sexta-feira, 03 de dezembro de 2021
Bahia

PRODUTORES DA CULTURA POPULAR DESAFIAM RUI; 23 PAREDÕES SÃO ENCERRADOS

Paredões estão proibidos no Estado
Tasso Franco , da redação em Salvador | 19/10/2021 às 09:44
Som paredão
Foto:
   No último final de semana a Polícia Militar da Bahia encerrou 23 festas conhecidas como “paredão”, em todo o estado. Nas ocorrências atendidas houve a apreensão de 21 veículos, 40 equipamentos de som, uma arma de fogo, drogas, além da prisão de cinco pessoas em flagrante, cinco conduções por desobediência e oito por desacato. O governador Rui Costa determinou o fim dos paredões depois da chacina do bairro do Uruguai, em Salvador, quando mataram 6 pessoas e 18 ficaram feridas;

O balanço é resultado do trabalho das companhias independentes e batalhões da capital, da Região Metropolitana de Salvador e do interior da Bahia, que contaram com o apoio das unidades especializadas da corporação.

A Polícia Militar, através do Comando de Operações Policiais Militares (Coppm) estabeleceu diretrizes com novas estratégias de atuação em todo o Estado, principalmente nos finais de semana.

As ações de fiscalização serão balizadas conforme autorização expedida pelas prefeituras municipais. Os eventos encerrados serão aqueles que não têm autorização. As companhias e batalhões da capital, da Região Metropolitana de Salvador e do interior da Bahia responsáveis pelas localidades onde houver registro desses eventos receberão apoio das unidades especializadas, com atuações preventivas e ostensivas específicas conforme os levantamentos oriundos de um trabalho de inteligência.

“A Polícia Militar conta com o apoio da população também através dos nossos canais de denúncia 190 e 181. Estaremos atentos utilizando estratégias para fiscalização, mas é muito importante que as pessoas se conscientizem que é preciso denunciar, pois os criminosos se utilizam desses eventos para fomentar o tráfico e colocam em risco comunidades, pessoas de bem, principalmente jovens. O trabalho preventivo da polícia visa proteger os cidadãos para que tragédias como a que aconteceu no bairro do Uruguai não aconteçam mais”, ressalta a porta-voz da PM, major Flávia Barreto.

Arenoso

Resultado da intensificação das atuações destinadas a coibir esses eventos, no final da manhã de quinta-feira (14), durante incursões na região do Arenoso, em área marcada pela realização de “paredões”, equipes da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT)/ Rondesp Central apreenderam uma carabina calibre .40, um fuzil calibre 5,56, uma espingarda calibre 12, um fuzil calibre 7,62, uma submetralhadora artesanal, carregadores de armas de diversos tipos, balanças eletrônicas, aproximadamente 2.000 pinos de cocaína, 17,5kg de maconha, 2kg de pasta-base, dentre outros materiais de destinação ilícita.

“A apreensão de cadernetas com anotações da realização e preparação para festas tipo paredões, drogas prontas para o consumo como papelotes de cocaína e lança perfume, evidenciam a participação de tráfico de drogas na realização de paredões. Vamos continuar atuando para evitar que essas festas ocorram”, pontuou o comandante do Policiamento Regional da Capital (CPRC)/ Central, coronel Adalberto Piton.