quarta-feira, 01 de abril de 2020
Economia

CORONAVIRUS: POPULAÇÃO DE SALVADOR COMPRA TUDO DE LIMPEZA NOS MERCADOS

Governo precisa adotar medidas para tentar conter desabastecimento que se afigura iminente
Tasso Franco , da redação em Salvador | 16/03/2020 às 13:13
Já começou o salve-se quem puder
Foto: OG
  Por mais que a população seja informada que não deve ter pânico com o coronavirus (Covid 19) já começou uma discreta corrida as gôndolas dos supermercados de Salvador que expõem produtos de limpeza, álcool, gel, papel higiênico, guardanapos de papel, Q-boa e outros. 

   Alguns supermercados visitados pelo BJÁ nesta segunda-feira, 16, mostraram isso. As gôndolas com alimentos não perecíveis com rapidez, como feijoão, arroz, macarrão, frango congelado e outros também estão com grande movimento e os repositores de produtos não param de trabalhar nessas áreas.

   A realidade é que a população está começando a estocar alimentos em casa temendo que o coronavirus se prolongue por muito tempo. Em alguns paises, como a Espanha, o governo já adotou algumas medidas preventivas estabelecendo limites de compras para alguns produtos e também limite de acesso de pessoas aos supermercados.

   No Brasil, com o presidente Bolsonaro pensando em conspirações e ainda sem estabelecer medidas para conter a onda do coronavirus, a bolsa de SP despencou hoje e o dólar voltou a valer R$5,00. Ninguém sabe o que poderá acontecer. Vale observar que, na Itália, por exemplo, o Exército já está nas ruas para conter distúrbios populares uma vez que ninguém consegue deter a população quando ela entra em pânico. 

   Ademais, a população mais pobre no Brasil é quem deverá sofrer mais, pois, não tem recursos para estocar alimentos. Os governos federal, estadual e municipal precisar analisar essa questão com muito bom senso. (TF)