ter?a-feira, 29 de setembro de 2020
Política

SHOPPINGS PRONTOS PARA ABRIR PRAÇAS DE ALIMENTAÇÃO SEGUNDA, DIA 10

Mantidas as taxas de 60% ou - 60% começa a contar o tempo para terceiro faseamento
Tasso Franco , da redação em Salvador | 06/08/2020 às 19:13
Taxa de ocupação em leitos UTI Covid cai para 60% na capital
Foto: BJÁ
   MIUDINHAS GLOBAIS:

  1.(BRASIL) O Brasil tem 97.692 mortes por coronavírus confirmadas até as 13h desta quinta-feira (6), segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. Veja os números consolidados: 97.692 mortes confirmadas; 2.873.304 casos confirmados

  2. (BAHIA)Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram notificados 3.953 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +2,2%), 53 óbitos (+1,4%) e 3.146 curados (+1,9%). Dos 183.690 casos confirmados desde o início da pandemia, 165.984 já são considerados curados, 13.917 encontram-se ativos e 3.789 tiveram óbito confirmado para coronavírus.

   3. Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

  4. Os casos confirmados ocorreram em 411 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (33,49%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Almadina (4.154,47%), Dário Meira (4.005,60%), Gandu (3.647,81%), Itajuípe (3.596,70%) e Ipiaú (3.333,12%).

  5. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) disponibiliza para acesso público, a base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus (Covid-19). Para fazer o download, é simples: basta acessar o link https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/ e clicar no ícone localizado no topo da página. 

   6. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 360.125 casos descartados e 82.843 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (6).

  7. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 3.789 mortes pelo novo coronavírus. Em virtude da disponibilização da base de dados relacionada aos óbitos da Covid-19, os interessados no detalhamento dos perfis podem fazer o download do arquivo completo. Esclarecemos que a data de ocorrência dos óbitos, ou seja, o dia da morte de um paciente, geralmente não é o dia da notificação nos sistemas oficiais.

   8. O quantitativo de óbitos de pacientes com diagnóstico positivo de coronavírus (Covid-19) vem caindo na Bahia. Esta é a análise da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) ao observar a data de ocorrência, ou seja, o dia em que efetivamente houve o falecimento, ao invés do dia em que ocorreu a notificação para os sistemas oficiais.

   9. De acordo com o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, a discrepância entre a data de ocorrência e a notificação é fruto de diversas situações. “A existência de registros tardios ou acúmulo de casos deve-se à sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. 

  10. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus”, explica Vilas-Boas.

   11. Outro aspecto é a taxa de letalidade, cujo índice é calculado tendo como base o número de óbitos em comparação com a quantidade de casos confirmados de infecção pela Covid-19. A Bahia possui uma das menores taxas de letalidade do Brasil, ocupando a 22ª colocação dentre todos os estados do país, abaixo até da média nacional. Também é o menor indicador dentre os estados nordestinos.

  12. Por sua vez, o número total de leitos de UTI Covid ocupados em toda a Bahia vem reduzindo progressivamente. Os dados completos estão disponíveis nos boletins epidemiológicos, em saude.ba.gov.br/coronavirus. Os interessados também podem fazer o download da base de dados completa no link.
                                                   ****
   13. Diante da crise provocada pela pandemia, o prefeito de Salvador, ACM Neto, anunciou, nesta quinta-feira (6), medidas tributárias e fiscais de incentivo à economia, que serão encaminhadas para a Câmara Municipal para serem aprovadas. O setor hoteleiro é um dos segmentos que serão beneficiados, com a manutenção do desconto de 40% do IPTU devido no exercício de 2021 para estabelecimentos contemplados no Proturismo - Programa Especial de Incentivos Fiscais à Atividade Turística.

   14. O benefício do Proturismo é válido até 2023. Só que, em 2021, os contemplados não precisarão, para ter o desconto de 40% no IPTU, realizar as contrapartidas previstas no programa, a exemplo de investimento em capacitação de pessoal e em modernização. 

   15. Segundo Luciano Lopes, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia – ABIH-BA, este benefício foi solicitado pela entidade no final de abril a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e a demanda foi atendida pela Prefeitura de Salvador. “Manter o desconto é um grande incentivo para a retomada da hotelaria na capital baiana, que tanto tem sofrido com os efeitos da pandemia”.

  16. Os jovens e adultos de 20 a 49 anos têm até o dia 31 de agosto para serem imunizados contra o sarampo em Salvador. Até o momento, apenas 3% do público-alvo recebeu a dose da Campanha Nacional de Vacinação, ou seja, restam ainda 1,4 milhão de pessoas para serem vacinadas na capital baiana. A campanha deste ano visa atingir a faixa etária com maior taxa de contágio da doença viral em 2019.

   17. As doses estão disponíveis, das 8h às 17h, em todas as 143 salas de vacinação nas unidades básicas da rede municipal. A imunização também é aplicada através do sistema drive-thru, das 8h às 14h, nos seguintes pontos: no 5º Centro de Saúde, nos Barris; na Faculdade Bahiana de Medicina, no Cabula; no Atacadão Atakarejo de Fazenda Coutos; e no Outlet Center, no Uruguai.

   18. A vacina, conhecida como tríplice viral, protege contra os vírus do sarampo, caxumba e rubéola. Em 2020 ela deve ser aplicada até mesmo em quem já completou o esquema das duas doses anteriormente, como explica a subcoordenadora de Doenças Imunopreveníveis da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Doiane Lemos. 

  19. “Mesmo com o esquema completo, o público-alvo tem que receber essa dose. Por estar economicamente ativa, acaba se expondo mais nos seus locais de trabalho e nas suas atividades do dia a dia.”

  20. A taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para pacientes com a Covid-19 caiu para 60% nesta quinta-feira (06), a menor já registrada desde que o percentual é calculado, no início de maio. Dessa forma, a fase dois da retomada das atividades econômicas já pode acontecer na próxima segunda-feira (10).

  21. O protocolo conjunto elaborado pela Prefeitura e governo do Estado prevê que, entre as fases de reabertura, é preciso que haja um ciclo de 14 dias de intervalo. Esse ciclo se encerra hoje (06). Além disso, para o começo da fase dois, é preciso que a taxa esteja em no máximo 70% por cinco dias, que podem ser contados dentro do ciclo de intervalo. Hoje, é o quinto dia com a taxa nesse patamar.

   22. No último dia 30, a taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com o novo coronavírus foi de 68%. No dia 31, de 70%. No dia 4, de 68%. Ontem (05), alcançou 67% e, hoje, 60%. Teoricamente, a fase dois de reabertura poderia acontecer nesta sexta-feira (06), mas o prefeito ACM Neto já avisou que isso só ocorrerá a partir de segunda (10), para evitar aglomerações em bares e restaurantes no Dia dos Pais, domingo (09).

   23. Na fase dois, poderão reabrir, mediante a obediência dos protocolos geral e específico, academias de ginástica e similares; barbearias, salões de beleza e equivalentes; centros culturais, bibliotecas, museus e galerias de arte; lanchonetes, bares e restaurantes.