sexta-feira, 14 de agosto de 2020
Política

COVID BR: 61.314 MORTES; 1.476.884 INFECTADOS; BA: 79.349; ÓBITOS 1947

Na Bahia, 9.236 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.
Tasso Franco , da redação em Salvador | 02/07/2020 às 19:44
UPA para Ilhéus projeto de R$5.5 milhões
Foto: SESAB
   MIUDINHAS GLOBAIS:

  1. (BRASIL): O Brasil tem 61.314 mortes por coronavírus confirmadas até as 13h desta quinta-feira (2), aponta um levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. Veja os dados atualizados às 13h desta quinta-feira (2): 61.314 mortes;
1.476.884 casos confirmados

   2. (BAHIA): Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.864 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,7% ), 45 óbitos (+2,4%) e 2.410 curados (+4,7). Dos 79.349 casos confirmados desde o início da pandemia, 53.334 já são considerados curados, 24.068 encontram-se ativos e 1.947 tiveram óbito confirmado.

  3. As confirmações ocorreram em 388 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (46,09%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.986,24), Gandu (1.897,97), Ipiaú (1.569,55), Uruçuca (1.447,44) e Itabuna (1.291,61).

   4. O boletim epidemiológico contabiliza 79.349 casos confirmados, 171.924 casos descartados e 80.085 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (2).

   5. Na Bahia, dos 2.254 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.476 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 65%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 906 leitos exclusivos para o coronavírus, 715 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.

   6. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

   7. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.947 mortes pelo novo coronavírus.

1903º óbito – homem, 83 anos, residente em Valença, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 306, em unidade da rede filantrópica, em Valença;

1904º óbito – mulher, 93 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, e doença do sistema nervoso, foi internada dia 236 e foi a óbito dia 256, em unidade da rede pública, em Salvador;

1905º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, portadora de doença renal crônica, foi internada dia 286 e foi a óbito na mesma data (286), em unidade da rede pública, em Salvador;

1906º óbito – homem, 86 anos, residente em Sobradinho, portador de diabetes, foi internado dia 046 e foi a óbito dia 056, em unidade da rede pública, em Sobradinho;

1907º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença do sistema nervoso, foi internada dia 176 e foi a óbito dia 266, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1908º óbito – homem, 37 anos, residente em Salvador, portador de doença hepática, foi internado dia 146 e foi a óbito dia 286, em unidade da rede pública, em Salvador;

1909º óbito – homem, 73 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, foi internado dia 185 e foi a óbito dia 255, em unidade da rede pública, em Salvador;

1910º óbito – homem, 79 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença respiratória crônica, foi internado dia 236 e foi a óbito dia 276, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1911º óbito – mulher, 62 anos, residente em Vera Cruz, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 205 e foi a óbito dia 046, em unidade da rede pública, em Salvador;

1912º óbito – homem, 56 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 235 e foi a óbito dia 017, em unidade da rede pública, em Salvador;

1913º óbito – homem, 46 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 305, em unidade da rede pública, em Salvador;

1914º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença respiratória crônica, foi internada dia 225 e foi a óbito dia 106, em unidade da rede pública, em Salvador;

1915º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 196 e foi a óbito dia 276, em unidade da rede pública, em Salvador;

1916º óbito – homem, 66 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, doença respiratória crônica e obesidade, foi internado dia 106 e foi a óbito dia 296, em unidade da rede pública, em Salvador;

1917º óbito – homem, 19 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, foi internado dia 296 e foi a óbito dia 306, em unidade da rede pública, em Salvador;

1918º óbito – mulher, 77 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, foi internada dia 066 e foi a óbito dia 206, em unidade da rede pública, em Salvador;

1919º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade, foi internada dia 246 e foi a óbito dia 296, em unidade da rede pública, em Salvador;

1920º óbito – homem, 43 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença cardiovascular e obesidade, foi internado dia 175 e foi a óbito dia 206, em unidade da rede privada, em Salvador;

1921º óbito – mulher, 70 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade. Sem informação acerca da data de internação, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede pública;

1922º óbito – mulher, 85 anos, residente em Camaçari, sem informações acerca de comorbidades. Internada dia 08/06, foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede pública, em Camaçari;

1923º óbito – homem, 55 anos, residente em Lauro de Freitas, sem informações acerca de comorbidades. Internado dia 20/06, foi a óbito dia 28/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1924º óbito – mulher, 81 anos, residente em Gandu, portadora de hipertensão arterial e doença respiratória crônica. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 26/06, em hospital da rede pública em Gandu;

1925º óbito – homem, 87 anos, residente em Gandu, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informação sobre a data de internação, foi a óbito dia 24/06, em hospital da rede pública, em Gandu;

