quarta-feira, 30 de setembro de 2020
Política

DOLOROSA ESTATÍSTICA: BRASIL SE APROXIMA DE 100.000 MORTOS PELA COVID

Na Bahia, nas últimas 24 horas foram registrados 4.202 novos casos de contaminação e 54 óbitos
Tasso Franco , da redação em Salvador | 07/08/2020 às 19:33
Mortes em série
Foto: G1
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. (BRASIL) Com 99.572 mortes causadas pela Covid-19, Brasil se aproxima da marca de 100 mil vidas perdidas para a pandemia. Segundo o Ministério da Saúde, o País registrou 1.079 mortes em 24 horas nesta sexta-feira (7). O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se pronunciou na noite de ontem (6) sobre a aproximação da nova marca de óbitos. " Vamos tocar a vida e se safar desse problema", ele disse.

  2. A estimativa é que o número de casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2) também chegue aos 3 milhões no próximo sábado (8). Hoje, o dia fechou com 50.230 novos casos, totalizando 2.962.442 infectados pelo vírus no Brasil.

  3. Foi informado nesta sexta que as Secretarias Estaduais de Saúde (SES) têm tido problemas para registrar o número de casos  na base de dados do Ministério da Saúde nas últimas semanas. A variação é grave, pois prejudica a análise da pandemia do novo coronavírus (Sars-coV-2) no País.

   4. A contagem de casos realizada pelas SES inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

  5. (BAHIA) Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.202 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +2,3%), 54 óbitos (+1,4%) e 3.338 curados (+2,0%). Dos 187.892 casos confirmados desde o início da pandemia, 169.322 já são considerados curados, 14.727 encontram-se ativos e 3.843 tiveram óbito confirmado para coronavírus.

  6. Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

  7. Os casos confirmados ocorreram em 411 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (33,29%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Almadina (4.172,77), Dário Meira (4.164,33), Gandu (3.681,66), Itajuípe (3.625,98) e Itapé (3.412,85).

   8. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) disponibiliza para acesso público, a base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus (Covid-19). Para fazer o download, é simples: basta acessar o link https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/ e clicar no ícone localizado no topo da página. 

  9. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 367.064casos descartados e 82.382 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (7).

  10. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 3.843 mortes pelo novo coronavírus.
Em virtude da disponibilização da base de dados relacionada aos óbitos da Covid-19, os interessados no detalhamento dos perfis podem fazer o download do arquivo completo. 

  11. Esclarecemos que a data de ocorrência dos óbitos, ou seja, o dia da morte de um paciente, geralmente não é o dia da notificação nos sistemas oficiais. Esta divergência é evidenciada, quando ocorre, no banco de dados que está disponível para download no link https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.
                                                        *****
   12. Começam neste sábado (08) as medidas restritivas regionalizadas e ações de proteção à vida nos bairros de Santa Cruz, Pernambués, Pirajá e Mata Escura. As duas primeiras localidades já haviam entrado na lista das restrições mais duras, e retornam pelo alto número de casos de Covid-19 detectados. Além disso, as ações no bairro do Nordeste de Amaralina, que venceriam ontem (6), foram prorrogadas por mais uma semana.

  13. Nesses locais, os pontos de comércio formal e informal devem permanecer fechados. Está permitido apenas o funcionamento de atividades essenciais, a exemplos de supermercados, padarias, delicatessens, farmácias, açougues, estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery (sem retirada no local) e serviços de saúde. 

   14. A iniciativa visa diminuir a circulação de pessoas nas ruas, evitando aglomerações e, assim, o risco de transmissão da Covid-19.

   15. São promovidas também ações de proteção à vida, que envolvem distribuição de cestas básicas para trabalhadores informais e entidades sociais que atuam na região e de máscaras de proteção para a comunidade. A estratégia engloba, ainda, testes rápidos para detecção do coronavírus, medição de temperatura, higienização de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti e assistência social através do Cras Itinerante.

  16. Desde o início das medidas restritivas regionalizadas, no dia 11 de maio, 146.064 vistorias já foram feitas pela força-tarefa coordenada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) e 3.238 estabelecimentos foram interditados nos locais com ações de isolamento mais rígidas.

   17. A Empresa de Limpeza Urbana do Salvador (Limpurb) tem atuado com 85 agentes nesses bairros, com pulverizadores costais, quatro caminhões-pipas com pulverizador e um trator pulverizador. A limpeza é feita com solução de hipoclorito de sódio diluído em água. De maio a julho, foram realizadas 4.014 intervenções, atendendo em média 387 ruas, em 41 bairros que passaram por medidas restritivas no município.

  18. Só nesta primeira semana de agosto, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) fez 7.516 testes, entre os quais 2.326 deram positivo. Os testes foram feitos em bairros como Águas Claras, Cajazeira VII, Cajazeira VIII, Cajazeira X, Fazenda Grande I, II, III e IV e Nordeste de Amaralina.

  19. Em atenção às necessidades dos moradores e comerciantes locais, a Secretaria Municipal de Proteção Social e Combate à Pobreza (Sempre) tem distribuído cestas básicas e levado ações itinerantes dos Cras, Abordagem Social e Cadastro Único. Ao todo, 41 bairros foram assistidos com 5.805 atendimentos no serviço itinerante do Cras e 1.292 encaminhamentos foram feitos até o dia último dia 30. Foram feitas ainda 61.887 abordagens sociais e 94.421 cestas básicas foram distribuídas. 

  20. Para facilitar e auxiliar nas demandas cotidianas durante o período de pandemia, a Diretoria de Iluminação Pública de Salvador (Dsip), vinculada à Secretaria de Ordem Pública (Semop), lançou, em março deste ano, um canal de atendimento exclusivo para a população realizar solicitações no setor. Desde que foi criado, mais de mil atendimentos foram realizados. 

  21. O novo serviço foi criado para evitar espera e agilizar os atendimentos. Com esse propósito, o aplicativo WhatsApp se tornou o novo aliado do órgão. Dessa forma, o cidadão pode fazer solicitações a respeito de poste dando choque, caído ou com risco de queda. Além disso, também é possível abrir solicitações em relação a fios soltos no poste e apagões. 

   22. “O WhatsApp da iluminação pública é uma ferramenta onde recebemos demandas emergenciais. Ou seja, é mais um canal que serve para auxiliar a população nas solicitações mais urgentes, principalmente agora na pandemia, onde o 156 está sobrecarregado”, explica o diretor da Dsip, Júnior Magalhães. 

   23. Quem pretende fazer a solicitação, deve encaminhar mensagem para o número (71) 98549-8728 e relatar qual a situação. O prazo para resolução do problema é de até 48 horas. “A iluminação pública é um serviço essencial, então não podemos parar”, afirma o diretor. 

   24. Já para as demais solicitações, como manutenção de postes públicos, troca de lâmpadas e luminárias acesas durante o dia ou piscando, devem continuar sendo registradas através dos canais oficiais da Prefeitura, seja pelo Fala Salvador 156 ou por meio do portal http:// falasalvador. ba. gov. br/ portal/portal.