quarta-feira, 21 de abril de 2021
Política

PROTESTO DE POLICIAIS NA BARRA QUER O IMPOSSÍVEL: AFASTAR CEL COUTINHO

Com informações da Ascom do deputado Prisco
Tasso Franco , da redação em Salvador | 08/04/2021 às 11:54
Deputado sd Prisco e o protesto na Barra
Foto: ASCOM DP
  Pelo menos 600 pessoas (entre policiais militares e sociedade civil organizada) se reuniram, na manhã de ontem (7), no Farol da Barra em manifestação que cobrou punição aos responsáveis pela morte do soldado Wesley Góes. Associações representativas dos policiais militares pediram o encaminhamento dos pedidos: - Investigação independente comandada pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MPE), afastamento do comandante geral da PM, major Paulo Coutinho, do BOPE e da 72ª CIPM (Itacaré).

“Só queremos o justo. Uma investigação isenta! E responder a pergunta: Por que Wesley foi morto? De quem partiu a ordem? O que estamos pedindo é tratamento igualitário para todo e qualquer militar. Não queremos nada além do previsto em lei”, afirmou o deputado estadual soldado Prisco, coordenador geral da Aspra.