quinta-feira, 14 de novembro de 2019
Política

Militantes petistas homenageiam Orlando Miranda em Salvador

Familiares e amigos de Orlando lembraram a trajetória do militante, que chegou a Salvador no início dos anos 60 para dar continuidade aos estudos e foi fundador da Política Operária (Polop),
Keila Ramos , Salvador | 11/11/2012 às 11:55
Encontro aconteceu no Rio VErmelho
Foto: Keila Ramos

O militante petista, Orlando Miranda, que faleceu em setembro deste ano, vítima de um câncer com o qual lutava há quase 10 anos, foi homenageado na manhã do sábado (10), na sede da 2º e 13º zonais do PT, no Rio Vermelho. Velhos companheiros de militância, entre eles o deputado estadual Marcelino Galo, estiveram presentes e prestaram homenagens ao companheiro. “Orlando foi um expoente baiano que sempre esteve comprometido nas lutas em prol dos ideais socialistas e contra a ditadura militar que se iniciou em 1964”, ressalta o parlamentar.

 Familiares e amigos de Orlando lembraram a trajetória do militante, que chegou a Salvador no início dos anos 60 para dar continuidade aos estudos e foi fundador da organização revolucionária Política Operária (Polop), além de dirigente do Diretório Acadêmico de Engenharia da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e também da União dos Estudantes da Bahia (UEB). Orlando Miranda teve participação ainda como diretor do Sindicato dos Engenheiros da Bahia (Senge/Ba) e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA)  durante várias gestões, e atuou também no Sindicato dos Eletricitários da Bahia (Sinergia). Para Galo “o PT ficou órfão desse líder que sempre lutou em prol das nossas lutas”, finaliza.