ter?a-feira, 19 de mar?o de 2019
Cultura

DIVINA VALÉRIA COMEÇA ESCREVER BIOGRAFIA E DIZ QUE GLAMOUR MUDOU MUITO

vide
| 31/07/2009 às 18:09
Divina Valéria estréia novo espetáculo dia 6
Foto: Arquivo

A partir do dia 06 de agosto, Divina Valéria transformará o Tom do Sabor, no Rio Vermelho, e o Teatro Monet, em Vilas do Atlântico, em verdadeiros cafés parisienses, apresentando sua homenagem bem pessoal ao ano da França no Brasil.

Com roteiro e direção de Ricardo Castro (R$1,99), o espetáculo Sob o Céu de Paris conta histórias (reais), vividas por ela ao lado de grandes nomes do show bizz e do Jet set internacional, ao mesmo tempo em que canta inesquecíveis sucessos da melhor música francesa como Ne me quittes pas, Rien de rien, Belle vie e La vie en rose.

Divina Valéria será acompanhada em cena pelo ator e pianista Fernando Marinho, que assina a direção musical do espetáculo. Sob o Céu de Paris fica em cartaz todas as quintas-feiras até o dia 27 de agosto, sempre às 22h, no Tom do Sabor, e em todas as sextas-feiras, às 20h, no Teatro Monet.


No show, a artista interpreta ainda canções brasileiras relacionadas ao universo francês, como, Tem francesa no morro e Joana Francesa. Todas devidamente intercaladas por relatos pessoais retirados dos anos em que viveu em Paris, quando era uma das principais estrelas do Carroussel, famosa casa com shows dos melhores travestis de todo o mundo.

"Sempre que conto minhas histórias me perguntam quando vou escrever uma biografia; esse show pode seu um começo", provoca Valéria, que contará casos divertidos vividos ao lado de nomes como Di Cavalcanti, Rogéria, Maria Callas, Jeanne Moureau, Charles Aznavour, Les Etoile, entre outros.

"São histórias de uma época em que o glamour tinha outra conotação, mais próxima à experiência de viver entre pessoas únicas", acrescenta, prometendo uma performance digna dos seus melhores shows em grandes casas da Europa, como o Olympia de Paris.

Estrela verdadeira sob o céu da capital francesa nas décadas de setenta e oitenta, Divina Valéria começou sua carreira artística em 1964 com o show Les Girls na boate Stop, no Rio de Janeiro, ao lado de Rogéria.
 
Conheceu o sucesso sob direção de Augusto César Vanucci, Ronaldo Bôscoli, Leny Dale, Carlos Manga, e em espetáculos ao lado de Miéle, Agildo Ribeiro, Aracy de Almeida, Pedrinho Mattar, Peri Ribeiro, por exemplo. Sua voz marcante e grande presença de palco ganharam fama internacional, levando-a para apresentações na Ásia, América Latina e, finalmente, Europa, onde morou por muito tempo.

De volta a Salvador, retornou aos palcos com espetáculos como Ema Toma Blues e Eternamente Braguinha, além de participar, ao lado dos atores  Lázaro Ramos e Wagner Moura, do filme Cidade Baixa como Zilú, a dona de um bordel.


Sob o Céu de Paris
marca mais uma etapa de sua carreira, onde começa a dividir com o público um pouco das experiências que viveu. "São histórias para quem conheceu aquela época, mas também para quem sabe pouco sobre mim; é uma maneira de me apresentar para outra geração", afirma. Sem qualquer resquício de saudosismo, o novo espetáculo é, na verdade, um divertido passeio por um estilo de performance nascido entre as grandes vedetes brasileiras e turbinado nos bas-fonds da capital francesa. "Nasci artista e é no palco onde me sinto uma condessa, uma rainha, uma estrela", conclui.


SERVIÇO:

Sob o Céu de Paris

Com: Divina Valéria.

Roteiro e Direção: Ricardo Castro.

Direção Musical e Piano: Fernando Marinho.

Dia: De 06 a 27, sempre às quintas-feiras.

Horário: 22h.

Courvet: R$ 15,00.

Local: Tom do Sabor –– Salvador, Bahia