ter?a-feira, 16 de janeiro de 2018
Política

NOVA EMBAIXADA: Trump cancela viagem a Londres e culpa Obama

Prédio custou US$1,2 bilhão
Da Redacion , Salvador | 12/01/2018 às 15:19
Turistas tiram fotos da estátua de cera de Donald Trump ao lado da nova embaixada EUA
Foto: AFP
     O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cancelou uma viagem a Londres agendada para o próximo mês para inaugurar a nova embaixada americana, culpando seu predecessor, Barack Obama, por vender a antiga por uma “mixaria” em um acordo ruim e pela nova estar em localização ruim.

“A razão pela qual eu cancelei minha viagem a Londres é que eu não sou grande fã do governo Obama ter vendido talvez a mais bem localizada e melhor embaixada em Londres por uma ‘mixaria’, apenas para construir uma nova em uma localização distante por US$ 1,2 bilhão”, disse Trump no Twitter, na noite de quinta-feira. “Acordo ruim. Queriam que eu cortasse a faixa. Não!”, escreveu.

Os Estados Unidos venderam sua embaixada na praça Grosvenor, no coração do luxuoso bairro de Mayfair, para um fundo de investimentos do Qatar, e mudaram a delegação diplomática para as margens do Tâmisa, em uma zona industrial revitalizada. A obra foi elaborada pelo arquiteto Kieran Timberlake.

O prédio será aberto ao público em 16 de janeiro e esperava-se que Trump fosse inaugurá-lo aproveitando sua visita ao Fórum Econômico de Davos, na Suíça. A nova sede diplomática custou US$ 1 bilhão e a antiga, coroada por uma distinta águia gigante, será transformada em um  hotel.

Trump também mencionou uma visita de estado à Grã-Bretanha no futuro, mas não informou uma data. Um aliado britânico de Trump, Nigel Farage, ex-líder do partido antieuropeu Ukip, disse que a decisão é decepcionante.

"Ele foi a países de todo mundo e, no entanto, não vem no país que é mais próximo dele", afirmou em seu programa de rádio na cadeia LBC. "Talvez não tenha gostado de um aspecto que teria sua visita", acrescentou, aludindo às manifestações que a oposição trabalhista preparava com ele.