quarta-feira, 01 de dezembro de 2021
Direito

COLOMBIA PRENDE O MAIOR TRAFICANTE DE DROGAS DAS AMÉRICAS, OTONIEL

Presidente Ivan Duque classificou como maior traficante do mundo (Com El Periódico, de Bogotá)
Da Redação , Salvador | 24/10/2021 às 09:19
Dairo Antonio Úsuga David, conhecido como Otoniel, como líder máximo do Clã do Golfo.
Foto: El Periódico
   Neste sábado, em um esforço conjunto entre as Forças Militares, a Polícia Nacional e a Procuradoria Geral da República, foi realizada a captura de Dairo Antonio Úsuga David, conhecido como Otoniel, como líder máximo do Clã do Golfo.

O Presidente da República, Iván Duque, compareceu ao local da captura para se manifestar, ao lado dele estavam o procurador-geral Francisco Barbosa, o Ministro da Defesa, Diego Molano; e os comandantes das forças militares e da Polícia Nacional. O presidente classificou o evento como "a captura mais importante do mundo" de um líder do narcotráfico, o "golpe mais duro para o narcotráfico neste século na Colômbia" e "comparável apenas à queda de Pablo Escobar".

O presidente classificou o evento como "a captura mais importante do mundo" de um líder do narcotráfico, o "golpe mais duro para o narcotráfico neste século na Colômbia" e "comparável apenas à queda de Pablo Escobar".

"Quero informar que uma operação conjunta, articulada e meticulosa foi realizada, sob o nome de Operação Osíris, e nesta operação Dairo Antonio Úsuga, conhecido como Otoniel, líder máximo do clã do Golfo, foi capturado," Duque disse em uma conferência de imprensa.

O chefe de Estado colombiano o descreveu como "assassino de policiais, soldados, líderes sociais" e recrutador de menores para as fileiras de seu grupo armado ilegal, também conhecido como Autodefensas Gaitanistas de Colômbia (AGC).

“Ele também é conhecido por aquela demência que o levou a abusar repetidamente de crianças e adolescentes. Ele não estava apenas no cartel dos mais procurados pelo narcotráfico e recrutamento, mas também pelo abuso de menores”, acrescentou o presidente colombiano. confirmou a notícia do forte militar Tolemaida, departamento de Cundinamarca.

Alias ​​Otoniel registra 122 mandados de prisão e 7 medidas de segurança, por crimes como homicídio, recrutamento ilícito, conspiração para cometer crime, sequestro por extorsão, terrorismo, porte ilegal de armas e tráfico de drogas, entre outros.