quinta-feira, 09 de abril de 2020
Esporte

Copa sul-americana BAHIA VENCE NACIONAL NO PARAGUAI E SEGUE ADIANTE

Comentário de ZédeJesusBarrêto
ZédeJesusBarrêto , Salvador | 26/02/2020 às 21:39
Bahia voltou a voar no Paraguai
Foto: Felipe Oliveira

 

  Sem precisar de tanto esforço e sem passar sufocos o Bahia derrotou o Nacional do Paraguai ( 3 x 1) com os gols ainda na primeira etapa. Foi a primeira partida do Tricolor em campos paraguaios e o primeiro histórico triunfo do time fora de casa valendo por uma competição internacional.  Palmas para  o treinador e jogadores, pois. Com os resultados agregados, de Bahia 6 x 1 Nacional.  

 *

  Virada absurda

 Valendo pela Copa do Brasil, o Bahia de Feira terminou derrotado (3 x 2) pelo Paraná Clube e caiu fora da competição. Pior de tudo:  a equipe de Feira vencia por 2 x 0 até os 45 minutos do segundo tempo, jogando bem. Cochilou, vacilou, deu mole e levou três gols e a virada nos acréscimos. Um absurdo, sem desculpas.

**

  No Paraguai

- Estádio acanhado, localizado a cerca de 20 km de Assumpção, com capacidade para apenas quatro mil pessoas, e não mais que umas 500 nas arquibancadas.

 Arbitragem argentina.

- Com a bola rolando, só deu Bahia desde o começo, porque o time da casa foi todo pra cima, precisando reverter o placar de 3 x 0 sofrido na Fonte Nova e...  abriu-se todo na defesa.

- O Tricolor, com boa estratégia, aproveitou-se.  Logo no primeiro minuto, Elber perdeu gol feito, de cara, após bom passe de Rossi.  Um minuto depois ...

- Gol !  Bahia 1 x 0, Élber, recebendo em profundidade de Rossi, ganhando na velocidade e finalizando.  Aos 2 minutos. 

 - Controlando bem a partida, o time baiano teve chances de ampliar, sofrendo pouco defensivamente, apesar dos vacilos da dupla Lucas Fonseca/Juninho. Aos 28’, gol anulado de Rossi, impedido; aos 29’, outra chance clara desperdiçada.  Aos 30’, cruzamento de João Pedro e toque do zagueiro: pênalti !

 - Gol ! 2 x 0,  Gilberto bateu pênalti com calma e ampliou.

 - Gol ! 3 x 0, Gilberto, aos 40 min, recebendo passe da esquerda, de Rossi, e fuzilando de direita.

  Uma primeira etapa que definiu a classificação do Tricolor baiano, pelo placar agregado, então: 6 x 0.

*

  - Na segunda etapa, um panorama semelhante. A equipe da casa com mais apetite, querendo fazer seu gol, e o Bahia na moita, só apostando nos contragolpes, criando e perdendo chances. Daí ...

  - Gol ! 3 x 1, aos 4 minutos. Leandro batendo um  pênalti inventado pela arbitragem argentina;  Lucas Fonseca rebateu de cabeça e ele viu mão do zagueiro capitão tricolor.

 - Entraram Artur Cayke no lugar de Clayson e Fernandão no de Gilberto. Mais tarde, Daniel substituindo Élber. O Bahia seguiu administrando a vantagem, acomodando, sem maiores sufocos.

 - Aos 30 min, após blitz tricolor, Fernandão e Cayke perderam oportunidades claras de gol, de ampliar o marcador. Cinco minutos depois, Fernandão perdeu outra boa oportunidade. O Bahia por pouco não fez o quarto, aos 42’, em belo chute de Capixaba que triscou no travessão.  Aos 44’, Fernandão acertou o pé da trave paraguaia.

Ótimo resultado. O Bahia segue adiante na Copa Sul-Americana.

*

Destaques

Élber pelo primeiro tempo em alta voltagem; Rossi pelos passes decisivos, posicionamento coletivo.  Bem Gregore, Capixaba, Gilberto.

*

- No domingo, pelo Baianão, tem Vi x Ba no Barradão. As equipes aspirantes das duas equipes em campo.

**

  Nordestão

  - Nesta quinta-feira à noite, no Barradão, o time A do Vitória recebe o CRB.

  - Ceará 2 x 2 Botafogo (PB); Santa Cruz 2 x 1 Freipaulistando (em andamento).

 **

  Copa do Brasil

  - Paraná 3 x 2 Bahia de Feira.  A equipe baiana vencia por 2 x 0 até os 45 minutos da segunda etapa. Deram mole no final. O Bahia de Feira deu adeus, tá fora da competição quando tinha o jogo na mão.   

  - O Vitória pega o Lagarto na próxima fase da competição.