quinta-feira, 02 de julho de 2020
Bahia

Mata de São João: Testes rápidos descartam 83% dos suspeitos de COVID

Gestão municipal de testes possibilita ações mais objetivas no combate e na prevenção ao vírus. Município revela 22 infectados, 3 curados e 156 descartes
Prefeitura de Mata de São João , Mata de São João | 13/05/2020 às 17:16
Mata de São João: Testes rápidos descartam 83% dos suspeitos de COVID
Foto: Divulgação

O aumento no número de casos confirmados pode até assustar no primeiro momento. Mas a medida da Prefeitura de Mata de São João, de testar, com recursos próprios, todos os pacientes em monitoramento pela Secretaria de Saúde, suspeitos de COVID-19, tem surtido efeitos. Os testes fazem parte de um convênio entre a Prefeitura e o Instituto de Ciência da Saúde, da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

O Município passa a ter um diagnóstico bem mais real do seu quadro de saúde, para a adoção de políticas públicas mais eficientes de prevenção e combate à doença. No boletim divulgado na tarde de hoje (13), a Vigilância Epidemiológica divulgou 187 casos notificados até o momento. Destes, 156, ou 83%, foram descartados e 22 deram positivos.

Vale destacar que três dos pacientes infectados já estão curados. Todos os outros apresentam apenas sintomas leves e estão em isolamento domiciliar. Agora, apenas seis pessoas estão em monitoramento, sob suspeita do COVID-19, e devem ter os seus exames revelados amanhã.

Protocolo - O Prefeito Marcelo Oliveira explica que o número no aumento de casos já era esperado. De acordo com o gestor, antes da Prefeitura começar a fazer os testes, na semana passada, o Laboratório Central (Lacen) do Governo do Estado fazia apenas exames nos pacientes internados, gestantes ou com sintomas graves da doença. O Estado segue uma determinação dos protocolos do Ministério da Saúde,

“Sabíamos que testar todos os pacientes suspeitos em monitoramento aumentaria consideravelmente o número de infectados”, revela Oliveira. “Porém o mais importante é que temos um descarte muito grande e que essas informações nos possibilitam liberar os pacientes negativos, para continuarem se cuidando, e dá uma atenção bem maior e mais objetiva aos testados positivos”, explica o prefeito de Mata de São João.

O gestor conta ainda que o Município intensificará a fiscalização para o cumprimento das medidas de isolamento social e de cuidado com o contágio da doença. “Vamos cobrar o cumprimento dos decretos que já lançamos. A exemplo do uso de máscaras, da organização de filas nos estabelecimentos financeiros e comerciais, da coibição ao agrupamento de pessoas e das barreiras sanitárias de medição de temperatura”, avisa.