quinta-feira, 02 de julho de 2020
Bahia

Lauro de Freitas usa testes rápidos para diagnosticar coronavírus

Cerca de 2.240 testes rápidos foram realizados e o diagnóstico é dado em 15 minutos
Imprensa Lauro , Lauro de Freitas | 02/06/2020 às 18:51
Lauro de Freitas usa testes rápidos para diagnosticar coronavírus
Foto: Danilo Magalhães

As unidades de Pronto Atendimento de Lauro de Freitas - UPA e Upinha em Itinga, PA Nelson Barros, PA Santo Amaro de Ipitanga e PA de Areia Branca - foram abastecidas com testes rápidos para a detecção do novo coronavírus. Os testes estão sendo utilizados obedecendo aos critérios preconizados pelo Ministério da Saúde que prioriza a realização do exame em profissionais da saúde, da segurança e os familiares destes profissionais que apresentem sintomas gripais há pelo menos sete dias.


“Os grupos foram escolhidos de acordo com normas do Ministério da Saúde. Os profissionais estão diretamente envolvidos com a população. Eles se arriscam para salvar vidas e precisam estar bem. Pacientes que buscam atendimento nas unidades e sejam direcionados pelos médicos plantonistas também realizam o teste - o rápido ou o laboratorial”, afirma a superintendente da Vigilância em Saúde, Regina Coeli.


Até o momento, Lauro de Freitas aplicou 2.240 testes rápidos. O diagnóstico é dado em 15 minutos. O teste é realizado a partir de uma gota de sangue, explica a enfermeira da Comissão de Combate ao Coronavírus (CCC), Flaviana Costa.


De acordo com Flaviana, o ideal é que a testagem seja feita a partir do sétimo dia após o aparecimento dos sintomas (como dores no corpo e tosse seca). “Esse período é o tempo médio que o corpo precisa para produzir suas defesas contra o vírus. Se o exame for feito antes disso, há o risco de dar negativo, mesmo a pessoa estando contaminada”, destaca.


As unidades realizam ainda a coleta de amostras de secreções das vias respiratórias (do nariz e garganta) dos casos suspeitos que são enviados para análise no Lacen – Ba (Laboratório Central do Estado).


“Na maioria das vezes esses materiais são coletados das pessoas com a suspeita da doença, com o uso de swabs, quando o teste rápido der negativo e a pessoa apresenta sintomas. O resultado do exame é dado de três a cinco dias”, explica a enfermeira.