quarta-feira, 26 de junho de 2019
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

DOM FRANQUITO prova de um prato tipico alemão o Strong Bavarians

Os alemães são especialistas em salcichas com repolho e outros produtos
02/10/2015 às 15:04
Os alemães são práticos em gastronomia. Pouco elegantes. Certa época, quando a Alemanha ainda era a Prússia o imperador Frederico II importou franceses para ensiná-los boas maneiras e refirnar sua culinária. 

   Os prussianos eram tidos como capacitados na arte militar e salvo a elite palaciana eram rudes. O modelo prussiano ainda hoje é imitado por alguns exércitos. Pelo menos na disciplina. Também foram chamados holandeses para refinar os estilos das construções.

   Em Munique há bons restaurantes de cozinha internacional. Sendo a cidade mais rica da Alemanha tem muitos homens de negócios de outros países, daí esse requinte. Agora, a cozinha reservada a classe média continua básica.

   Ainda bem que yo a la señora Bião próximo ao hotel onde estávamos hospedados havia o Peter & Wolff, com garçom muito educado e experiente, e tinha - disse-nos - uma adoração pelo Brasil, embora não conhecesse o país, Estava glorificado com o 7x1 na seleção de Felipão, que considerava das melhores, imbatível.

   - O que teria acontecido? perguntou-nos.

   Não soubemos explicar. Dissemos que a 'canária' nunca havia tomado uma 'surra' daquelas na história.

   O Peter & Woltf é antiquissimo. Restaurante acolhedor, novissimo em reforma, contemporâneo, agradável.

   Diria que é um restaurante estilo clássico alemão com decoração bem comportada, motivos bávaros, orquideas, muito charmoso. E, claro na parede uma tradicional cabeça de cervo chifrudo. Que chamamos de viado galheiro.

   Em sendo assim, solicitamos um wine Josep Zeitlberg & Josep, austríaco, da familia Zweigelt.

   Zweigelt é uma uva vermelha desenvolvida em 1922 no Instituto Federal de Viticultura e Pomology em Klosterneuburg, na Áustria pelo professor Fritz Zweigelt, o qual cruzou a St. Laurent com o Blaufränkisch. 

   Agora, é a casta tinta mais cultivada na Áustria.

   O Josep é dry very dark purple color - seco muito escuro roxo - próprio para à noite e o frio.

   La señora Bião queixava-se muito do frio ao andar pelas ruas, às noites, neste outono em que as folhas das árvores começam a cair anunciando que vem inverno por aí e sopra aquele vento seco e gelado. 

   Nada melhor, portanto, do que um apreciável austrícao como o Josep.

   E para acompanhá-lo um prato bem típico dos godos, um Strong Bavárian - spicy beaf sausage from Baviera with apple and rostead potatoes - ou seja, uma salcicha apimenta alemã que é um inúmeros modelitos servidos por acá com batatas e repolho.
 Os alemães adoram repolho de todas as cores. Arroz não é servido em nehum prato típico da Bavária. Diria até que nem em nenhum outro prato, mesmo com peixes.

   Dizer que um Strong Bavárians dessa natureza é uma delícia seria exagerar. Trata-se de um básico, desgustável. Nada de especial. 

   Mas se tratando da culinária alemã, uma maravilha.
--------------------------------------- 
Restaurante Peter & Wolff
Arnulfstrasse 4 • 80335 
Munique - Alemanha
MO-SO: 11.30 - 23.30 UHR
Strong Bavariáns 24.50 Euros 
Vinho Josep Zeitlberg 23,60 Euros
Próximo da Central Station
Aceita cartões internacionais
Classificação 3 DONS