domingo, 23 de fevereiro de 2020
Cultura

BINGO CANTA WALDICK EM DUETO E DÁ AUTÓGRAFOS NA BARRA

Jornalista publica 5º capítulo das aventuras do galo Bingo cantor no aplicativo wattpad
Tasso Franco , da redação em Salvador | 12/02/2020 às 19:22
Leia o 5º capítulo de "As Aventuras do Galo cantor da Bahia"
Foto: VG
   O jornalista e escritor Tasso Franco publica hoje no aplicativo canadense Wattpad (baixe para ler) ou www.wattpad.com o 5º capítulo de "As Aventuras do Galo cantor pop da Bahia" e revela como ele ficou famoso depois de participar do programa nacional "Prosaico" de televisão e, hoje, tenha até um clube de fãs.

   Bingo se empoderou todo quando soube que seu nome era destaque nas rodas de conversas da cidade, no pé do balcão da tenda de Naninho, no Mercado Modelo, no Restaurante do Moreira, no Mocambinho, no balcão da Padaria Bola Verde, na Cantina da Lua e até nas rodas mais sofisticadas como no Árabe Gustafá, no vegano Cenoura e no asiático Tokayn.
 
  Dona Flor da Manhã o advertiu: - Espero que a fama não lhe suba a cabeça como aconteceu com alguns artistas da música Axé e se mantenha humilde e colaborando com a venda dos cocos, comentou.

  O galo respondeu: - Tenho maturidade e juízo no lugar. A senhora pode ficar tranquila e vou ser a mesma pessoa de sempre. Ou melhor, o mesmo animal que conheceste caído na sarjeta.

   - Assim espero. Tenho visto muito espanador que desfilava neste circuito do Carnaval virar pavão e depois se apagar. A fama é passageira e é preciso saber aproveitá-la na dose certa, comentou Flor.

  - Esqueça! Vou ser igual a Roberto Marlos. Durar para a vida eterna, reservado, rico, discretíssimo, confidenciou o galo.

   Neste dia o galo recebeu a visita de duas personalidades baianas, os doutores Bonfim e Pina, e cantou em dueto uma música de Waldick Soriano. Ele galo vai longe.