ter?a-feira, 18 de junho de 2019
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

DOM FRANQUITO no Al Carmo Ristorante saboreia um spaghetti carbonara

Simples, histórico, bem decorado, atendimento primoroso e comidinha gostosa
17/07/2015 às 10:16
É notória a penúria em que vive o turismo na cidade do Salvador. Já foi o destino mais procurado da região Nordeste e um dos mais destacados do país - segunda opção após o Rio - e hoje vive em situação critica, sem centro de convenções e sem uma programação artística e cultural que possa se revigorar.

   O turismo baiano em Salvador vive de duas galinhas de ovos de ouro: o Centro Histórico - especialmente o Pelourinho - e o Carnaval. É preciso cuidar mais delas porque senão os ovos de ouro viram de prata, depois de bronze e até chegar a condição de ovos de barro. Pra reconstruir fica dificil. 

   Então, o melhor é ajustar as situações enquanto é tempo. Veja que o Carnaval já enfrenta um forte concorrente no que tinha de melhor - o momo de rua - para o Rio de Janeiro e até para algumas cidades do interior de SP. Neste 2015, Ivete Sangalo e Claudia Leitte deram o fora em Salvador por dois dias.

   O Centro Histórico é abrangente: vai do Porto da Barra a igreja de Santo Antonio Além do Carmo; e na lista Oeste-Leste, da Praça Cairu, Conceição e adjacências até a Baixa dos Sapateiros. A mancha matriz, do São Bento ao Convento do Carmo, está precisando de mais zelo, mais cuidado, mais investimentos.

   Felizmente, apareceu esse grupo Massafera que está investindo na Rua Direita do Palácio (Chile) e entorno. No Pelourinho são raríssimos os investimentos privados e louve-se o Cuco Restaurante no Cruzeiro de São Francisco e o novo espaço para Alaide do Feijão, na rua Laranjeiras. 

   Os investimentos mais reclamados são dos governos federal, estadual e municipal. O IPHAN está atuando em alguns projetos e espera-se uma atuação mais firme do governo do Estado e da Prefeitura de Salvador. O Pelô está precisando de uma campanha institucional, de uma agenda mais propositiva.

   Ainda assim, com todos os seus problemas ainda há 'pieças' de resistência que vão da Sé ao Carmo. Falo, hoje, do Restaurante Al Carmo que fica localizado próximo ao Convento do Carmo e tem 17 anos funcionando - de vez em quando dá férias coletivas - com preços bons, atendimento primoroso, vista da varanda poente para a Baía de Todos os Santos deslumbrante e história no casarão e mobiliário.

   Afinal, situa-se no 42 da Rua do Carmo próximo a escultura 'Cristo Atado a Coluna' de Francisco das Chagas 'o Cabra' que fica na Igreja de Nossa Senhora do Carmo, vizinho a cruz do Pascoal e assim por diante. 

   E, claro, tem uma comida simples, cardápido enxuto, mui deliciosa. Rose, a garçonete, é bem baiana, alegre, dedicada.

   Recentemente estive no Al Carmo para uma bruschetta, uma budwaiser e um spaghetti carbonara e fiquei muito feliz diante da paz interior que proporcionada a varada do local, a vista para a Baía de Todos os Santos, o silêncio a navegar à minha vista.

   O local estava ocupado, também, por alguns turistas. Segundo Rose, os turistas são 80% da clientela do 42, sempre em pequenos grupos, querendo descobrir e astuciar a cidade do Salvador. Ficam encantados com a visão do Elevador Lacerda visto do local e com o sair das lanchas na Baía de Todos os Santos.

   A entrada ou petisco inicial e cortesia da casa é uma 'cumbuqinha' com amendoins torrados. Sugestivo, né! Amendoim sempre traz alegrias e com sal a gosto é ideal para uma gelada long-neck. A 'Bud' estava de trincar 'los dientes' e caiu bem.

   Claro que solicitei a Rose a bruschetta napolitana para complementar a entrada e el plato surgiu elegante, belo.

   La señora Bião de Jesus, mi companheira, não esteve comigo porque cuidava de suas aplicações na Bolsa de NY.
Conteitei-me, pois, a saborear o spaghetti a carbonara sozinho com meus botões. 

   - Que lhe pareceu - quis saber Rose.
 - Saboroso, respondi, acrescentando que mais não saboreei porque me satisfez por completo.

    Pronto. Esta é uma crônica bem singela. 

   Indo ao Carmo recomendo que vás conhecer o Al Carmo. Ambiente bem baiano, antigo como o local, decoração simples mas de bom gosto, e comidinha boa e barata.
------------------------------------------ 
Café, Ristorante e Bar Al Carmo
Rua do Carmo, 42 
Centro Histórico de Salvador
Próximo ao Convento do Carmo
Fone 55 (71) 3242-0283
alcarmoalcarmo@hotmail.com
www.alcarmo.com.br
Spaghetti Carbonara R$27,00
Long net R$8,00
Não tem ar condicionado
Ambiente arejadissimo
Classificação 3 DONS