sexta-feira, 03 de julho de 2020
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

DOM FRANQUITO cai de boca no FEIJÃO DO LINDU, o melhor de Camaçari

Dom Franquito ainda levou um farnel de cocadas para casa
14/09/2013 às 13:10
 Diz o folclore camaçariense que, quando Lindu começou a produzir seu hoje famoso feijão no bairro da Bomba, numa modesta tenda já com o nome de Feijão do Lindu, se trancava na cozinha e não deixava ninguém espiar, para não copiarem a receita. Só abria a porta do cômodo depois que o feijão estava pronto e saía do local pedindo uma cerveja gelada para resfrescar o corpo.

   Isso foi no ano de 2000 quando o ex-feirante e ex-operário da montagem do Pólo Petroquímico, hoje com 65 anos de idade, instalou o restaurante com o adjutório da familia e foi crescendo, foi vendo a tenda se transformar num local espaçoso, mas, modesto, casa ampla e já com primeiro andar para eventos do feijão amigo e 100 lugares. 

   -Camaçari mudou muito e nós também crescemos juntos. Antes, a gente sabia quando alguém morria por aqui, iamos aos velórios, aos batizados, aos casamentos, e hoje a gente só sabe das coisas muito depois dos acontecidos, diz Lindu, com saudosismo. 

   Seu nome de batismo é Arlindo Santana, natural de Salvador mas camaçariense de coração, e que todos só o conhecem por Lindu, apelido que pegou desde o tempo em que se meteu na politica, foi feirante e dirigente esportivo.

   Devoto de Santo Antonio, Lindu, hoje, diz que não há mais segredos na cozinha, existe uma equipe de profissionais atuando para atender tantos clientes, mas, a qualidade do feijão, o sabor, é o mesmo dos tempos idos. 

   Tanto isso é verdadeiro que a casa só anda cheia, de segunda a domingo, só para o almoço, que pode ir até às 4 da tarde, pois, o lema do restaurante é almoço até a hora que o feijão acaba.

   Pra meio de conversa, já que demos alguns pitacos sobre Lindu, nada como tomar uma Original daquelas de trincar os dentes e experimentar o famoso feijão.

    Maurício Bacelar, que me levou para conhecer o feijão de Lindu, dividiu comigo um feijão mini para duas pessoas, este que você vê na foto, que de mini não tem nada e é servido num aribé com todos aqueles ingredientes deliciosos, chouriço, carnes, temperos e o feijão novinho, carioquinha, de comer até se fartar.

   Quem nos atendeu, além de Lindu que fez parte de nossa mesa, foi um dos seus filhos, Leo, garçom estiloso e esperto que não demorou a nos servir. De quebra, a bela Luana, filha caçula do "home", veio fazer cumprimentos à mesa. 

   Diz Lindu com orgulho: - Essa é nossa gerente. E, claro, bebe sua inseparável cerveja de todos os dias.

   Diria que é o feijão servido em Lindu é para não sobrar nada na cumbuca.
Pra sobremessa o garçom Bacalhau nos trouxe cocadas, estilo puxa, a ainda levei meia dúzia para casa.

  
---------------------------------------------- 
Restaurante Feijão do Lindu
Rua Nova Divinéia, 135, bairro da Bomba (também chamado de bairro Natal)
Camaçari, Bahia
fones 71-8869-2859 e 8418-0626 3644-2218
Feijão para 2 pessoas (mini) R$27,50
Feijão para 3 pessoas (pequeno) R$38,50
Feijão para 4 pessoas (médio) R$60,00
Feijão para 6 pessoas (familia) R$77,00
Aceita todos os cartões
Ambiente arejado. Primeiro andar climatizado
Tem ambiente avarandado
Recebe todos os cartões