segunda-feira, 28 de setembro de 2020
Política

COVID BRASIL: 35.930 MORTOS; 672.846 INFECTADOS; BA 27.396; ÓBITOS 846

Números do MS foram divulgados às 22h
Tasso Franco , da redação em Salvador | 06/06/2020 às 18:42
UTIs em Teixeira de Freitas
Foto: SESAB
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. (BRASIL): Com 904 mortes e 27.075 novos casos da covid-19 nas últimas 24 horas, o Brasil soma 35.930 óbitos e 672.846 infecções pela doença respiratória causada pelo novo coronavírus, segundo informações divulgadas neste sábado (6), pelo Ministério da Saúde.

O Brasil é atualmente o terceiro país com mais mortes contabilizadas em decorrência da covid-19 no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e do Reino Unido.

Em todo o território nacional, 10.209 se recuperaram nas últimas 24 horas. Agora, o número total de curados da doença no Brasil soma 277.149.

   2. Já segundo o balanço nacional do Ministério da Saúde, divulgado nesta sexta (5) às 21h40, o Brasil chegou a 35.026 mortes e 645.771 casos confirmados. A diferença para o último balanço foi de 1.005 novos óbitos registrados.

   3. (BAHIA):  A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia informa que, equivocadamente, 63 municípios registraram 216 casos como positivos nas bases de dados ministeriais, quando, na verdade, eram negativos. Os dados foram contabilizados no boletim epidemiológico de ontem (5) e a inconsistência foi identificada pela Vigilância Epidemiológica Estadual neste sábado (6), sendo corrigido no documento atual e comunicado o fato às prefeituras. 

   4. A lista completa dos municípios com as inconsistências, bem como o número de casos de cada localidade está detalhado no documento. A Bahia registra 27.396 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 18,74% do total das notificações no estado. Os 27 óbitos contabilizados no boletim epidemiológico referem-se a um período de 16 dias, ou seja, não ocorreram em 24 horas.

  5. Considerando o número de 27.396 casos confirmados, 11.829 recuperados e 846 óbitos, 14.721 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 3.947 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

   6. Os casos confirmados ocorreram em 337 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (58,21%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Itajuípe (7.369,09), Ipiaú (7.259,17), Uruçuca (6.579,27), Salvador (5.462,78) e Urandi (5.402,81).

  7. O boletim epidemiológico registra 44.634 casos descartados e 146.161 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste sábado (6).

  8. Na Bahia, dos 1.960 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.104 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 56%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 800 leitos exclusivos para o coronavírus, 543 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 68%.

   9. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

  10. O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 63.246 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 6 de junho de 2020. Estão em análise 2.998 exames.

  11. Óbitos: A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 846 mortes pelo novo coronavírus. Segue abaixo o perfil dos 27 óbitos de hoje.

820º óbito – mulher, 74 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internada dia 16/05 e veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

821º óbito – mulher, 81 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença respiratória crônica, foi internada dia 23/05 e veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

822º óbito – homem, 57 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 05/05 e veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

823º óbito – homem, 85 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, data de internação não informada, veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

824º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença cardiovascular e obesidade, data de internação não informada, veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

825º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de internação não informada, veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

826º óbito – mulher, 62 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de internamento não informada, veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

827º óbito – mulher, 48 anos, residente em Simões Filho, portadora de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, data de internamento não informada, veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

828º óbito – homem, 78 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e imunodeficiência, data de internamento não informada, veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

829º óbito – homem, 65 anos, residente em Salvador, portador de doença do sistema nervoso, foi internado dia 17/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

830º óbito – homem, 42 anos, residente em Camaçari, portador de hipertensão arterial, data de internação não informada, veio a óbito dia 02/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

831º óbito – homem, 71 anos, residente em Salvador, portador de obesidade, foi internado dia 27/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

832º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e doença cardiovascular, data de internação não informada, foi a óbito dia 02/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

833º óbito – homem, 73 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e neoplasias, foi internado dia 11/05 e veio a óbito dia 21/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

834º óbito – homem, 67 anos, residente em Jitaúna, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internado dia 13/05 e veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Jequié;

835º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes, foi internada dia 25/05 e veio a óbito dia 02/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

836º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, data de internamento não informada, veio a óbito dia 03/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

837º óbito – homem, 75 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular e tabagismo, foi internado dia 20/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

838º óbito – homem, 92 anos, residente em Ibirataia, portador de hipertensão arterial e diabetes, data de internamento não informada, veio a óbito dia 20/05, em unidade da rede pública, em Ibirataia;

839º óbito – mulher, 57 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e hipertensão arterial, foi internada dia 18/05 e veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

840º óbito – homem, 68 anos, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 22/05 e veio a óbito dia 02/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

841º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de internamento não informada, veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

842º óbito – mulher, 64 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 26/05 e veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

843º óbito – homem, 75 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e neoplasias, foi internado dia 26/05 e veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

844º óbito – mulher, 81 anos, residente em Euclides da Cunha, portadora de imunodeficiências, foi internada dia 17/05 e veio a óbito dia 05/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

845º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial. Sem data de internação, veio a óbito dia 04/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

846º óbito – homem, 66 anos, residente em Santo Antônio de Jesus, portador de doença cardiovascular, data de internamento não informada, veio a óbito dia 05/06, em unidade da rede pública, em Salvador.

