segunda-feira, 21 de outubro de 2019
Política

POSITIVOS E NEGATIVOS NUMA POSSÍVEL CANDIDATURA RUI A PRESIDENTE (TF)

Rui Costa adotou uma postura ousada e corajosa ao admitir ser candidato a presidente da República
Tasso Franco , da redação em Salvador | 14/09/2019 às 19:36
Rui Costa
Foto: Alberto Coutinho
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. A declaração do governador Rui Costa (PT) admitindo a hipótese de ser candidato a Presidência da República trouxe desdobramentos dentro do seu próprio partido e o senador Jaques Wagner defendeu que suas preferências são o ex-presidente Lula e o Fernando Haddad. Foi, obviamente, uma resposta simplória a possível pretensão do governador baiano, mas que tem grande peso porque Wagner é o 'construtor' da ascensão do PT no governo baiano, que já dura 13 anos. E Rui só chegou a governador graças a Wagner.

   2. Seria esse o momento do avanço conquistando o Palácio do Planalto ou Rui estaria na fila petista, precisaria passar pelo Senado para ganhar musculatura política e esperar a sua vez? 

   3. É provável que Wagner tenha pensado dessa maneira ainda que não seja prerrogativa na eleição de um presidente essa escadinha. E, por assim dito, os três últimos presidentes nunca passaram pelo Senado - Dilma, Temer e Bolsonaro - ainda que a escalada Temer tenha se dado nas asas petistas e Dilma seja o caso à parte, pois, sequer era política de carreira.

   4. Em nossa opnião, Rui tem todo o direito de postular ser presidente da República, o que, aliás, é uma tendência entre quaisquer governadores e, só, agora, na safra 2022, além de Rui, já colocaram nomes comos possíveis candidatos os governadores de São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Maranhão.

   5. Entendemos, no entanto, que o governador da Bahia é jovem, tem uma eleição para o Senado praticamente garantida e seu governo, embora seja bem avaliado pela população baiana que o reelegeu no primeiro turno, tem muitos indicadores negativos e que poderiam prejudicar sua ascensão ao Planalto. 

   6. Há de se dizer que existem ações mais positivas do que negativas, mas, essas positivas não se enquadram no plano nacional porque na Bahia não existe nada inovador que possa 'encher os olhos' da população, salvo, talvez, o programa das eólicas o que remete a energia renovável praticada mundo afora como novidade. 

   7. Em compensação, a Bahia é o estado mais violento do país, tem 5 cidades no atlas das mais cruéis, tem a pior avaliação do ensino médio e uma maldita regulação da saúde que é chamada 'fila da morte'. Além disso, projetos estruturantes lançados ainda no governo Wagner, como a Fiol e o Porto Sul, ainda estão em andamento, mais paralisadas do que em movimento. E, o que é pior: é o estado com maior desemprego no país taxa de 17.5%. 

   8. Outro ponto relevante e positivo para Rui é a política fazendo o contra-ponto ao governo Jair Bolsonaro na balança direita x esquerda, embora, neste campo já estejam com mais visibilidade Fernando Haddad e Ciro Gomes. 

   9. Rui poderia adicionar algo novo nesse cardápio esquerdista, mas, pelo que vemos na Bahia, sua política tem sido muito doméstica assentada na filosofia wagneriana de 'cuidar bem das pessoas' (Wagner pregou muito essa filosofia nos seus governos), sua comunicação é seletiva e antidemocrática, e não há gestos de modernidade na Bahia, salvo a mobilidade em Salvador com o metrô o nascente VLT.

   10. Também é positivo e destacado para Rui o fato do seu governo, embora sendo petista na cabeça do comando do Estado, não apresenta denúncias ou sintomas de corrupção. Evidente, no entanto, que, em sendo candidato petista, Rui terá que defender a história do PT e criar mecanismos que possam alimentar uma nova esperança no eleitor, uma vez que aquela 'esperança' que iria sobrepujar o 'medo' e organizar um novo Brasil, longe da corrupção, falhou e seu lider maior está preso.

