ter?a-feira, 24 de novembro de 2020
Salvador

Reunião reafirma ações de apoio à população de rua contra coronavírus

As medidas foram acordadas em reunião realizada nesta terça-feira (24)
Secom Salvador , Salvador | 24/03/2020 às 19:33
Reunião reafirma ações de apoio à população de rua contra coronavírus
Foto: Max Haack/Secom

A Prefeitura vai intensificar as ações de sensibilização, apoio e assistência aos cidadãos em situação de rua em Salvador, em conjunto com o Movimento População de Rua da Bahia, durante o período de enfrentamento à pandemia do  novo coronavírus (Covid-19). As medidas foram acordadas em reunião realizada nesta terça-feira (24), no Palácio Thomé de Souza, com as presenças do prefeito ACM Neto; do vice e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis; da titular da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Ana Paula Matos; e de representantes do movimento.

  “A intenção é superar este momento difícil e a prioridade é cuidar da saúde e preservar a vida das pessoas, evitando muitas mortes por causa do coronavírus. No caso da assistência social, a Prefeitura visa cuidar de quem mais precisa, e a questão da população em situação de rua é totalmente prioritária. Pessoalmente, tenho dado pressão ao máximo à equipe para acelerar a implementação dessas ações”, ressaltou ACM Neto.

  Uma dessas ações foi iniciada pela manhã: a distribuição inicial de 300 quentinhas diárias na sede do Movimento, no Pelourinho, que vai funcionar como uma espécie de central para a entrega dos alimentos para a população em situação de rua. Os alimentos serão distribuídos duas vezes ao dia: 150 no horário do almoço e a outra metade no jantar. No entanto, a intenção da Prefeitura é contratar mais fornecedores para que a quantidade seja ampliada para 3 mil quentinhas, que serão oferecidas diariamente.

  A outra foi a disponibilização para população em situação de rua de 600 máscaras e mil luvas para proteção pessoal. O montante foi entregue aos representantes do Movimento ontem (23), na sede da Sempre, no Comércio. Além disso, atendendo aos pedidos da instituição, a gestão municipal deverá ampliar disponibilizar mais um contêiner para higienização pessoal, disponibilizar pessoal para apoio na distribuição dos alimentos e oferecer melhor estrutura para atendimento aos moradores em situação de rua.

  Demais ações – Outras ações para a população de rua já haviam sido anunciadas pela Prefeitura e destacadas na reunião. Dentre elas, a oferta de 245 vagas para abrigamento e a busca de estruturas, como hoteis e motéis fechados, para criação de mais vagas. Os locais possuem alimentação, acompanhamento médico, higiene, conforto e segurança, no intuito de que os cidadãos possam sair da condição de rua. A pedido do Movimento, também são oferecidas 20 vagas para crianças, através da Fundação Cidade-Mãe (FCM).

  Serão oferecidos três contêineres para higienização, nos moldes dos que funcionaram no Carnaval, com a disponibilização de materiais de higiene pessoal. Também estão sendo contratadas em caráter emergencial, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), unidades de consultório de rua para garantir atendimento médico a esta população.

  Os Centros de Referência e Assistência à População de Rua (Centros Pop) estão sendo reconfigurados nesse período de combate ao coronavírus, com a criação de salas de espera onde é possível fazer higienização com banho, utilização de álcool gel e lanche.

Uma das novidades é a contratação de um caminhão com lavanderia móvel, pela Prefeitura, para oferecer lavagem de roupas aos moradores em situação de rua.

  Restaurante - O vice-prefeito Bruno Reis também lembrou que estão sendo ofertadas 210 vagas, contratadas através de entidades conveniadas, para atendimento aos cidadãos em situação de rua dependentes de substâncias psicoativas. Será aberta mais uma unidade de Restaurante Popular em Pau da Lima, com distribuição de 300 refeições diárias.  

   “Nesse momento de crise, a assistência a esse público se torna, ainda, mais prioritária. Mais ações serão realizadas em conjunto por mais respeito, dignidade e saúde para as pessoas em situação de rua. Ao recebermos a pauta de reivindicações do movimento para a prevenção ao coronavírus, percebemos que quase todos os pedidos já haviam sido pensados e viabilizados pela equipe da Sempre. Assim o diálogo ficou muito mais fácil e resolutivo”, avaliou a secretária Ana Paula.

  A coordenadora regional do Movimento População de Rua, Renata Souza, afirmou que os moradores em situação de rua têm atendido ao apelo para evitar situações de risco de contágio pelo Covid-19 e agradeceu à Prefeitura pela atenção que vem dispensando a este público, principalmente neste momento crítico. “No que a gente puder apoiar a gestão, independente de ideologia e partido, estamos aqui. Neste momento, o que a gente quer é a sobrevivência do nosso povo”, pontuou.