1926º óbito – mulher, 84 anos, residente em Gandu, sem informações acerca da existência de comorbidades, foi a óbito dia 26/06, em seu domicílio, em Gandu;

1927º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 24/05, foi a óbito dia 25/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1928º óbito -mulher, 73 anos, residente em Itabuna, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 18/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital filantrópico, em Itabuna;

1929º óbito – mulher, 56 anos, residente em Juazeiro, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 07/06, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede pública, em Juazeiro;

1930º óbito – homem, 76 anos, residente em Valença, sem comorbidades. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 27/06, em hospital filantrópico, em Valença;

1931º óbito – homem, 74 anos, residente em Itamaraju, sem informações acerca de comorbidades. Internado dia 17/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1932º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença respiratória crônica. Internado dia 11/06, foi a óbito dia 28/06, em hospital filantrópico, em Salvador;

1933 óbito – mulher, 71 anos, residente em Juazeiro, portadora de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 10/06, em hospital da rede particular, em Remanso;

1934º óbito, homem, 65 anos, residente em Vitória da Conquista, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 31/05, foi a óbito dia 02/07, em hospital da rede pública, em Vitória da Conquista;

1935º óbito – homem, 69 anos, residente me Valença, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 28/06, em hospital filantrópico, em Valença;

1936º óbito – mulher, 71 anos, residente em Valença, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 23/06, foi a óbito dia 25/06, em hospital filantrópico, em Valença;

1937º óbito – mulher, 82 anos, residente em Salvador, portadora de demência e Alzheimer. Internada dia 10/06, foi a óbito dia 27/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1938º óbito – mulher, 38 anos, residente em Itaberaba, sem informações acerca de comorbidades e, também, sem data de internação, foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede pública, em Itaberaba;

1939º óbito – homem, 60 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de doença renal crônica. Internado dia 15/04, foi a óbito dia 09/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1940º óbito – mulher, 54 anos, residente em Jordânia (Minas Gerais), portadora de diabetes e doença cardiovascular. Internada dia 19/06, foi a óbito dia 01/07, em hospital filantrópico, em Vitória da Conquista;

1941º óbito – homem, 51 anos, residente em Vitória da Conquista, sem informações acerca da existência de comorbidades. Internado dia 07/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital filantrópico, em Vitória da Conquista;

1942º óbito – homem, 80 anos, residente em Camaçari, portador de diabetes mellitus. Internado dia 28/05, foi a óbito dia 12/06, em hospital da rede particular, em Camaçari;

1943º óbito – homem, 74 anos, residente em Dário Meira, portador de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 25/05, foi a óbito dia 17/06, em hospital da rede pública, em Ilhéus;

1944º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular. Internada dia 22/06, foi a óbito no mesmo dia da internação (22/06), em hospital da rede pública, em Salvador;

1945º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 06/05, foi a óbito dia 22/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1946º óbito – homem, 79 anos, residente em Teixeira de Freitas, portador de doença cardiovascular. Internado dia 21/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1947º óbito – mulher, 84 anos, residente em Itamaraju, portadora de diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 26/06, em hospital da rede pública, em Teixeira de Freitas.
                                                                   *****
  8. Foi publicado no Oficial do Estado desta quinta-feira, a licitação para a construção de uma nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a ser erguida no bairro Esperança. Com o investimento estimado em 5,5 milhões, a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) amplia as ações de fortalecimento da saúde na região.

  9. De acordo com o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, o governador Rui Costa sempre colocou a saúde como prioridade da sua gestão e nesse sentido, tem contribuído com a ampliação de serviços de saúde em Ilhéus. “Esta é uma janela de oportunidade única para reverter a deficiência crônica do sistema de saúde do município e esta estrutura será a responsável pelo atendimento de até 350 pacientes por dia”, ressalta Vilas-Boas.

  10. Nos últimos anos, o Governo do Estado construiu o Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), cedeu equipamentos e mais de 200 servidores para fortalecer a rede municipal de saúde, além de iniciar a reforma e ampliação do Hospital Geral Luiz Viana Filho, que o transformará em uma unidade materno-infantil referência para alta complexidade.

  11. A UPA 24h tipo 3 é formada por mais de 150 profissionais. A estrutura conta com raio-X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação. 

   12. Além disso, a unidade presta o primeiro atendimento aos casos de natureza cirúrgica e de trauma, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial, de modo a definir, em todos os casos, a necessidade ou não de encaminhamento aos serviços hospitalares de maior complexidade. Nas localidades que contam com uma UPA, 97% dos casos são solucionados na própria unidade.
                                                                    ****
   13. Uma comitiva do município de Madre de Deus esteve em Brasília nesta semana para ampliar o acesso a fármacos utilizados para o enfrentamento do novo coronavírus. O prefeito, Jailton Jajai (PTB),  encaminhou ao Ministério da Saúde solicitação de insumos para a prevenção da Covid-19.

