segunda-feira, 21 de outubro de 2019
Cultura

Onde ver as séries indicadas ao Emmy. Nós mostramos o caminho (NF)

Veja como assistir todas as séries
Nara Franco , Rio | 19/09/2017 às 18:10
The Crown
Foto:
Você é daqueles(a) que adoram as premiações da indústria cinematográfica americana? É viciado(a) em séries? Então você está matéria certa. Tudo bem que o Emmy foi ontem e que não deu para ver tudo e acertar no bolão. Mas ainda dá tempo de conferir as principais produções do ano. 

Se você não sabe onde ver, BJá dá as dicas:

Westworld: a série é exibida pelos canais HBO. Apesar das 22 indicações ao Emmy (o maior número de indicações), ganhou apenas nos quesitos técnicos. É transmitida desde 2 de outubro de 2016 e baseada no filme homônimo de 1973, que foi escrito e dirigido pelo escritor norte-americano Michael Crichton, e também em sua continuação, Futureworld, de 1976. 

A história é passada em um futuro tecnologicamente avançado e centrada em Westworld, parque temático que simula o Velho Oeste povoado por androides sintéticos apelidados de "anfitriões. Os visitantes podem fazer o que quiserem dentro do parque, sem seguirem regras ou leis e sem medo de retaliação por parte dos anfitriões. O elenco conta com Anthony Hopkins, Evan Rachel Wood e Thandie Newton. A segunda temporada está prevista para estrear em 2018. 

Stranger Things: criada, escrita, dirigida e produzida pelos irmãos Matt e Ross Duffer, Stranger Things está disponível na Netflix. Recebeu 18 indicações ao Emmy, mas decepcionou. O destaque foi a indicação de melhor atriz para a jovem Milli Bobby Brown. 

A série se passa na década de 1980 e tem inúmeras referências à obras de Steven Spielberg, John Carpenter e Stephen King, considerados as grandes inspirações dos Irmãos Duffer para a realização do projeto. Na trama, um garoto desaparece misteriosamente na pequena cidade de Hawkins e faz seus amigos partirem por sua busca. A primeira temporada foi exibida ano passado com oito episódios. Em 31 de agosto de 2016, a Netflix confirmou oficialmente a produção da segunda temporada que contará com nove episódios e está programada para estrear em 27 de outubro de 2017.

Big Little Lies: drama exibido pela HBO, criado e escrito por David E. Kelley e baseada no romance de mesmo nome de Liane Moriarty. Concorreu a 16 prêmios e levou dois importantes: atriz e ator coadjuvantes. A série começou a ser filmada em janeiro de 2016 e é composta por sete episódios, todos dirigidos por Jean-Marc Vallée. Foi lançada em 19 de fevereiro de 2017 e concluída em 2 de abril de 2017. Tem no elenco Laura Dern, Resse Whiterspoon, Nicole Kidman e Alexander Skarsgard. 

Veep: comédia que vem dominando o Emmy há pelo menos sete anos, mostra os bastidores da política norte-americana com humor ácido. É exibida pela HBO. Julia Louis-Dreyfus, a protagonista, já recebeu 18 indicações e esse ano levou o sétimo prêmio consecutivo de melhor atriz de comédia. É humor político de primeira qualidade. 

The Crown: disponível na Netflix , recebeu 13 indicações para o Emmy. Narra a história do do reinado de Elizabeth II desde sua acensão ao trono inglês. É uma das séries mais caras da história graças ao esmero da produção. Tem excelente elenco com destaque para o ator John Lithgow como Winston Churchill e Claire Foy como Elizabeth II. A séria foi criada por Peter Morgan e foi ao ar pela primeira vez em novembro de 2016. Foi vencedora do Globo de Ouro de Melhor Série Dramática e também do Globo de Ouro de Melhor Atriz em Série Dramática, para Claire Foy, em 2017. A segunda temporada estréia em dezembro deste ano. 

This is Us: exibida pela rede NBC, é um drama familiar com toques de comédia que já chegou a terceira temporada. A série é uma crônica da relação de um grupo de pessoas que nasceram no mesmo dia. Rebecca e Jack são um casal esperando trigêmeos em Pittsburgh. Kevin é um belo ator de televisão que está cansado de fazer papéis superficiais, Kate é uma mulher obesa que vive uma eterna luta para perder peso e Randall reencontra seu pai biológico que o abandonou quando ele era apenas um bebê recém-nascido. This Is Us quebrou recordes de audiência antes mesmo da sua estreia.

 O primeiro trailer foi o mais assistido das estreias de 2016–2017, chegando a ser visualizado mais de 70 milhões de vezes no Facebook em menos de duas semanas. A primeira temporada em suas primeiras 48 horas na internet, o trailer da série, com Mandy Moore, grávida, e Milo Ventimiglia, quase nu, alcançou 15 milhões de visualizações no Facebook. Com esta marca, bateu o recorde da série Legends of Tomorrow, que conseguiu 4.1 milhões de visitas na mesma época. Recebeu 11 indicações ao Emmy.

Fargo: série de humor negro e drama, criada e escrita por Noah Hawley. É inspirada no filme Fargo, dos irmãos Joel e Ethan Coen, ambos produtores executivos na série. Estreou em 15 de abril, 2014, no canal FX. A primeira temporada foi aclamda pela crítica especializada. Já a segunda, registrou a média de 1.22 milhão de telespectadores. Recebeu 16 indicações ao Emmy. 

Feud: Bette e Joan: exibida pelo canal HBO, a minissérie tem no elenco duas "monstras" hollywoodianas: Susan Sarandon e Jessica Lange (nos papéis oiriginais de Bette Davis Joan Crawford) Criada por Ryan Murphy, conta o conflito épico entre as duas estrelas e faz uma crítica velada sobre a forma como Hollywood tratava (e trata) mulheres de certa idade, apesar do sucesso nas bilheterias. "A primeira pergunta que ouço é se Jessica [Lange] e eu nos damos bem", tuitou certa vez Susan Sarandon. Recebeu 18 indicações ao Emmy. 

The Handmaid's Tale: a melhor série dramática do ano recebeu 13 indicações e levou os principais prêmios, entre eles melhor atriz. Está disponível no site Hulu e é uma adaptação do romance de ficção científica de Margaret Atwood.

Saturday Night Live: o mais antigo programa de humor da TV americano, que todo ano revela as melhores "safras" de comediante do país, é exibido no Brasil pelo canal Sony. ão é uma série. No Emmy deste ano, o SNL conseguiu seus melhores dados desde 1994 (22 indicações), quando não havia tantas opções nem YouTube. Tanto Alec Baldwin (que imita Trump e levou o prêmio) como Melissa McCarthy (na pele do ex-porta-voz da Casa Branca, Sean Spice).