ter?a-feira, 29 de setembro de 2020
Salvador

Prefeitura instala armadilhas contra o Aedes aegypti na capital

Cerca de 120 produtos do modelo Loc ovitramp foram colocados em pontos estratégicos
SMS ASCOM , Salvador | 21/08/2019 às 19:54
Prefeitura instala armadilhas contra o Aedes aegypti na capital
Foto: divulgação
A Prefeitura de Salvador deflagrou mais uma linha de atuação para o enfrentamento ao Aedes aegypit na cidade. Desde o início da semana, agentes de combate às endemias iniciaram a instalação de armadilhas contra o mosquito em localidade do Distrito Sanitário São Caetano/Valéria. Durante a iniciativa que visa expandir os modos de controle do índice de infestação predial na capital baiana, cerca de 120 produtos do modelo Loc ovitramp foram colocados em pontos estratégicos da região.
As armadilhas contêm princípios ativos que atraem o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya para colocação dos ovos, no entanto, uma vez depositados as larvas do inseto não conseguem desenvolver até a fase adulta.
“Nossos agentes de combate às endemias vão verificar a cada 15 dias as armadilhas além de fazer a manutenção devida. O Centro de Controle de Zoonoses já está fazendo uma programação para instalar esse modelo de armadilha em pontos estratégicos localizados em todas as regiões da cidade”, destacou Isolina Miguez, subcoordenadora de Controle das Arboviroses.
Nesta quarta-feira (21), durante as ações especiais de contingência, os mais de 1.200 agentes de endemias do CCZ realizaram a inspeção de mais de 17 mil imóveis na capital. Amanhã (22), a partir das 08 horas, as equipes retomarão as estratégias em 27 bairros prioritários da capital.