ter?a-feira, 11 de agosto de 2020
Política

A NOVA REALIDADE QUE OS SHOPPINGS ENFRENTARÃO APÓS A REABERTURA (TF)

Vai ser uma mudança radical nos shoppings nos próximos dez anos
Tasso Franco , da redação em Salvador | 24/06/2020 às 19:42
Shopping Barra já está mudando e até Clinica do Coração sedia
Foto: BJÁ
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. O prefeito ACM Neto (DEM) ainda não definiu quando autorizará a reabertura dos shoppings em Salvador. O gestor diz que mantém diálogo com as associaões de lojistas, mas, entende que não é o momento de reabertura. a pandemia já matou quase 1000 pessoas na capital (991 até hoje) e continua ainda sem controle, no Brasil e na Bahia. Número de infectados na Bahia já jassa de 51 mil em mais de 320 municípios. 

   2. Os empresários dis shoppings se queixam de que as suas organizações estão mais capacitadas para atender protocolos de controle da doença estabelecidos pela OMS do que os transportes coletivos, já liberados e sempre lotados. Para o interior do estado há proibição em 306 municípios por parte do governador Rui Costa, em relação a coletivos. Ainda assim, os shoppings seguem fechados.

   3. Independente de quaisquer circunstâncias, quando os shoppings forem reabertos se contabilizará um baque considerável nesses empreendimentos. Salvador dispõe, hoje, de uma rede com 10 centros comerciais de médio e grande portes geradores de milhares de empregos, tudo paralisado e sem alternativas. O que já deveria ter acontecido, ou vem acontecendo com o sistema drive thru deveria ser ampliado. 

   4. Os shoppings representaram uma mudança significativa na forma de comercializar produtos e, em Salvador, começou na década de 1970, com o Iguatemi. Os shoppings sepultataram em todo o mundo onde esse fenômeno se acentou o comércio lojista da lojinha do bairro, da loja da esquina, do armarinho, que predominou até os anos 1960. Ainda existem, mas, em grau bem menor. 

   5. Em alguns países, antes dos shoppings surgiram as grandes lojas de departamentos (Harrolds de Londres; El Corte Inglez, Espanha, etc) e muitas delas quebraram ou se agregaram aos shoppings. Em Salvador, a mais famosa delas foi "As Duas Américas", na Rua Chile, primeira a colocar uma escada rolante na cidade. "A Sloper", também na Chile, para produtos femininos era outro exemplo. Ambas faliram.

   6. A pandemia do coronavirus aprofunda uma discussão sobre o futuro dos shoppings. O baque crescente atual, com o fechamento por mais de 90 dias, já vem acontecendo em outros países, antes mesmo da pandemia. Os portais do E-Commerc, na China, a Alibaba (Yaobao); e nos EUA, a Amazon, vendem mais do que dez shoppings juntos. 

   7. Nos EUA muitos shoppings já falariam e/ou mudaram de ramo. E lojas enormes na 5ª Avenida também fecharam e estão a cada dia fechando. Na Bahia, esse fenômeno aconteceu com o fechamento das grandes lojas de tecidos, redes de ópticas e varejões. 

   8. Os shoppings em Salvador já não têm a mesma característica do Iguatemi do pioneiro Newton Rique, 1975. Hoje, são centros de serviços e não só lojas de confecções, eletrodomésticos, joias, calçados e outros. Agregaram academias, clinicas médicas, salões de estética, correios, bancos, supermercados, loterias e uma série de outros serviços. E vai mudar ainda mais. 

   9. As grandes lojas como a Mega Saraiva, do Iguatemi; e a Cultura, do Salvador; terão que mudar. Já estão mudando. Não há mais espaços para elas em eficiência de vendas como foram concebidas. A Saraiva do Barra, onde sou cliente, já mudou bastante. Havia uma secção só de CDs e DVDs que inexiste na original. As vendas pela internet se acentuaram na própria loja que está com design do século XX e falta uma bancada de computadores para atender os clientes. Os equipamentos que avaliam os preços dos produtos são do século XIX.

   10. A amazon lançou já há algum tempo uma rede de lojas Amazon Go sem caixas. Os clientes fazem as compras até saindo das lojas com sensores escaniando as sacolas e o aplicativo do seu celular. Na livraria Amazon Go de Chicago só estão expostos os livros mais vendidos no portal. Mas, os computadores à disposição dos clientes permitem v acessar milhões de livros, até de Tasso Franco, na Bahia. E comprar lá mesmo. Você faz o pedido no computador, paga e recebe o produto em casa, 24 h depois, nos EUA.

   11. Hoje, na Saraiva Barra o cliente encomenda o livro, paga no caixa e só recebe o produto uma semana depois. Detalhe: tem que voltar na loja para retirar o livro. Veja, portanto, como a Saraiva precisa se modernizar. Se não fizer isso terá dificuldades porque os clientes não irão mais na suas lojas e fazem as compras sem sair de casa.

   12. Muitas lojas nos shoppings terão que mudar e muito. Essa é uma realidade que os shoppings vão enfretnar assim que reabrirem. Aliás, já deveriam ter reabertos.
                                                            **** 
                                                          *****
   13. O Ministério da Saúde reconheceu nesta quarta-feira (24) que a expectativa de uma possível estabilização das curvas de casos e óbitos por corvid-19, que havia sido indicada pela pasta na semana passada, não se confirmou entre as 24ª e 25ª semanas epidemiológicas. 

