quinta-feira, 22 de agosto de 2019
Economia

Agências de publicidade conquistam isenção de impostos

O Mandado de Segurança Coletivo para exclusão do ISSQN da base de cálculo do PIS e COFINS foi ingressado pelo Sinapro-Bahia
Rafael Veloso , Salvador | 12/06/2019 às 10:18
O Sindicato da Agências de Propaganda do Estado da Bahia (Sinapro-Bahia) ingressou com medida judicial para assegurar às suas associadas a exclusão do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) da base de cálculo do PIS e COFINS. O imposta representa 5% no orçamento das agências. A diminuição da carga tributária contribui para maior fluidez da atividade empresarial do setor, promovendo o seu desenvolvimento e expansão, manutenção e geração de empregos. A atual inserção do ISSQN na base de cálculo do PIS e COFINS gera créditos no pagamento desde outro imposto, o que será eliminado com a exclusão.
O Mandado de Segurança Coletivo foi ingressado com êxito nas cidades de Salvador, Feira de Santana e Vitória da conquista. Os interessados deverão entrar em contato com a Revio Assessoria Tributária e Tecnologia, empresa especializada e conveniada ao Sinapro-Bahia, através dos e-mails: operacional@revio.com.br ou ricardo@revio.com.br, para esclarecer dúvidas e obter as orientações técnicas necessárias para o aproveitamento dos benefícios da decisão judicial.