quarta-feira, 08 de julho de 2020
Cultura

Pele Negra, Máscaras Brancas realiza Conversando com Fanon em Salvador

Produção realizará ensaios abertos e debates sobre o processo criativo da obra que fará apresentações no Sesc Belenzinho
Théâtre Comunicação , Salvador | 13/01/2020 às 09:26
Pele Negra, Máscaras Brancas
Foto: divulgação
O espetáculo Pele Negra, Máscaras Brancas foi a montagem com maior número de público em 2019, com cerca de 12 mil espectadores em apenas oito meses, três temporadas (Teatro Martim Gonçalves; Espaço Cultural da Barroquinha e no Teatro do Goethe Institut), duas apresentações esgotadas no projeto Domingo no TCA e uma no Festival Internacional de Artes Cênicas (FIAC-2019).
  O sucesso extrapolou todos os limites e barreiras impostas pelo racismo cultural da Bahia e do Brasil, atingindo positivamente público e crítica, rompeu as fronteiras locais e de 24 de janeiro a 02 de fevereiro fará seis apresentações no Sesc Belenzinho, em São Paulo, de sexta a domingo, teatro reconhecido por sua programação diversa, de qualidade e acessível para todos.
  Desde o início do processo criativo, a produção, diretores, atuantes, artistas criadores e dramaturgo buscaram formas de externar socialmente a filosofia de Frantz Fanon através do Conversando com Fanon, que volta gratuitamente dias 16, 17 e 20 de janeiro, na Casa d’Itália. Antes do bate-papo, o público poderá assistir ensaios abertos da montagem. Ação ocorrerá das 10 às 13h, com retirada de senha meia hora antes. 
  Nesse espaço, elenco e demais artistas criadores do espetáculo farão trocas profundas sobre o processo criativo, de produção, musicalidade, visualidade e os mecanismos de divulgação e difusão utilizados pela comunicação do espetáculo.  “É uma oportunidade do espectador ter acesso aos pensamentos e a poesia que orientam as áreas criativas do espetáculo. Além de enriquecer a compreensão dos atuantes, uma vez que equipe e elenco compartilham conhecimento”, explica Onisajé, diretora do espetáculo , que é uma realização da Cia de Teatro da Ufba e produção Da Gente Produções.
  A personagem Taiwo, em meio a guerra contra o regimento único: “Conhecimento é poder! Saber ser é ter poder! Então ...”. Esse é um dos principais objetivos do espetáculo, alertar ao povo preto a importância de conhecer sua história, para que assim possa ocupar lugar de fala e poder. “Viajar em menos de um ano de estreia mostra e comprova a atualidade, a qualidade, a pertinência da montagem”, enfatiza Onisajé.
 
Programação do Conversando com Fanon
16/01  - Aldri Anunciação (Dramaturgia) e Joana Bocannera (Voz/Canto)
[17/01 - Edileuza Santos (Corpo/Coreografia), Thiago Romero e Tina Mello (Direção de arte), Luciano Bahia (Direção musical/Trilha) e Nando Zâmbia (Iluminação)
20/01 - Onisajé e Licko Turle (Direção), Rafael Brito/ Thèátrê Comunicação (Comunicação), Luiz Antônio Sena Jr., Anderson Dantas e Berg Nunes (Produção)
*Os ensaios abertos ao público serão das 10 ás 11:30 e o Conversando com Fanon das 11:30 ás 13h