segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020
Salvador

Prefeitura inicia demolição de edificações condenadas em Narandiba

As estruturas estão sendo demolidas pela Sedur conforme solicitação da Codesal
Secom Salvador , Salvador | 23/01/2020 às 19:08
Prefeitura inicia demolição de edificações condenadas em Narandiba
Foto: Ascom Codesal
A Prefeitura iniciou, no início da noite desta quinta-feira (23), a demolição de duas edificações que ficam ao lado do prédio que desabou na Travessa Isabel Souto, em Narandiba, no começo da tarde de hoje. As estruturas estão sendo demolidas pela Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), conforme solicitação da Defesa Civil de Salvador (Codesal).
  Além da equipe técnica da Sedur e Codesal, estão presentes no local representantes da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Secretaria de Manutenção (Seman), Prefeitura-Bairro, Limpurb, Diretoria de Iluminação, agentes da Guarda Municipal, policiais militares, bombeiros e funcionários da Coelba. A operação deve se estender por toda madrugada e só será finalizada nesta sexta-feira (24).
  A área foi toda isolada pela Codesal desde o desabamento. Ninguém ficou ferido. A informação inicial é que as pessoas que moravam no imóvel eram locatários, já que o prédio pertencia a um particular que alugava os apartamentos. 
  Nos dias 15 e 17 de janeiro, equipes da Codesal estiveram no local e condenaram toda a estrutura por apresentar patologias, como fissuras e oxidação de armaduras, com risco alto de desabamento. Por conta disso, o órgão determinou a evacuação do prédio.
  “Nossa equipe já havia condenado todo o espaço. Iniciamos hoje, junto com a Sedur, essa operação de demolição, por entender que toda a estrutura representa risco”, disse o diretor-geral da Codesal, Sosthenes Macedo, que acompanha de perto a operação.
  Suporte - A Sempre informou que o casal de idosos que ficou desabrigado após o desabamento do prédio recebeu, de imediato, atendimento da equipe e foi encaminhado para Unidade de Acolhimento Institucional da Ribeira. O casal, que tem dificuldade de locomoção, mora na área interditada pela Codesal. 
  Previsão - Até o início da noite desta quinta-feira (23), a Codesal contabilizou 245 ocorrências relacionadas a chuva. A previsão para essa sexta-feira (24) é de chuvas fracas a moderadas, resultantes de um sistema de baixa pressão que se encontra sobre Salvador, e deve permanecer até sábado (25). A Defesa Civil orienta atenção aos alertas emitidos pelo órgão, seguindo suas orientações. Em caso de emergência o cidadão pode ligar para o telefone 156.   
Os bairros do Caminho das Árvores, Plataforma, Praia Grande, Itapuã, Mussurunga e Pituaçu foram os que apresentaram maior volume de chuva nas últimas horas em Salvador. Em Itapuã, um mutirão foi realizado por órgãos da Prefeitura para atender as demandas ocasionadas pelas fortes chuvas, na quarta-feira (22), nas comunidades da Baixa da Soronha e Avenida Sampaio.
  A Sempre já realizou 304 cadastros para recebimento de auxílio emergência das famílias afetadas pelas chuvas nessas duas áreas de Itapuã. As equipes continuam nos locais atingidos prestando total assistência às famílias. O auxílio emergência é um benefício concedido no valor de até três salários mínimos, em parcela única, para apoiar financeiramente as famílias que sofrerem perdas decorrentes dos desastres, visando o restabelecimento das condições mínimas de sobrevivência através da reposição de bens móveis básicos.