domingo, 23 de fevereiro de 2020
Esporte

BAHIA VOA NA ARENA E VENCE NACIONAL PELA SULAMERICANA POR 3X0

Com este resultado o Bahia leva grande vantagem para jogo no Paraguai dia 26 (Com informações do ECB)
Da Redação , Salvador | 13/02/2020 às 10:02
Literalmente, o Bahia voou
Foto: Felipe Oliveira
O Bahia mostrou muita vontade e, após dominar as ações por quase todo o jogo, venceu o Nacional (PAR) por 3 a 0, na Arena Fonte Nova, em sua estreia na Copa Sulamericana 2020, na noite desta quarta-feira (12).

Com o resultado, o Esquadrão leva uma boa vantagem para o jogo de volta, no dia 26, no Paraguai, e pode até mesmo perder por dois gols de diferença que mesmo assim avança à 2ª fase do torneio. Enquanto aguarda este duelo, o time de profissionais volta a campo neste sábado (15), às 16h, quando enfrenta o Ceará, no Castelão, pela Copa do Nordeste.

Em campo, o Bahia foi dominante, mas levou um susto logo aos 13 minutos, quando o rápido Franco ficou cara a cara com Anderson e obrigou o goleiro tricolor a fazer uma grande defesa. Depois disso, passou a rodear a área dos paraguaios com frequência e inaugurou o marcador aos 39, após linda jogada de Flávio e Rossi pela direita, culminando numa assistência perfeita do atacante para Gilberto anotar 1 a 0.

O Esquadrão ampliou dois minutos depois com um tento histórico. Em seu primeiro gol após quase dois anos de clube, o volante Gregore quebrou o jejum em grande estilo, marcando um golaço de fora da área, batendo colocado, no ângulo, para delírio da Fonte Nova.

O time saiu aplaudido para o intervalo e voltou no mesmo ritmo do final da 1ª etapa. Logo aos 4 minutos, Clayson fez ótimo lançamento para Gilberto, que chutou no canto para a defesa de Espínola. No rebote, Elber foi rápido e só empurrou para fazer 3 a 0.

Com o terceiro tento, o time diminuiu o ritmo aos poucos e administrou o resultado até o final da partida, levando uma boa vantagem para o jogo no Paraguai, daqui a duas semanas.

O Bahia atuou com Anderson; João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Flávio, Rossi (Daniel), Élber e Clayson (Arthur Caíke); Gilberto (Fernandão).