   11. Como ainda estamos em 2019 e já falando de uma eleição que só vai acontecer em 2022, salvo se houver uma encrenca maior no governo Bolsonaro e ele for apeado do poder, dá tempo de arrumar todas essas coisas e o marketing político se encarregará disso. Até lá, muito água ainda vai rolar embaixo das pontes, embora quem deu o 'start' para que, nós, comentaristas políticos fizessemos essas análises foi o governador Rui. (TF)
                                                            ******
   12. Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento à Violência. Esse foi o tema em debate na III Conferência Territorial dos Direitos da Criança e do Adolescente, realizada na última sexta-feira (13), na Escola Dois de Julho, em Itinga. Reunindo representantes de Lauro de Freitas e de mais 11 municípios, a etapa territorial antecede a Conferência Estadual que acontecerá em novembro.

   13. A atividade teve início com a apresentação do Coral Projeto Vida que entoou canções com mensagens de esperança para as crianças e adolescentes do Brasil. Durante a cerimônia a prefeita Moema Gramacho destacou a importância da construção coletiva de políticas públicas e ressaltou que as crianças e adolescentes são o presente e o futuro a partir dos cuidados das políticas e ações implementadas para eles hoje.

   14. “Estamos vivendo um momento de retrocesso, de subtração de direitos. Quanto mais tivermos nossos jovens envolvidos em atividades que promovam a cultura de paz, mais estaremos contribuindo para a redução das vulnerabilidades e da violência. Temos que incentivar a participação”.

   15. A Prefeitura, por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM), aborda o tema "Subúrbio Ferroviário: Memória e Cultura" na roda de conversa Patrimônio É... da próxima terça-feira (17), às 18h, no Espaço Cultural da Barroquinha, dentro da programação do Festival da Primavera.

   16. Subúrbio Ferroviário é a denominação dada a uma parte de Salvador que abrange 22 bairros onde moram 24,55% da população soteropolitana, cerca de 600 mil habitantes. Formada na década de 1970 por lugarejos, comunidades de pescadores que aproveitavam a pesca farta e as belezas das praias e águas calmas da Baía de Todos-os-Santos.

   17. A região é conhecida pela linha ferroviária, inaugurada em 1860, que interliga o bairro da Calçada ao bairro de Paripe, localizado na região noroeste de Salvador.

   18. O Subúrbio Ferroviário possui inúmeras belezas naturais, além de um grande valor histórico-cultural para a cidade. Apesar de não estar dentro dos roteiros turísticos tradicionais, a região possui importantes construções e locais históricos, a exemplo do Parque São Bartolomeu, famoso pelas cachoeiras e pela área verde, que foi esconderijo de quilombos e palco de batalhas pela independência da Bahia .

   19. As inscrições estão abertas para um dos maiores congressos de Tecnologia da Informação e Telecomunicação do Nordeste. A edição 2019 do INOVAtic será realizada em Salvador, entre os dias 26 e 27 de setembro, no Senai Cimatec, e vai reunir especialistas e representantes das agências reguladoras e dos governos federal e estaduais para discutir a transformação digital e a infraestrutura do Nordeste.

   20. Durante dois dias, serão realizados painéis e mesas redondas sobre o futuro da nova economia digital que afetarão o dia-a-dia do setor produtivo e do consumidor brasileiro. A expansão da banda larga no Nordeste será um dos temas debatidos. Os especialistas também vão discutir sobre comunicações internacionais, serviços de nuvem, segurança, IoT, indústria 4.0 e pirataria na TV paga.

   21. Além do congresso, as empresas também vão participar de uma feira de negócios, apresentando soluções e tecnologias para o setor. Os dois eventos vão ocorrer simultaneamente e deve receber mais de 300 participantes, incluindo os principais executivos das maiores operadoras de telecomunicações, das dezenas de ISPs da região, de dirigentes de empresas Over The Top, dos representantes das gigantes internacionais.