quarta-feira, 30 de setembro de 2020
Política

BAHIA REGISTRA 2.213 NOVOS CASOS COVID; VAMOS SALVAR ALAIDE DO FEIJÃO

Prates defendeu ainda a elaboração de um protocolo de volta das atividades das instituições de ensino de maneira escalonada e gradativa
Tasso Franco , da redação em Salvador | 15/09/2020 às 19:17
Salvem Alaide do Feijão com restaurante ainda fechado
Foto: BJÁ
   MIUDINHAS GLOBAIS:

  1. Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.213 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,8%) e 2.237 curados (+0,8%). Dos 285.448 casos confirmados desde o início da pandemia, 272.127 já são considerados curados e 7.281 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

  2. Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

  3. Os casos confirmados ocorreram em 416 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (28,93%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (6.191,22), Almadina (6.131,04), Itabuna (5.493,78), Madre de Deus (5.082,25), Dário Meira (5.023,34).

  4. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 559.941 casos descartados e 68.741 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (15).

  5. Na Bahia, 24.568 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

   6.O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 41 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. 
                                                        ******
  7. A capital baiana ganhará 165 novos leitos e destes, 100 serão leitos clínicos e 65 de Unidade de Terapia Intensiva. O anúncio do reforço no serviço de saúde para atendimento à população baiana foi realizado pelo governador Rui Costa, nesta terça-feira (15), durante transmissão do Papo Correria por meio das redes sociais. 

  8. O incremento no número de leitos será possível devido à desmobilização dos leitos que, até então, eram utilizados para atender pacientes com diagnóstico da Covid-19. O Governo do Estado tomou essa decisão diante da queda no número de casos e consequente redução da ocupação de leitos que está em 35% para os leitos clínicos e 39% em leitos de UTI.

  9. Segundo o governador Rui Costa a reversão dos leitos não alcançará o interior do estado neste momento. “Nós entramos numa fase desaceleração da doença e agora podemos utilizar esses leitos que foram abertos ou revertidos para atender pessoas com a Covid-19. 

  10. Chegou a hora de reverter esses leitos e atender outras doenças a partir dessa semana. Esperamos que o número de ocupação de leitos caia ainda mais e possamos continuar com o processo de reversão. No interior ainda não iremos reduzir o número de leitos para atender pacientes da Covid-19 porque decidimos aguardar um pouco mais pela redução no número de casos”.

  11. A reversão dos leitos ocorrerá no Hospital Geral Ernesto Simões Filho e no Instituto Couto Maia. No Ernesto Simões, foram destinados 139 leitos para atender pacientes do novo coronavírus e agora passa a contar com 55 leitos de UTI adulto e 100 leitos clínicos voltados para procedimentos cirúrgicos, além de atendimento a diversas outras patologias.  

  12. Já no Instituto Couto Maia, que dispõe de 70 leitos clínicos e 90 de UTI dedicados à Covid-19, serão liberados 10 leitos para atender pacientes com outras patologias.

  13. O secretário de saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, participou da transmissão do Papo e Correria e comentou o impacto da mudança. “Estamos devolvendo todo o Hospital Geral Ernesto Simões Filho para voltar a ser integrado à rede de urgência e emergência. 

   14. A unidade deixa de atender pacientes da Covid-19 e passa a ficar focada na alta e média complexidade. O hospital irá receber os pacientes via Central de Regulação. Com isso, teremos maior agilidade na fila de regulação”, pondera.
                                                        *******
   15. Para celebrar a data em que se comemora o Dia do Cliente, 15 de setembro, o Shopping Barra surpreendeu seus clientes com uma ação promocional mais que especial. Cada cliente que fizesse uma foto no Barra e postasse em suas redes sociais, marcando o perfil do shopping e indicando a sua localização, ganhou nada menos do que lindas orquídeas para embelezar o seu dia.

  16. A Embasa informa que, para executar serviço de melhoria em sistema de abastecimento, o fornecimento de água será temporariamente interrompido, às 7 horas da manhã de quinta-feira (17), nas seguintes localidades de Lauro de Freitas: bairros Centro, Vila Praiana e Alto da Vitória da Conquista e localidades de Ipitanga e Marisol.

