domingo, 23 de fevereiro de 2020
Salvador

Vistoria avalia fase final de obras do Parque dos Ventos

As intervenções no local estão em fase de conclusão e a estimativa é que o espaço seja entregue na primeira quinzena de março
Secom Salvador , Salvador | 13/02/2020 às 19:47
Vistoria avalia fase final de obras do Parque dos Ventos
Foto: Valter Pontes/Secom
As obras de construção do Parque dos Ventos, na Boca do Rio, foram alvo de nova vistoria envolvendo os gestores municipais nesta quinta-feira (13). Estiveram presentes na ocasião o prefeito ACM Neto e o vice e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis. As intervenções no local estão em fase de conclusão e a estimativa é que o espaço seja entregue na primeira quinzena de março.
Localizado próximo ao Centro de Convenções de Salvador, o Parque dos Ventos será destinado para a prática de esportes radicais, além de possuir um cardápio de atrativos para o lazer para as famílias. O projeto envolve intervenção em quase 80 mil m² de área e foi elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF).
As obras estão sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), por meio da Superintendência de Obras Públicas (Sucop). O investimento é de aproximadamente R$10 milhões, totalmente com recursos municipais.
Esporte e lazer – O Parque dos Ventos servirá como um verdadeiro centro esportivo, abrigando estrutura de 10 metros de altura para atividades de rapel e escalada e pista de skate street, cuja composição simula obstáculos de rua como escadarias, rampas e corrimões. Ideal para atletas profissionais e amadores fazerem manobras radicais.
Os amantes da bike também terão espaços para pedalar a passeio através de uma ciclovia de 3km. Quem já é bastante habituado com o veículo e gosta de desafios, poderá percorrer a pump track – pista de circuito contínuo, com lombadas, morros de terra arredondados e curvas levemente inclinadas.
O Parque dos Ventos também terá espaço destinado exclusivamente à prática do parkour. Os praticantes terão uma estrutura bem preparada e equipada para conseguir desenvolver movimentos que exigem técnicas de corrida, salto, equilíbrio e escalada.
O equipamento também conta com parque infantil, tabelas de basquete, quadra de vôlei, área para contemplação e piquenique, anfiteatro para receber entre 100 a 150 pessoas, além de um extenso passeio para realização de caminhada e área de patins.
Para garantir mais segurança aos visitantes, o parque será cercado e contará uma portaria principal para controle de entrada, que será gratuita. O projeto estrutural também contempla a construção de um pequeno ambulatório, estacionamento com 150 vagas, sanitários e quiosques.