ter?a-feira, 11 de agosto de 2020
Cultura

LOBISOMEM TEME NUVEM GAFAHOTOS E PINGUINHA QUER IR PARA BANCO MUNDIAL

Lubi faz reunião do Conselho Político por videoconferência e toma decisões importantes
Tasso Franco , da redação em Salvador | 28/06/2020 às 07:08
Gafanhoto argentino ameaçador
Foto: DIV
O jornalista Tasso Franco publicou neste domingo, 28, no portal literário wattpad a 13ª crônica do seu livro Lobisomem de Serrinha, a nuvem de fogo e o fim do mundo, falando da nuvem de gafanhotos argentina e do desejo do conselheiro Pinguinha Flores tamém ser nomeado para o Banco Mundial. Confira abaixo. Todas as crônicas v ler no wattpad.

LOBISOMEM TEME NUVEM DE GAFAHOTOS E PINGUINHA TAMBÉM QUER IR PARA BANCO MUNDIAL


Essa pandemia do coronavirus tem sido um abalo sísmico nas nossas relações de amizade, nos negócios, nas atividades físicas, no lazer e tudo mais. Já estou há 3 meses sem beijar minha neta Sol, sem poder aparar meus pelos na Barbearia do finado Soté, sem tomar uma cervejinha gelada no Canteiros, sem ir prosar no Boteco do Teco, sem assistir a pregação do santo bispo na catedral do Largo da Usina e tudo isso é um horror.

Felizmente, como nossa aldeia está antenada com o mundo, usamos a internet pra tudo até pra pedir uma sacola contendo beijus de dona Danda ou um litrão de umbuzada do Bar de Sêo Moacir, assim, realizamos a primeira sessão remota online do nosso Conselho Político que se reunia, frequentemente e de forma presencial no Boteco do Teco, mas, desta feita, comandei a sessão aqui da sala do meu sitio no Oséas Bairro, secretariando-me e anotando frases e ações dos conselheiros para a confecção da ata, a senhora minha consorte e amada Ester Loura, com todos os conselheiros em tela.

Tomou posse na vaga aberta com o passamento do conselheiro Alírio Vermelho, o empreendedor Toinho do Caminhão, eleito por mérito e votos em urna, que recebeu as boas vindas de todos nós e disse de sua alegria e honra em participar do C.P. Também em tela como convidados o filósofo Pato de Almeida, a conselheira espiritual Ó Santa e o artista plástico e pintor de letreiros Bino dos Carneiros.

Promovemos na inicial uma homenagem a Alírio tendo feito uso da palavra o nobre conselheiro Tolentino Caneco, nosso homem das leis, o qual enalteceu a figura do ex-servidor da Sucam a empresário, que Deus o tenha na sua glória, e mais exaltou com veias estufadas tal a emoção, que Serrinha perdera um "grande homem, honrado, biriteiro mor e cumpridor de obrigações consigo, com a Pátria e com o próximo".

Em seguida promoveu-se uma oração para São Pedro visto que na segunda-feira, 29, é seu dia santificado ele que se chamava Simão e tornou-se bispo de Roma e primeiro papa, portanto, fundador da igreja católica a pedido de JC. O messias da Judéia (não confundir com Messias do Planalto Central) o apelidou de "Pedra" para que sobre esta edificasse sua igreja.

E isso aconteceu 30 anos depois da morte de JC e Pedro, o apóstolo dono das chaves do céu, permaneceu 37 anos no poder, sendo o papa que ficou mais tempo no pontificado até os dias atuais, sendo substituído por Lino quando bateu as botas.

Sessão em andamento foram analisados os seguintes temas: a pandemia do coronavirus, a demissão do ministro da Educação, o adiamento das eleições municipais e a nuvem de gafanhotos que ameaça Pindorama.

Em questão de ordem, o primeiro a falar foi o filósofo Pato de Almeida, o qual enalteceu as ações do alcaide Dr Silva e disse que, não fossem elas, inclusive a abertura do comércio semana sim; semana não, uma inovação nacional, já teríamos muito mais mortes pela Covid. E que, das 1.700 registradas na Bahia consta entre nós apenas duas almas, uma delas com 92 anos e outra com 85, já sofrendo de outras comorbidades e que foram conduzidas a outra esfera espiritual.

