcia Barreto pontua cuidados fundamentais na rotina da família especialmente no período de férias escolares
Imprensa Pediatria , Salvador | 23/01/2019 às 20:00
Sobape reforça orientações para prevenção de acidentes domésticos com crianças
Foto: divulgação

A vigilância dos pais ou responsáveis é a principal maneira de evitar acidentes domésticos com crianças que passam a maior tempo em casa por causa das férias escolares. A afirmação é da pediatra Márcia Barreto, presidente do Departamento Científico de Segurança da Sociedade Baiana de Pediatria (Sobape), que lista cuidados fundamentais na rotina da família.

Para garantir circulação segura dentro de casa, é prudente colocar proteção em móveis com pontas finas e evitar acessórios pontiagudos. Janelas e varandas devem ter telas de proteção, assim como interruptores e tomadas elétricas precisam ser cobertos com tampas apropriadas.

A pediatra também sinaliza sobre uso de toalhas de mesa, uma vez que a criança pode puxá-las e atrair para si recipientes que contenham líquidos quentes. "Também não se deve manusear nada quente com a criança no colo", acrescenta Márcia Barreto.

Segundo ela, restringir o acesso dos pequenos a áreas como cozinha e banheiro ajuda a reduzir em 30% as chances de acidente. "A gente fica achando que os afogamentos só ocorrem no rio, mar ou piscina, mas também podem acontecer em banheiras, baldes e bacias", adverte. 

Outro cuidado é com materiais de limpeza e medicamentos, que precisam ficar guardados em lugares altos ou trancados em armários. 

"Em nenhuma hipótese a criança deve ficar sozinha ou sendo cuidada por outra criança mais velha", salienta a especialista, ao lembrar do risco de acidentes endoscópicos, quando há ingestão de objetos pequenos pela boca ou quando a criança leva peças pequenas como moedas, botões e grãos ao ouvido e nariz.

Em casas com piscina, a orientação é cercar a área e instalar um portão de 1,2 metro ou cobrir a cavidade com uma lona rígida que possa suportar o peso de um adulto em pé. Portões nas extremidades de escadas também ajudam a prevenir quedas.