terça-feira, 17 de outubro de 2017
Esporte

MESSI leva Argentina a Copa e Brasil elimina o algoz Chile com 3x0

Na quinta-feira terems Vitória x Sport, em Salvador; e Palmeiras e Bahia, em SP. Comentário de ZédeJesusBarrêto.
zÉDEJESUSBARRÊTO , Salvador | 10/10/2017 às 23:02
Segundo o Olé, Messi: 'a la altura de dios'
Foto:
A seleção brasileira bateu com autoridade o Chile ( 3 x 0 ) na Arena Palmeiras (SP), fechando com chave de ouro a nossa participação nas Eliminatórias Sul-americanas. Com o resultado, eliminou o Chile, deixando-o fora do mundial na Rússia. A partida rendeu 15 milhões, recorde de arrecadação no país. 

 A equipe de Tite continua invicta. Os chilenos, com uma boa equipe, choram o resultado. Chorou inclusive a presidente do Chile, a Sra Bachelet, que estava presente no estádio.  

 Outro grande destaque foi a vitória da Argentina sobre o Equador, 3 x 1, de virada, com três gols de Messi. Que bom, para a Copa e para o futebol a presença argentina e do astro Messi, na Rússia.  O Peru empatou com a Colômbia, com um gol histórico de Guerrero, e ainda disputa uma vaga na Copa na repescagem, contra a Nova Zelândia.  
 
*
  Uma partida difícil

 Jogo pra pirão, nada de refresco, clima de Copa, estádio cheio. Talvez as duas melhores equipes sul-americanas no momento. Marcação sob pressão, todo o campo, ritmo intenso, disputa de bola renhida, muita pegada. Equilíbrio. 
  - Primeira grande chance brasileira aos 15’: pressão, tomada de bola, tabela com Gabriel e Neymar encarou o goleirão Bravo, que salvou.  Aos 38’, cruzamento da esquerda/Renato Augusto e cabeçada de Gabriel Jesus na linha da pequena área; Bravo prevaleceu. Foram as boas chances de gol que aconteceram nos primeiros 45 minutos.

   Partida bem jogada, dura, e a seleção de Tite com muitas dificuldades para articular as jogadas coletivas em função da obstinada e bem encaixada marcação chilena desde a saída de bola na defensiva brasileira. Time manhoso o Chile. Mas eles também não chutaram uma bola sequer no gol de Éderson, não ameaçaram, limitaram-se a cruzamentos altos e bolas paradas, sem efeito.  Brasil um pouco melhor, teve mais posse de bola, chutou mais, mas o gol não saiu.
*
   Na segunda etapa, outra história.

  - Gol !  1 x 0 Brasil, Paulinho, aos 9 minutos. Dani Alves bateu falta com veneno, de longe, bola quicando, Bravo deu rebote e Paulinho não perdoou.  O gol  exigiu uma mudança de postura dos chilenos, precisando sair, se abrir, tendo de ir para frente. Daí ... 

  - Gol ! 2 x 0 Brasil, Gabriel Jesus, aos 12 minutos. A equipe visitante avançou inteira e Phillipe Coutinho recuperou a bola no campo brasileiro, vislumbrou Neymar e enfiou a bola longa; Neymar livrou-se da marcação, livrou-se de Bravo e tocou para Gabriel Jesus só empurrar para as redes. 
   Os chilenos, desesperados, perderam a cabeça, fazendo faltas seguidas, insistindo nas provocações. Sabiam que a vaca estava indo pro brejo. 

Neymar tentou de falta, errou o alvo por pouco; numa arrancada pela esquerda encheu o pé mas só acertou a rede por fora.  Aos 33, de cabeça, quase Medel diminui, na melhor/única chance do Chile até então.  Aos 43’, num contragolpe de três contra dois, William (que substituiu Neymar) rolou para Firmino (entrou no lugar de Phillipe Coutinho), de cara, mas Bravo arrojou-se e salvou o terceiro.  
  - Gol !  3 x 0 , Gabriel Jesus, aos 46 minutos.  O Chile todo na área brasileira, até o goleiro Bravo, tentando o gol de honra. Daí, bola recuperada e William fez um lançamento longo primoroso no campo adversário, Gabriel Jesus entrou de bola, fechando o caixão. 
*
Destaques:
A serenidade do goleiro Ederson, estreante; Daniel Alves sobrando tecnicamente; sóbrios e eficientes Marquinhos e Miranda; defensivamente bem o lateral Alex Sandro; Cassemiro, Phillipe Coutinho, Gabriel Jesus com dois gols, o incansável Paulinho, Neymar ...   e a ótima entrada de William. 
 - Pena o Chile de Mendel, de Vidal, de Sanches, Valdívia, Vargas ...  fora da Copa. Assim é o futebol, jogos perdidos em casa, como o do Paraguai, afundaram o Chile.  

**
 Os demais jogos da rodada final das Eliminatórias Sul-americanas , todos no mesmo horário: 
- Equador 1 x  3 Argentina – então, Messi, La Pulga, o ‘melhor do mundo’, decidiu, resolveu, fez a diferença. Três gols.  E ‘los hermanos’ na Copa, pois. 
- Peru 1 x 1 Colômbia; - Uruguai 4 x 2 Bolívia;  Paraguai 0 x 1 Venezuela
*
 Eis os classificados na América do Sul: 
 - Brasil, Uruguai, Colômbia, Argentina.   
    Na repescagem, o Peru
**
   Eliminatórias/Europa

   Estão já confirmados na Copa 2018/Rússia:
   - A Alemanha, atual campeã do mundo; A França de Pogba e Griessman; A Espanha de Iniesta e Sergio Ramos;  Portugal, de Cristiano Ronaldo; e mais Inglaterra, Bélgica, Sérvia, Polônia e Islândia, um minúsculo pais do norte gelado com apenas 300 mil habitantes. 
   Restam na repescagem : A tradicional Itália, a Croácia, Suíça, Dinamarca, Suécia, Grécia, Irlanda e Irlanda do Norte. 
    A Holanda, de Robben, está fora. Adeus ‘Laranja Mecânica’. 

**
  Brasileirão Ba x Vi 

  Na quinta-feira, dia 12, feriadão de N.Sra Aparecida e Dia da Criança, o Vitória joga às 17 hs, no Barradão, contra o Sport do Recife. A missão do Leão da Barra é quebrar a inhaca e voltar a vencer na Toca. 
  Às 21 horas, o Bahia encara o Palmeiras, no Pacaembu (SP). O Tricolor de treinador novo, o Paulo Cesar Carpegianni. A equipe precisa vencer para não cair na zona. 
 Olhos acesos ! A luta continua medonha.