   12. Quanto ao sexo dos casos confirmados, 52,73% foram do sexo feminino, 45,64% foram do sexo masculino e 1,63% sem informação. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 27,38% do total. 

   13. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos e mais (3.740,95/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (3.270,70/1.000.000 habitantes).

   14. Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em www.saude.ba.gov.br/coronavirus.


                                                             *****
  15. Vinte ventiladores pulmonares, mais conhecidos como respiradores, chegarão ao município de Teixeira de Freitas na noite deste sábado (6). Esta é a previsão da diretora de Relações e Gestão Legal da Suzano, Mariana Lisbôa, que vem monitorando a entrega dos equipamentos, como parte do esforço das empresas Veracel e Suzano na estruturação de um hospital de campanha no município. 

   16. Em parceria com a prefeitura e o Governo do Estado, essa unidade ampliará a rede assistencial aos pacientes mais graves, vítimas do coronavírus (Covid-19).

  17. De acordo com o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “a boa notícia permite a abertura de 20 leitos de UTI já na próxima semana”, afirma o secretário, ao ressaltar ainda que a solidariedade do empresariado baiano é fundamental neste momento. “A rede de relacionamento, logística e recursos financeiros do setor privado auxilia estados e prefeituras de sobremaneira”, destaca.

  18. “A Suzano entende que este momento requer empatia e união. Por isso reafirma o seu empenho em colaborar com o Governo do Estado para o atendimento adequado à população do extremo-sul, infectada pelo Covid-19. O Hospital de Campanha de Teixeira de Freitas é fruto deste esforço conjunto e um instrumento importante que ajudará a salvar muitas vidas”, afirma Mariana Lisbôa.

 19. Os últimos seis idosos que estavam com Covid-19, saíram do isolamento social na casa de retiro e retornaram ao Abrigo São Vicente de Paulo, em Ilhéus, nesta sexta-feira. Ao todo, são 28 idosos recuperados do coronavírus.

  20. De acordo com o gestor da instituição, Flávio Soares, esses foram os idosos remanescentes que estavam na casa de retiro em quarentena por conta da infecção do novo vírus. Uma idosa da instituição está internada em Itabuna, com suspeita de infecção do novo vírus.

  21. “Graças a Deus conseguimos realizar o devido isolamento dos nossos abrigados e conter o alastramento do vírus e proteger os saudáveis. Continuaremos realizando os testes com frequência por meio da secretaria municipal de Saúde, que tem nos apoiado com a vigilância epidemiológica. A próxima testagem acontece na próxima terça-feira, para a triagem dos idosos e colaboradores”, afirmou o gestor, que aproveitou para agradecer a todos que têm apoiado e ajudado o Abrigo São Vicente de Paulo.

  22. Durante a pandemia do coronavírus, um antigo inimigo continua preocupando o poder público: o Aedes aegypti. Entre janeiro e maio deste ano, foram notificados cerca de 8.400 casos de dengue, zika e chikungunya em Salvador, um crescimento de 338% em relação ao mesmo período do ano passado.

   23. Para reduzir a infestação do mosquito transmissor das arboviroses na cidade, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Saúde, ampliou as ações de contingência em todas as regiões da capital, sobretudo, nas localidades prioritárias. 

  24. Além das atividades de rotina, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) destacou equipes específicas para atender denúncias provenientes do Fala Salvador 156, para o bloqueio espacial com borrifação de inseticida em locais com rumor de surto das doenças, bem como, na abertura de imóveis fechados com auxílio da Guarda Municipal e na atuação nos bairros alvo das restrições regionalizadas com realização de varreduras com apoio de técnicos da Limpurb.
 
   25. Em 2020, foram atendidas quase 5.000 solicitações do Fala Salvador 156 relacionadas às arboviroses. “Estamos com as equipes de campo mobilizadas para atuação ininterrupta na cidade, inclusive aos finais de semana e feriados. O nosso intuito é dar uma resposta rápida nas localidades onde são identificados surto das doenças com a eliminação imediata dos focos”, explicou Andréa Salvador, coordenadora do CCZ.

  26. A Universidade Johns Hopkins, referência na contabilidade de estatísticas globais da pandemia de Covid-19, interrompeu neste sábado a contabilização de dados sobre a doença no Brasil, terceiro país do mundo com mais mortos e o segundo em número de casos. Desde o início da crise sanitária, em março, a instituição disponibilizava informações com base nas divulgações feitas pelo Ministério da Saúde e as utilizava para posicionar o país em um ranking de nações afetadas.

   27. Durante a noite da última sexta-feira, a plataforma que o ministério utiliza para tornar os números públicos saiu do ar e exibiu um aviso de manutenção. Depois, ao ser retomada neste sábado, a plataforma deixou de exibir os totais de casos confirmados e de mortos infectados pelo novo coronavírus. São esses dados que a Johns Hopkins costuma contabilizar. Agora, a ferramenta da pasta brasileira exibe apenas confirmações, óbitos e recuperados registrados nas últimas 24h.