Dada a palavra ao conselheiro Pinguinha Flores este se disse estarrecido em saber que o diretor do Banco Mundial a ser nomeado pelo Brasil, provavelmente o ex-ministro Abraão Wei... (não acertou falar o nome do homem completo) irá ganhar R$115 mil por mês o que significava 115 vezes a mais do que ele aufere na loja de miudezas onde trabalha no Beco da Lama. Pediu a dona Ester que constasse na ata que, precisava trabalhar algo em torno de 10 anos para atingir o salário mensal do digno diretor, o que era um absurdo, "uma ignominia, uma aberração".

Ester disse que anotaria o pedido e tocou a sineta pedindo moderação nas palavras do ínclito conselheiro ressaltando que a vida como ela é. "Há marajás no Goiás Velho e há a plebe rude na Serra", fraseou.

Pinguinha rebateu educadamente o dizer profético da senhora Ester e solicitou que nosso Conselho fizesse gestões junto aos senadores da nossa aldeia, aos deputados federais, aos nossos políticos, no sentido de também nomeá-lo para o Banco Mundial justo ser merecedor.

Em aparte, o conselheiro Arieto Teco quis saber se Pinguinha falava inglês, dominava o idioma de Shakespeare uma vez que o cargo é em Nova Yorque e se o mesmo precisa de qualificação técnica.

Pinguinha com a palavra: - Isso é de menos. 'Zetraub' também não sabe a missa metade do que exige o BM e será empossado no cargo. Tomo um curso rápido aqui no Curso Peixe e esnobou: "To be a fish out of water". Foi o que disse pescado de um papel sobre a mesa. Ou seja, não é um peixe fora d'água.

Como presidente da sessão disse que faria gestões nesse sentido e passei adiante o tema adiamento das eleições municipais.

O edil conselheiro Reizinho comentou ser contra o adiamento do pleito até porque já vem trabalhando sua reeleição. Sugeriu também que me candidatasse a um assento no Palácio Nogueira, o que significava ser postulante ao cargo de alcaide, o que mereceu aplausos dos demais conselheiros, mas, o veto da Ester.

- Se algum dia este senhor que divido o nosso lar for candidato a alguma coisa na política encaminharei meu divórcio junto ao Dr Marcelino, frisou.

Tolentino Caneco se admirou!: - Dona Ester, o doutor Zé Marcelino já faleceu há anos.

- Procurarei, então, Dr Alvaro Ferreira, retrucou Ester.

Senti que o clima não estava bom a passei adiante para o novo assunto: a revelação do raio de 709 km que cortou os céus do Brasil, em 2018, recorde mundial, e a nuvem de gafanhotos que se desloca da Argentina para o Rio Grande do Sul.

Bino pediu a palavra e disse que uma ponta do raio, após 2 anos, passou sobre a Serra na última quinta-feira. Mostrou uma foto e destacou que dificilmente os gafanhotos argentinos "Schistocera Sancellata" chegariam a Serra. Que a distância era grande e eles morreriam no caminho.

Ó Santo, em lúdica intervenção, lembrou que o mundo estava, de fato, se aproximando do fim, as nuvens de fogo a cada dia sobrevoam a Serrinha e que a nuvem de gafanhotos representava a 8ª das 10 pragas do Egito. Segundo Êxodo uma "nuvem de gafanhotos ataca plantações: Nesta praga, pela oitava vez o Senhor tocou no povo egípcio a fim de fazer justiça e libertar seu povo; enviou um vento que passou seguido de inúmeros gafanhotos devorando muito do que possuía o faraó".

Em aparte, Pinguinha Flores que a essa altura já tinha bebido quase 1 litro de licor de Jenipapo de Dona Leda, mais preocupado em assumir o Banco Mundial do que de qualquer coisa, fraseou: - Empossado, conseguirei um financiamento no BM para erguer uma rede de proteção sobre a Serrinha, malha fina, e em vindo esses gafanhotos em nossa direção, capturaremos todos, temperaremos e depois exportamos para a China.

Ouviu-se aplauso numa das telas, a do novo conselheiro Toinho do Caminhão, com o arremate: - Se os chineses comeram quase todos nossos jegues essa ideia de vender os gafanhotos para Pequim é uma boa.

E assim foi encerrada a sessão, Ester benzendo-se como o detetive Murdock, de Toronto, e indo fazer uma oração para São Pedro