sexta-feira, 07 de agosto de 2020
Direito

ITÁLIA: POLICIA DE NOVARA PRENDE HOMEM 77 ANOS QUE COMANDAVA SEITA SEX

Com Corriere Della Sera
Tasso Franco , da redação em Salvador | 20/07/2020 às 15:02
Jovens eram abusadas sexualmente
Foto: CD
  A polícia de Novara, na Itália, desmantelou nesta segunda-feira (20) uma espécie de seita, liderada por um homem de 77 anos, que era um local de abusos de menores de idade e de mulheres.

Segundo a investigação da Delegacia local, que contou com a parceria do Serviço Central de Operações, a prevalência dos adeptos da seita era do sexo feminino e composta majoritariamente por menores.

O líder do grupo foi indiciado por associação criminosa destinada à escravidão e por cometer "numerosos e graves crimes de âmbito sexual, também com danos de menores". Além de prisões em Novara, a polícia também fez busca e apreensão na cidade de Milão, Turim e cidades menores da região.

Havia uma "psychosetta" em Novara, liderada por um homem de 77 anos, em que os seguidores, especialmente mulheres, por sua vez escravizaram vítimas e cometeram crimes sexuais, mesmo em menores. Foi a polícia de Novara e o SCO (Serviço Operacional Central) que mataram com blitz ao amanhecer na segunda-feira (20 de julho), entre 26 buscas pessoais e 21 buscas locais em Novara, Milão, Gênova e Pavia. 

A investigação é coordenada pela DDA do Ministério Público de Turim. Segundo a investigação, que durou anos, a seita, que tinha filiais em Milão e Pavia, não passava de uma associação criminosa destinada a reduzir a escravidão e o cometimento de inúmeros crimes graves na esfera sexual, mesmo em detrimento de menores. . Todos os suspeitos foram denunciados à solta.

Ofensas por 30 anos

Com práticas de lavagem cerebral e doutrinação, as vítimas foram recrutadas e meninas e meninas forçadas a práticas sexuais. A "psicossomática", de acordo com os pesquisadores da equipe Novara e Sco, atua há cerca de 30 anos.