  14. Segundo Arnaldo Correia, secretário de Vigilância em Saúde, a pandemia do novo coronavírus continua avançando de forma "significativa" no Brasil. O país, segundo em números de vítimas fatais e infectados em todo o mundo, acumula 53.830 mortes e 1.188.631 contaminados desde o início da crise sanitária. 

  15. "A gente tinha falado, na semana anterior, que parecia que a curva tenderia a uma certa estabilização, com a diminuição dos números de casos. A gente vê que nesta semana tivemos um aumento significativo de casos novos, entre as semanas 24 e 25", disse o sercretário, em coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, em Brasília. 

  16. Em relação aos óbitos, a tendência de crescimento também foi observada pelo representante do Ministério da Saúde. No entanto, Correia ressaltou que a "inclinação" foi menos "agressiva" quando comparada com os indicadores de novas ocorrências da doença. 

   17. "Até a semana 24 parecia que havia um platô, vamos assim dizer, um platô com relação ao crescimento do número de óbitos, mas houve um aumento entre as semanas 24 e 25. Quando você compara os números de casos novos com o crescimento e o número de óbitos, a gente verifica que foi, graças a Deus, e a todo esforço de todos os profissionais, muito menor em termos de inclinação, de agressividade", completou. 

   18. O prefeito ACM Neto e o governador Rui Costa inauguram nesta quinta-feira (25), às 10h, a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Eldorado, em Pau Miúdo (Rua Delmiro São Pedro, 255 - próximo ao posto de gasolina Shell). A comunidade também é conhecida como Brongo do IAPI.

   19. A instalação foi construída pelo governo do Estado e será administrada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O equipamento, com capacidade para atender cerca de 460 pessoas por dia, contará com a atuação de três equipes de saúde da família e outras três de saúde bucal.

  20. Com a implantação da nova unidade, aproximadamente 12 mil pessoas que residem em 24 localidades do Distrito Sanitário da Liberdade serão beneficiadas. A unidade prestará assistência a moradores que residem nas localidades da Baixa de Quintas, Bairro Guarani, Baixa dos Frades, IAPI, Barros Reis, Caixa D’Água, Cidade Nova, Curuzú, Estrada da Rainha, Freitas Henrique, Japão, Jardim Eldorado, Jardim Joana D’Arc, Jardim Vera Cruz, Lapinha, Liberdade, Nova Divinéia, Pau Miúdo, Pero Vaz, Queimadinho, Rocinha do IAPI, Santa Mônica, Sertanejo e Sieiro.

   21. Serão ofertados serviços de saúde, através dos programas de pré-natal, hipertensão, diabetes, controle da tuberculose, hanseníase e doença falciforme. A unidade prestará serviços e atendimento nas áreas de Saúde da Criança; Saúde do Adolescente; Saúde da Mulher; Saúde do Homem; Saúde do Adulto; Saúde do Idoso; e Saúde Bucal.

   22. A circulação de pessoas fica proibida em Juazeiro, no norte da Bahia, no período das 18h às 5h, a partir desta quinta-feira (25). O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa durante transmissão ao vivo pelas redes sociais, na noite desta quarta-feira (24). 

   23. A medida conjunta do Governo da Bahia e da prefeitura do município é válida até 1º de julho. Não serão permitidas a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas de Juazeiro, com exceção de deslocamento para serviços de saúde ou farmácias. 

   24. Segundo o governador, a decisão tem o intuito de reduzir a taxa de contágio da Covid-19 no município. "Juazeiro registrou 74% de crescimento [no número de casos] nos últimos cinco dias. Hoje o secretário Fábio Vilas-Boas assinou a contratação de mais 10 leitos de UTI em um hospital privado em Juazeiro para que a gente possa ampliar o atendimento. Mas essa taxa está muito alta e precisamos reduzir", afirmou Rui.

   25. Comprar remédios é uma constante na sociedade. Nesse período de pandemia, isso tem sido cada vez mais frequente e essencial na vida das pessoas. A Drogaria São Paulo, que atua há 77 anos no ramo, oferece descontos especiais a servidores públicos. Os abatimentos chegam até 35% em qualquer medicamento genérico tarjado e 20% nos demais produtos farmacêuticos.

  36. Para remédios que não precisam de receita, o desconto é de 15%. Uma novidade é a inclusão de produtos de higiene pessoal e perfumaria, que estão com desconto de 5%. A Drogaria São Paulo atende a mais de oito milhões de clientes por mês e possui 72 lojas na Bahia. O desconto é válido para as mais de 1.350 lojas da rede no país, em vários estados. A farmácia possui site na internet (www.drogariasaopaulo.com.br) e está no Instagram (@drogariasaopaulo).

  27. Para ter acesso aos descontos, o servidor precisa apresentar o número da matrícula no momento da compra. Os descontos também valem para funcionários do Ministério Público (MP), do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Os beneficiários do Planserv devem apresentar a carteira virtual.

  28. Iniciativa da Secretaria da Administração (Saeb), o Clube de Desconto do Servidor tem o objetivo de conceder abatimentos especiais em produtos e serviços para mais de 270 mil servidores estaduais, além dos mais de 500 mil beneficiários do Planserv, em parceria com empresas credenciadas, divididas em mais de 26 segmentos diferentes. Para saber mais sobre o programa, acesse o Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br).