quarta-feira, 30 de setembro de 2020
Salvador

Salvador vai ceder respiradores para enfrentamento à Covid no interior

Os 55 respiradores recebidos pela Prefeitura foram apresentados nesta segunda-feira (10)
Secom Salvador , Salvador | 10/08/2020 às 17:11
Salvador vai ceder respiradores para enfrentamento à Covid no interior
Foto: Valter Pontes/Secom

Novos respiradores irão reforçar o enfrentamento à pandemia de Covid-19 em Salvador, possibilitando a abertura de novos leitos de UTI para tratamento dos pacientes e, também, o prosseguimento das fases de retomada das atividades na cidade. Além disso, uma parte dos equipamentos será destinada pela Prefeitura da capital a municípios do interior. 

 

Os 55 respiradores recebidos pela Prefeitura foram apresentados nesta segunda-feira (10), no Centro de Logística Municipal (CLM), na BR-324. Estiveram presentes na ocasião o prefeito ACM Neto e o vice Bruno Reis, além do secretário municipal da Saúde (SMS), Leo Prates, corpo técnico e imprensa.

 

Os equipamentos foram fruto de parceria com a iniciativa privada, sendo 50 deles cedidos pela empresa Hapvida através de comodato, e os outros cinco foram doados pela empresa Suzano. “Vinte desses respiradores serão cedidos ao governo estadual, que vai colocá-los em cidades do interior. Isso também é importante para a capital, porque quanto menos pacientes vierem a Salvador, menor será a pressão nos hospitais da cidade”, explicou ACM Neto.

 

Outros 20 respiradores vão funcionar na segunda tenda do Hospital de Campanha Wet’n Wild, na Avenida Luiz Viana Filho (Paralela), passando assim a ter 40 leitos de UTI (atualmente possui 20).

 

Dez respiradores deverão ser encaminhados ao Hospital Salvador, dependendo apenas da questão judicial que envolve o funcionamento dos leitos. Os cinco equipamentos restantes ficarão de reserva para uma possível necessidade.

 

Fase dois – O prefeito também falou sobre o início, nesta segunda-feira, da segunda fase de retomada das atividades econômicas na cidade com índice melhor do que o esperado na ocupação dos leitos de UTI, com 55% registrado ontem (9). “Graças a Deus, a taxa dessa ocupação vem caindo e foi exatamente isso que permitiu que, a partir de hoje, pudesse ser autorizada a retomada de diversas atividades de Salvador”.

 

Com isso, mais de 30 mil estabelecimentos voltam a funcionar com atendimento presencial depois de quase cinco meses fechados. “A gente compreendeu a dificuldade dessas pessoas, que são donos de bares, restaurantes, salões de beleza, barbearias, academias de ginástica, centros culturais. Claro, quando chegou em um momento seguro, foi permitido que eles pudessem voltar às suas atividades”, declarou ACM Neto.

 

Ele ainda fez questão de ressaltar o esforço que a Prefeitura vem fazendo para manter equilibrada a taxa de ocupação dos leitos de UTI, e fez um apelo para que a população continue colaborando para a diminuição da transmissão da Covid-19. “O desafio está ainda maior, vamos fiscalizar a cidade toda e os cidadãos, através do 156 e do 160, também podem ajudar denunciando estabelecimentos que não estejam cumprindo os protocolos de segurança. Aos poucos, vamos superando esses desafios da pandemia e retomando a normalidade na nossa capital”, finalizou o prefeito.