segunda-feira, 13 de julho de 2020
Cultura

III Encontro Internacional de Mães e Familiares de Vítimas do Terror

Tem início em Salvador, nesta quinta-feira (17), o III Encontro Internacional de Mães e Familiares de Vítimas do Terrorismo de Estado. O evento será encerrado no dia 20, domingo.
Da Redação , Salvador | 17/05/2018 às 10:38
Apartir de hoje até dia 20
Foto:

A abertura será às 8 horas na Faculdade de Economia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Praça da Piedade. Dentre outras, participarão representante das Mães da Bahia, Rute Fiuza e Aluízia Loló; representação das Mães do Rio de Janeiro, Glaucia Santos; representante das Mães de SP/Mães de Maio, Débora Silva. Presentes também representações da Rede de Mães, Mães do Ceará, Mães do Xingu, Mães de Minas Gerais, Mães dos Estados Unidos e Mães da Colômbia.

Às 9 horas está prevista a Mesa de Debate: Os impactos Psicossociais do Terrorismo de Estado e as possibilidades de Rede de Cuidado e Assistência para a população negra. O debate contará com Rute Fiúza e Débora Silva, representantes de Mães Vítimas do Estado; Djean Ribeiro e Jeane Tavares, do Conselho Regional de Psicologia; Eva Rodrigues, Defensoria Pública do Estado da Bahia; Tânia de Palma, do Instituto Loreta Valadares.

Das 14h30 às 17 horas está prevista uma Mesa de Debates com autoridades para discussão da criação do Fundo Estadual de Reparação Econômica, psíquica e social aos familiares e vítimas por parte do Estado e demais encaminhamentos. Participarão os vereadores e vereadoras Aladilce Souza (PCdoB), Hilton Coelho (PSOL), Marta Rodrigues (PT), Silvio Humberto (PSB) e os deputados estaduais Neusa Cadore (PT), Bira Côroa (PT) e Marcelino Galo (PT). Presentes também o Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Yves de Roussan (Cedeca-Bahia), Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Defensoria Pública (Ouvidora e Defensora), Ministério Público do Estado da Bahia, Ordem dos Advogados da Bahia (OAB-Bahia) e Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado (Sepromi).

“O Encontro da Rede Nacional de Mães e Familiares de Vítimas do Terrorismo do Estado tem o objetivo de fortalecer a luta por Justiça daqueles que perderem seus familiares, dando visibilidade às violações de direitos perpetradas pelo Estado, além de ser um momento de troca de experiências entre os familiares, que vivem o cotidiano da ameaça e da repressão, e buscam a construção da memória de seus filhos”, conclui Rute Fiúza, uma das coordenadoras do evento.