   14.  “Vivemos um momento de união mundial na busca de soluções para combater um inimigo invisível. Estamos unindo forças para que a comunidade de Madre de Deus tenha o mínimo possível de prejuízos tanto na saúde, que é nosso bem maior, como na economia e educação”, disse.

  15. Buscando alternativas para fomentar a economia e a geração de novos postos de trabalho numa etapa posterior à pandemia, Jailton levou também ao Ministério do Turismo proposta de parcerias na infraestrutura turística. “Além da revitalização de nossa orla, buscamos investimentos para a construção de empreendimentos que vão atender melhor os nossos turistas”, explicou.

   16. Cada vez mais presente na vida das pessoas, a tecnologia tem se tornado ainda mais importante em tempos de pandemia. Um exemplo disso é a utilização dos chamados QR Codes. Através dessa evolução dos códigos de barra, hoje é possível realizar pagamentos, só apontando a câmera do celular.

   17. Tamanha praticidade tem sido uma grande aliada das medidas de prevenção contra a Covid-19. Isso porque o uso de QR Codes evita o contato com dinheiro, maquininhas de cartão ou outras superfícies que possam estar contaminadas com o novo coronavírus.

    18. Dessa forma, os códigos se popularizaram nesta quarentena e vêm sendo utilizados como forma de pagamento por negócios e estabelecimentos comerciais. Na Bahia, um exemplo do uso dessa tecnologia no dia a dia das operações é o Assaí Atacadista.

   19. A rede firmou uma parceria com o PicPay e oferece a possibilidade de pagar, via tecnologia QR Code, as compras realizadas   em todas as suas lojas. Para utilizar o aplicativo, o consumidor deve informar, no caixa, no momento do pagamento, a opção pelo PicPay.

   20. A partir desta sexta-feira (03), o tráfego de veículos na região da Cidade Baixa passará por alterações. O objetivo é dar prosseguimento às obras de requalificação que acontecem nas imediações da Avenida Dendezeiros para implantação do Caminho da Fé.

  21. O fluxo de veículos será interditado na Rua Henrique Dias. Desta forma, veículos oriundos dos bairros da Ribeira ou Bonfim com destino ao Largo de Roma terão como opção de tráfego acessar a Rua Travasso de Fora, Baixa do Bonfim, Avenida Dendezeiros, e a nova Ligação Dendezeiros - Luís Tarquinio.

  22. Não haverá alteração para veículos que trafegam no sentido oposto. Monitores de tráfego estarão pela região a fim de orientar os condutores sobre as mudanças no trânsito.

  23.  Com a liberação do tráfego na Avenida Dendezeiros, a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) informa que as linhas de ônibus que operavam no local e tiveram seus itinerários modificados durante a realização das obras de requalificação deverão retomar o itinerário de origem, a partir desta sexta-feira (03).

  24. Essa semana, durante seis dias, a Fundação Gregório de Mattos (FGM) disponibilizará em seu canal do Youtube uma programação com diversas atrações, com direito à exibição de filmes, encontro de filarmônicas, videoaulas e rodas de conversas. Também haverá jogos educativos temáticos para crianças e adolescentes nos perfis da FGM no Instagram (@ fgmoficial) e Facebook (@ fgmcultura).

  25. A partir das 8h desta quinta-feira (2), o canal do Youtube da fundação transmitirá a estreia do documentário "Dois de Julho – Um Sonho de Liberdade”, com direção de Yuri Rosat. O curta-metragem retrata a importância da Independência da Bahia na construção da identidade cultural do povo baiano. Ao lançar um olhar sobre as expressões populares que tomam as ruas todos os anos, o documentário mostra como a história se manifesta através do protagonismo do povo e do seu desejo por liberdade.

   26. Às 18h, será exibido o 29º Encontro de Filarmônicas, conduzido pelo maestro Fred Dantas, que fez um novo arranjo do hino da independência. O encontro terá apresentações musicais gravadas e entrevistas ao vivo. Dentre os grupos participantes estão: Escola de Música 25 de dezembro, a Erato Nazarena (filarmônica mais antiga da Bahia), Lira 8 de Setembro, União Sanfelixta, União dos Ferroviários Bonfinenses e Oficina de Frevos e Dobrados.

   27. Na sexta (3), das 8h às 21h, ficará disponível para o público o filme “Dois de Julho: Guerra da Independência na Bahia”, de Renato Barbieri. O longa detalha os conflitos ocorridos na Bahia entre portugueses e brasileiros, apresentando um rico acervo de imagens históricas e atuais, além de entrevistas com historiadores baianos e cenas de celebração popular.