   17. A previsão de conclusão é no início da noite do mesmo dia (17), quando o abastecimento começará a ser retomado gradativamente nas áreas afetadas, com estimativa de normalização plena em até 24 horas. Não sentirão os efeitos da interrupção os imóveis que contam com reservatório compatível com as necessidades de consumo diárias de seus ocupantes.

  18. Com o objetivo de discutir os desafios e perspectivas sobre o retorno das aulas em Salvador, o secretário municipal da Saúde, Leo Prates, participou na tarde desta terça-feira (15) de um Webnário promovido pelo Ministério Público do Estado da Bahia.

  19. Durante o encontro virtual, o titular da pasta apresentou os dados sobre a situação epidemiológica na capital baiana com destaque à baixa taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) registrada hoje no município. 

  20. “Nesse momento, estamos iniciando a redução do número de leitos de UTI dedicados à Covid-19, dada a baixa ocupação que contabilizamos hoje. Todo esse processo obedece uma margem de segurança e nossa ideia é começar a utilizar esses leitos para acolher pessoas acometidas por outras doenças”, pontuou.

  21. Prates defendeu ainda a elaboração de um protocolo de volta das atividades das instituições de ensino de maneira escalonada e gradativa. “Naturalmente, será necessário elaborar protocolos de retorno gradual de acordo com a idade e a série escolar, além de definição de fluxos de gerais já conhecidos de distanciamento, desinfecção constante dos espaços, redução da capacidade de salas de aula, entre outras medidas. 

   22. Também será necessário realizar o monitoramento constante de funcionários, professores e alunos para afastamento imediato de indivíduos com suspeita de infecção”, ponderou Prates.
15.Os lojistas do Aeroporto, representados pela ACAP Salvador (Associação dos Concessionários e Lojistas Aeroportuários de Salvador) renovaram recentemente o contrato com a Consulting Consultores e com o André Torres Advogados. 

  23. O contrato prevê a gestão, interlocução, interpretação de exigências de segurança da COVID-19 e videoconferências semanais. Mesmo com a pandemia, a ACAP – com 20 anos de atuação – está hoje mais fortalecida, justamente pela atuação direcionada e profissional. Para a ACAP, o bem maior está no turismo e na receptividade a quem chega e sai da cidade. 

  24. “Nesse sentido, é preciso trabalhar junto com a Salvador Bahia Airport/Vinci e com as entidades ligadas ao turismo, como as secretarias de turismo estadual e municipal. Com o esforço conjunto, conseguiremos trabalhar melhor para manter cadeia produtiva e evitar desemprego”, afirma André Torres, responsável pela advocacia e consultoria da associação.

   25. A Apae Salvador sempre foi, para milhares de pessoas com deficiência intelectual e múltipla, sinônimo de proteção e solidariedade. Diante da pandemia da Covi-19, esses valores ganharam mais uma nova significação. Para garantir um serviço seguro para profissionais e pacientes, a entidade acaba de lançar a campanha “A sua doação se transforma em proteção”, visando custear os equipamentos de segurança tão necessários à manutenção de um atendimento de qualidade e sem riscos.

  26. “Com os novos protocolos adotados para a realização dos atendimentos presenciais, nossos serviços tiveram um custo adicional elevado. Para dar continuidade a esse trabalho com a qualidade que sempre defendemos, contamos mais uma vez com a ajuda da sociedade nessa campanha”, explica Derval Evangelista, presidente da Apae Salvador.  

  27. A campanha assinada pela agência de publicidade SLA já está sendo veiculada nas redes sociais com impulsionamento. Ao doar R$ 25,00, será garantido um kit de higiene para um assistido; cada R$50,00 doados equivale a uma cesta básica para as famílias atendidas, e ao fazer a doação no valor de R$100,00 é possível garantir um kit de EPI (equipamento de proteção individual) para os profissionais que atendem na entidade. Saiba como doar em apaesalvador.org.br.