segunda-feira, 30 de novembro de 2020
Esporte

BAHIA VENCE O CORITIBA DE VIRADA FORA DE CASA 1x2 E É O 9º NA TABELA

Leia o comentário de ZédeJesusBarreto para Coritiba 1x2 Bahia
Tasso Franco , da redação em Salvador | 16/11/2020 às 20:34
Coritiba 1x2 Bahia
Foto: Abari Rosa/ Gazeta do Povo

 O 2 X 1 está virando o placar preferido do Tricolor de Mano Menezes, uma equipe que não joga bonito, não encanta mas está vencendo, mesmo que apertado, e somando pontos.  O Coritiba, em casa e no desespero, abriu o placar logo aos três minutos de partida e deu um sufoco. 

Mas, com um belo gol de Elber, o Tricolor achou o empate ainda no primeiro tempo, quando já equilibrara as ações. A virada veio na segunda etapa num cruzamento de Zeca, que acabara de entrar no jogo; ninguém alcançou a bola fechada e a rede balançou.

 Ótimo resultado, mais um triunfo fora de casa, e os três pontos garantidos que levam o Bahia a 28, ainda no nono lugar, distanciando-se da zona de perigo e aproximando-se um pouco do grupo que pode se classificar para uma Libertadores de América.  Mano é pragmático, a equipe joga o suficiente pra ganhar.  Que assim seja, pois.
*
Couto Pereira 

- Casa do Coxa, o time com apenas 20 pontos, na zona de rebaixamento e com problemas de atletas positivados com o Covid. Arquibancadas vazias e uma boca de noite aprazível na capital do Paraná. Partida com gosto de decisão para o Coritiba. 

 - O Bahia conseguiu, sob o comando de Mano, dois triunfos seguidos, em casa e saltou para a 9ª posição, com 25 pontos. Vencendo, embala. É preciso mostrar força também fora de casa.   

 - Antes de a bola rolar, uma homenagem a Carlos Amadeu (ex-atleta e treinador da dupla Ba Vi e seleção brasileira de base), 55 anos, que morreu no fim de semana, de enfarto, na Arábia Saudita, onde estava trabalhando.
*
Bola Rolando

 Mal começou, e o Bahia voltou a tomar um gol ‘repeteco’ de tantos outros recentes.

- Gol ! 1 x 0 , aos 3 minutos, Giovane Augusto, escorando na pequena área um cruzamento de linha de fundo da esquerda, forte, de Wiliam Mateus, nas costas de Nino. A cobertura do lateral chegou lenta, Anderson Martins não alcançou na pequena área e Douglas espiou apenas.  

 - Aos 9 min, Elber recebeu nas costas da zaga, pelo meio, entrou de cara com o goleiro e... perdeu, chutou pra fora, como de hábito.

 A defensiva do Tricolor atordoada, Nino perdido na marcação, e o Coxa em cima, impondo um ritmo de muita velocidade e pegada, com mais apetite. Aos poucos o time baiano vai equilibrando. 
 - Aos 23’, Elber ganhou um rebote na esquerda, levou a marcação e bateu fraco . Aso 29’, Nino cruzou na cabeça de Fessim, a testada saiu pra baixo, rente ao poste. Aos 31’, Daniel levantou, cobrando falta, Lucas Fonseca raspou de cabeça, fora. 

 - Olhe o VAR !!!  Gol !? 2 x 0 Coritiba.  Uma bobeira na dividida no meio campo, entre Neilton e Mateus Bahia (a bola bateu no braço de Neilton), Giovane aproveitou a sobra, avançou livre, sem cobertura, chutou cruzado, a bola bateu no poste e entrou, mas ...  o árbitro foi chamado pelo VAR e anulou, cravou a mão do atacante Coxa. 

 Na sequência ...   

 - Gol ! Bahia 1 x 1, Èlber, aos 35 minutos; recebeu na área, livrou-se da marcação e bateu seco, rasteiro, cruzado, empatando a partida.

 Aos 39’, Nino entrou em velocidade, livre, pela direita ... mandou bala, pra fora. Aos 46’, o Tricolor entrou tabelando e Gregore foi travado, na cara do gol. Quase o desempate.
 *
  O Bahia levou um gol cedo, sentiu a pressão, a defensiva zonza, mas equilibrou depois que assentou e assimilou o golpe; a partir dos 30 minutos foi melhor, trabalhou mais próximo da área inimiga.  
 *
  No intervalo, saiu Anderson Martins (incômodo na perna), entrou Juninho. Um começo de segundo tempo embolado, corrido mas sem boas sequências de jogadas.  

Rodriguinho em campo, aos 13’, no lugar de Danilinho, que pouco apareceu.  Aos 15’, Fessim alçou na cabeça de Ronaldo, na frente da pequena área, mas a cabeçada não teve direção. Aos 16’, Neilton tentou o chute colocado da entrada da área, Douglas espalmou, salvando. Aos 20’, Zeca e Rossi entraram nos lugares de Mateus Bahia e Fessim. 

 E o ritmo foi caindo, a partir dos 20’. Aos 23’, escanteio do Coritiba fechando da esquerda, a defesa do Bahia pastou e o atacante Muniz perdeu o gol, livre, na pequena área. Ufa ! 

 - Gol ! 2 x 1 Bahia, aos 27 min. Zeca cruzou fechado da esquerda, de pé trocado, a defesa não alcançou, Rossi tentou, quase triscando, e a bola entrou. Todos comemoraram com Zeca... que estava fora da equipe fazia tempo, por conta do passamento da mãe dele. 

  O gol desesperou os coritibanos. Foram todos pra cima, então, no tudo ou nada, desordenadamente. Aos 31’, Marco Antonio no lugar de Élber. Um Tricolor, então, plantado, marcando mais atrás, na espera de um possível bote de contra-ataque.  E o jogo ficou dramático até o final, aos 50 min. No final,  deu Bahia.   
 *
 Destaques

  Gregore, sempre; Elber no primeiro tempo e Zeca, decisivo quando entrou. 
*
Escalações

- Coritiba: Wilson, Maílton, Sabino, Rodolfo e William Mateus; Hugo Moura, M. Sales e Matheus Oliveira;  Giovane Augusto, Neilton (Muniz) e Robson Fernandes.  Treinador interino, Pachequinho.

- Douglas, Nino, Lucas Fonseca, Anderson Martins (Juninho) e Mateus Bahia (Zeca); Gregore, Ronaldo e Daniel (Rodriguinho); Élber (Marco ANtonio), Gilberto e Fessim (Rossi).  Treinador, Mano Menezes. 
Arbitragem mineira, com VAR. No apito, Igor Benevenuto. 
*
-  O próximo jogo do Bahia, pela 22ª, é contra o RB Bragantino, em Bragança Paulista; sexta-feira, dia 20, às 20h.
**
 Nesta terça, 19h, tem Uruguai x Brasil, em Montevidéu, valendo pelas Eliminatórias da Copa do Catar/2022. 

*