segunda-feira, 17 de junho de 2019
Salvador

Obras de requalificação da Avenida Sete são iniciadas hoje (17)

Prefeitura monta operação para minimizar impactos na mobilidade e nas atividades comerciais
Secom Salvador , Salvador | 18/05/2019 às 09:50
Obras Avenida Sete
Foto: Jefferson Peixoto/Secom

Após a fase de prospecção arqueológica, a Prefeitura iniciou hoje (17) as obras físicas de requalificação da Avenida Sete de Setembro, começando pelo trecho entre a Casa D´Itália e a Igreja do Rosário. 

Para minimizar os impactos junto à população, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), responsável pela requalificação, e a Transalvador definiram que, durante as intervenções, duas vias ficarão livres para os veículos. Haverá ainda manutenção de áreas de carga e descarga, acesso para lojas e edifícios e passagem de pedestre. 

Moradores e comerciantes que tiverem dúvidas, reclamações ou sugestões sobre a obra podem ligar para o número 3247-6791 ou se dirigir ao Escritório Social montado pela Prefeitura na Rua Chile. Lá, é possível ter informações a respeito do projeto, que envolve a requalificação da Avenida Sete e da Praça Castro Alves, com intervenções que deverão durar um ano, divididas em etapas. 

Informações - O Escritório Social está localizado em frente ao Fera Palace Hotel, e conta com uma equipe formada por técnicos da Secult e da Secretaria de Ordem Pública (Semop), responsável pelo atendimento aos comerciantes informais. O funcionamento é de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Há ainda no espaço ouvidores e especialista sociais que ficarão à disposição para prestar informações a respeito de demais aspectos ligados às obras, como mudanças nos pontos de ônibus e interdições. Para mais informações sobre o projeto, é possível ainda acessar o site www. avenida7. salvador. ba. gov. br.

“A população já pode perceber toda a movimentação por conta desta obra tão importante para baianos e turistas. Por isso mesmo, pedimos a compreensão de todos e reafirmamos o nosso compromisso de acompanhar a requalificação de perto para amenizar os impactos no dia a dia das pessoas que transitam pela Avenida Sete”, afirma o gestor da Secult, Claudio Tinoco. 

Interlocução - Para tornar a requalificação ainda mais célere, o Executivo municipal também montou uma operação conjunta entre a Secult e a Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), que auxilia na interlocução entre a Prefeitura e concessionárias como a Bahia Gás, Coelba e Embasa.

Isso porque essa fase já prevê a ampliação da calçada, com rebaixamento das fiações das telecomunicações. Haverá ainda, nessa fase, nova pavimentação e área de estacionamento, instalações para acessibilidade e recreação e implantação de lâmpadas em LED.

A Superintendência de Obras Públicas do Salvador (Sucop) é a responsável por fiscalizar as obras em parceria com a Secult. Com investimento de aproximadamente R$ 19 milhões, a nova Avenida Sete tem recursos garantidos pelo Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), através do financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Ambulantes - A Semop conduz o processo de ordenamento dos ambulantes com o apoio da Secult, via Escritório Social. Para as obras no primeiro trecho, entre a Casa D´Itália e a Igreja do Rosário, todos os comerciantes informais credenciados já assinaram um termo de compromisso com a Prefeitura que garante a eles o retorno aos locais de origem após as intervenções. 

Enquanto durarem as obras, esses ambulantes serão relocados para outros pontos da própria Avenida Sete. No total, são 42 licenciados nesse trecho. Entretanto, a Prefeitura também dialoga com aqueles que não possuem licença, que já estão informados sobre a intervenção, buscando encontrar a melhor solução para que ninguém seja prejudicado.