domingo, 23 de fevereiro de 2020
Política

ISIDÓRIO DIZ QUE SUA CANDIDATURA A PREFEITO É REAL E VEM AI TANCREDO

Vai lançar segundo filho na política Tancredo para puxar votos para vereadores da capital
Tasso Franco , da redação em Salvador | 07/02/2020 às 18:07
Pastor Isidório na sua pregação religiosa na Fundação Dr Jesus
Foto: BJÁ
   Em entrevista ao Bahia Já na sede da Fundação Dr Jesus nesta sexta-feira, 7, o sgt PM e pastor Isidório (Avante), lider das pesquisas na corrida sucessória em Salador disse que sua candidatura está posta pra valer com o apoio do governador Rui Costa (PT) e vai lançar 76 candidatos a vereadores inclusive seu filho Tancredo Isidório. 

  "Eu não queria meu filho na política porque, hoje, é o diretor geral da Fundação Dr Jesus, mas, a direção do Avante quer e ele vai". Se repetir João Isidório, seu filho eleito deputado estadual mais votado, em 2018, tem tudo para ser o campeão de votos na capital. Esse é o objetivo: Tancredo puxador de votos.

  Isidório foi o deputado federal o mais votado em Salvador com 170 mil votos, obteve na última eleição para prefeito, em 2016, ao lado de Basssuma como vice 115 mil votos e lembra que, naquela época, "quem me incentivou a ser candidato foi Rui Costa. Hoje, sou um dos seus três preferenciais do governador: Eu, major Denice no PT e um outro nome ainda a ser escolhido".

   Destaca que é "o primo pobre e o patinho feio da pré-campanha a prefeito da capital". Pergunto a Bassuma se ele será o vice? "Não. Agora tem uma fila enorme. O noivo está cortejado. É o patinho feio que tem votos. Na última eleição para deputado federal, em Salvador, foi o mais votado em 17 das 18 zonas eleitorais da capital, em cada uma delas com mais de 10 mil votos, só perdendo na 1ª zona (Corredor da Vitória e Barra) onde obteve 2.500 votos. Disparado é o candidato a prefeito mais competitivo", comenta Bassuma.

  BASE DA PRÉ-CAMPANHA

  Isidório diz que vai trabalhar em toda a cidade andando nas ruas e falando, cumprimentando e ouvindo a população. Estabeleceu como temas centrais dessa fase: a defesa da familia e o social. "Uma familia em que os filhos respeitam os pais, dão bençãos aos pais e aos avós, que estudantes não agridam professores, uma familia abençoada". 

  Isidório é defensor do casamento homem e mulher, um dos desentendimentos de sua saída do PSB, mas, confessa ser amigo da deputada Lidice da Mata, "uma pessoa maravilhosa".

  O pastor adotou uma politica de boa vizinhança com os pré-candidatos da bancada de Rui Costa e também não bate, nem comenta de forma mais dura a administração do prefeito ACM Neto e do seu candidato Bruno Reis. Prefere se ater ao seu desempenho e aos seus ideais.

   Diz, no entanto, que considera o Carnaval um momento importante para a economia da cidade do Salvador e vai defender a criação de um novo circuito no CAB, onde é o atual Ayrton Senna de corridas, para desafogar o centro da cidade.

  Destaca, ainda, que, caso seja eleito prefeito vai valorizar os artistas locais e não contratar "os de fora com cachês de 800 mil reais".

  Pretende também mexer na estrutura da limpeza urbana criando locais de reciclagem com higienização o que imaginar baratear o que se gasta com esse segmento. 

  Na área da saúde é seu objetivo colocar medicamentos e médicos nos postos médicos. "A cidade do Salvador precisa de menos festa e menos maquiagem", confessa.

  Sobre a sua capacidade administrativa em governar a capital diz que o seu trabalho na Fundação Dr Jesus o credencia para isto. "Nós estamos construindo a maior escola técnica da Bahia, atendemos pessoas envolvidas com drogas dos 417 municípios, temos 1480 internos oferecendo assistencia médica e social, pedagógica e psicologia, três refeições ao dia, tudo isso com recursos menores do que necessitamos", frisou.

  O pastor comenta que algumas pessoas querem desqualificá-lo, mas, não se intimida com isso. "O senador Otto Alencar esteve aqui na Fundação Dr Jesus e disse para quem quisesse ouvir que essa é uma prova da eficiência administrativa de Isidório".

  Sobre a campanha propriamente dita diz que ainda é cedo para falar dela, mas, vai repaginar o seu jingle "Agora é a vez do Doido". 

  Cofessa: "O que está dando certo merece bis".