sexta-feira, 05 de junho de 2020
Política

EUA ADVERTEM IRÃ SOBRE NOVOS ATAQUES E CHUVAS CASTIGAM SUL DO PAÍS

Irã segue fustigando os EUA
Tasso Franco , da redação em Salvador | 13/01/2020 às 09:32
Centenas de aldeias do Irã inundadas
Foto: IRNA


O chefe da diplomacia dos Estados Unidos, Mike Pompeo, disse neste domingo (12) estar "indignado" com o novo ataque iraniano com mísseis contra uma base iraquiana que abriga soldados americanos - o Irã havia sinalizado uma redução das tensões no Oriente Médio. Pompeo ainda exigiu o fim dos ataques.

O ataque realizado neste domingo contra a base aérea de Al Balad, no norte do Iraque, feriu quatro soldados iraquianos.

"Indignado pelas notícias de um novo ataque com mísseis contra uma base aérea iraquiana", declarou Pompeo. "Essas repetidas violações à soberania do Iraque por grupos opostos ao governo iraquiano devem cessar", acrescentou.

CHUVAS INUNDAM

Inundações repentinas sem precedentes nas províncias do sul e sudeste do Irã atingiram 350 aldeias nos últimos dias, danificando milhares de edifícios residenciais, de acordo com a IRNA.

As fortes chuvas no sul do país, que começaram na quinta-feira, causaram graves inundações na província do Sistão e do Baluchistão e causaram danos a mais de 20.000 edifícios residenciais, disse Abbas-Ali Arjmandi, diretor-geral do Centro de Gerenciamento de Crises da província.

As inundações também bloquearam estradas rurais que levam a mais de 500 vilarejos e escolas fechadas, disse Arjmandi, acrescentando que seis vilarejos foram evacuados até agora.

Ele disse que as fortes chuvas nas áreas do sul da província provocaram as repentinas inundações, que também causaram apagões em várias aldeias da província do sudeste.

As inundações na província de Kerman também bloquearam estradas entre 363 aldeias da província, disse Majid Saeidi, chefe do centro provincial de gerenciamento de crises no domingo. Ele acrescentou que quase 100 aldeias perderam eletricidade após as inundações.