segunda-feira, 20 de novembro de 2017
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

DOM FRANQUITO foi conhecer o restaurante noviço de Salvador, o EGEU

Casa tem 4 meses de inaugurada e serve frutos do mar e carnes. Bons drinks e carta básica de vinhos.
02/06/2017 às 20:10

   O Restaurante Egeu, situado na Ladeira da Barra, é o noviço da cidade do Salvador. Tem apenas 4 meses de inaugurado, uma belíssima vista para a Baía de Todos os Santos e está sempre com bom público, especialmente a partir das quintas-feiras.

   A comida, pelo menos os pratos que testamos, yo e la señora Bião de Jesus, é de boa qualidade. Mas, não tinha sabor que se pode dizer além do padrão médio normal. Vale. 

   O atendimento dos garçons é cuidadoso, o local é clean, agradável e há três ambientes: uma varanda (não climatizada com vista para o mar, daí que só está aberta à noite porque é poente), um salão climatizado e uma área de bar interna com uma puxada externa para o jardim adjacente à Ladeira da Barra, onde se pode beber variados drikns.

   A casa tem uma carta básica de vinhos típicos para a classe média, entre brasis, espanhóis, portugueses, franceses, italianos, argentinos e chileneos - entre R$75,00 e R$250,00 - com rótulos agradáveis.

   Nós escolhemos um português Convento da Vila, do Alentejo, com tonalidade rubi, encorpado, aroma de frutas maduras, bem apropriado para quem gosta de algo amargo e que vai ficando leve a medida em que vai se degustando.

   A bruschetta Egeu servida de entrada estava deliciosa com um queijo de cabra no ponto, saboroso. Os pães, também, crocantes, deliciosos. Foi o melhor  da noite.

   A casa é uma badalação. Presença de muitos jovens na noite em que lá estivemos, casais descontraidos e alguns grupos. 

   Yo escolhi de principal para manjar um risoto Egeu com queijo de cabra, beringela e camarões em crosta de provolone e la señora Bião uma lula recheada com camarão e polvo; 

   De repente, volta o mâitre e pede desculpas pois a lula estava em falta. Ficamos um tanto desapontados com isso, mas, em se tratando de Bahia, a gente já se acostumou com essas desditas. 

   La señora então optou por um carrê de cordeiro.

   Diria que o riosoto e o carrê estavam até bem empratados, pero, apenas medianos. O risoto com o arroz que achei fora do ponto e os camarões salvaram do naufrágio. 

   O carrê muito vistoso, temperado um pouco além da conta. Deu pra levar. Não decepcionaram, mas, também não foram o que nós esperávamos que fossem.

   O Egeu só está começando. Creio que vai emplacar na temporada de verão que vem por aí quando a cidade recebe muitos visitantes e fica mais animada.

   Imagino que o proprietário, que soube ser mineiro, deve climatizar a varanda o que, se o fizer, vai dar uma up-grade e conquistar mais clientes na hora do almoço e nos happys-hours.

   A princípio pensa-se que se trata de um restaurante grego diante do nome, do Mar Egeu, que se situa na bacia do Mediterrâneo entre a Grégia e a Turquia. Mas, segundo Zé Carlos, o garçom que nos atendeu, é brasileirissimo.

   É um bom local, agradável, simpático e que presta um bom atendimento. Volto por lá um dia desses.

-------------------------------------------------

Restaurante Egeu

Av Sete de Setembro, 2830

Ladeira da Barra, Salvador, Bahia

Fone 71.98226-3426 / 99329-3220

Recomendável fazer reeserva

Convento da Vila R$79.50

Carrê de Cordeiro R$78,00

Risoto Egeu R$62,00

Bruschetta R$28,00

Água mineral R$4,00

Manobrista R$15,00

Cobra 10%

Aceita todos os cartões

Classificação 3 DONS