sexta-feira, 05 de junho de 2020
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

DOM FRANQUITO belisca a salada crocante e as linguicinhas do VIASETE

Um ótimo lugar para jogar conversa fora no final da tarde e início de la noche
20/06/2014 às 09:53
  Da Cidade do México ao Rio de Janeiro é um pulo. De avião, óbvio. São culturas diferentes, algo como a água e o vinho. O Rio é descontração, mar, papinhos no happy hour, choppinho e assim por diante. O México é mais rancheiro, mariachis, trumpete e sombrero.

   O Rio, a cidade, é a cara de Salvador. São mais gêmeas do que Salvador e Pontevedra, na Galícia, ainda que somos simpáticos aos galegos. Então, em estada de poucos dias na Cidade Maravilhosa para visitar mi hija, demos um pulo no ViaSete um restaurante & café bem charmoso da Garcia D'Ávila, em Ipanema.

   Não falei que o Rio é alma gêmea de Salvador! A Garcia D'Ávila é uma das ruas mais chiques do Rio com aquelas grifes internacionais e os endinheirados dsfilando, espiando as vitrines e comprando. Tem muita azaração, também.

   Diz-se que Garcia D'Ávila era filho bastardo de Tomé de Souza, o primeiro governador geral do Brasil, o qual chegou a Bahia em 1549 para ser o mandatário do país. A Dilma daquela época. Mas, com muito mais dificuldades para percorrer o território. De Salvador ao Rio levava-se 20 dias de barco e não havia gps. Navega-se contornando a costa.

   Tomé voltou para Portugal em 1553 e Garcia D'Ávila permaneceu na Bahia se tornando um dos homens mais ricos da colônia portuguesa, expandindo seus negócios para Itapuã e Tatuapara, hoje, Praia do Forte, com a criação de gado e de um império em negócios do campo. 

   Foi, certamente, o primeiro empreendedor do agronegócio brasileiro. Teve um monte de filhos, inclusive com uma tupinambá chamada Francisca, nome aportuguesado.

   Coube a um sobrindo de Mem de Sá, terceiro governador geral do Brasil, Estácio de Sá ser convocado pelo tio para por fim da ocupação francesa na capitania do Rio (trechos da capitania de São Tomé) e fundar a cidade do Rio de Janeiro, em 1º de março de 1565.

   Portanto, estando na Garcia D'Ávila para um fim de tarde e inicio de noite agradável no ViaSete, na área externa, vendo as pessoas passarem pisando na história, nada melhor do que atualizar a vida política nacional com a mestra Maria Tereza e mi hija Nara que é expert em ajustar comportamentos de politicos com su empresa el Sobrado. 
 O ViaSete tem uma gastronmia a base de legumes orgânicos, grelhados em carnes, peixes e aves. Nada radical, tanto que escolhemos para brindar nosso papo saladas crocantes e um misto de linguincinhas. 

   A señora Tereza teria outros compromissos e não pode ficar mais tempo. Deliciou-se com uma caipirosca especial e, se quizesse, poderia ter experimentado os cogumelos grelhados da casa que são muy saborosos.

   Tal como o rei da Espanha abdicamos do choppinho e preferimos as long-necks: yo com a Heinekeen e a Nara com uma mexica.

   Mais agradável do que isso só retornando ao ViaSete. Vale, e como vale.

------------------------------------- 
Restaurante e Café ViaSete
Rua Garcia D'Ávila, 125
Fone 21 2512.8100
Aceita todos os cartões
Média de preço do prato R$45,00