quinta-feira, 02 de julho de 2020
Bahia

Primeiros médicos formados no Oeste da Bahia colam grau na UFOB

Os 29 novos profissionais tiveram sua colação de grau antecipada devido às ações de combate ao COVID-19
UFOB , Salvador | 05/05/2020 às 11:56
Primeiros médicos formados no Oeste da Bahia colam grau na UFOB
Foto: Divulgação

Num momento em que as atenções de todos estão voltadas à pandemia de coronavírus, a Região Oeste da Bahia celebra um marco histórico na área de saúde nessa segunda-feira (4): a formatura da primeira turma de médicos da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). Os 29 novos profissionais tiveram sua colação de grau antecipada devido às ações de combate ao Covid-19.

A cerimônia, ocorrida no Campus Reitor Edgard Santos, da UFOB, em Barreiras, contou apenas com a participação de autoridades acadêmicas e dos estudantes. A medida foi para evitar aglomerações. Criado sem setembro de 2014, o curso de medicina numa instituição pública em Barreiras era um desejo antigo da população e possibilitou que muitos estudantes da Região não precisassem mais buscar essa formação em outros locais.

Deyse Câmara é uma delas. Natural de Cotegipe, a jovem de 24 anos, realizou dois sonhos: o de ingressar no curso e retornar para perto da família, após uma temporada de estudos no estado de Goiás. Agora formada, ela pretende retribuir a chance dada e seguir o trabalho já desenvolvido nas unidades de saúde. “O sentimento que prevalece, sem dúvidas, é o de gratidão. Por isso, pretendo trabalhar aqui, não apenas por ser filha da região e ter a oportunidade de conviver com todas as pessoas que eu amo, mas porque realmente precisamos de mais profissionais médicos, principalmente especialistas”, pontua a médica, que já planeja a residência em 2020.

A ibotiramense Ludnna Baraúna, de 26 anos, está feliz por escrever seu nome na história da saúde do Oeste da Bahia e cumprido seu dever. Segundo ela, apesar das dificuldades comuns em primeiras turmas de Medicina, a UFOB possibilitou uma maior proximidade com professores e servidores gabaritados, o que nem sempre acontece em instituições maiores. “Poder aprender e estar ativa em projetos nos bairros de Barreiras me possibilitou experiências que marcaram minha formação ”.

O médico Rhamon Lacerda, 31 anos, também ressalta o papel dos estudantes na construção do curso. “Não foi fácil ser a primeira turma de Medicina no Oeste da Bahia e também numa universidade nova. Todos tinham o dever de ajudar a construir o curso. Sempre fazíamos reuniões, participávamos de conselhos, estudava como funcionava o curso e a grade das outras instituições. A UFOB sempre nos ouvia e, mesmo com as burocracias, a gente conseguia adequar as disciplinas, professores, estágios, dentre outras coisas”.

Para o coordenador do curso, o médico e professor Lancaster Diniz, os novos médicos contribuirão para a melhoria da saúde regional. “Para o Oeste da Bahia, contar com profissionais médicos formados aqui é uma coisa muito importante. Esses ex-estudantes, agora médicos, têm uma noção boa das dificuldades e limitações enfrentadas no cotidiano do Sistema Único de Saúde (SUS). Eles terão um papel importante e ocuparão espaços em Barreiras e municípios do entorno”, destaca.

A formatura da primeira turma do curso de medicina da UFOB é ainda um marco para a consolidação do processo de interiorização do ensino superior público federal no oeste baiano. De acordo com o reitor da UFOB, professor Jacques Antonio de Miranda, “baseado em todo o conhecimento e experiências adquiridos em quase 6 anos de vivência universitária, esses novos médicos estão preparados para reafirmar nossas esperanças, salvar vidas e contribuir para o fortalecimento do sistema brasileiro de saúde.”

O curso de Medicina da UFOB conta atualmente com 384 estudantes. O ingresso ocorre por meio do Enem/Sisu, com 80 vagas anuais. Desde o começo da graduação, os estudantes desenvolvem atividades em bairros de Barreiras e em alguns municípios do Oeste.

Formandos primeira turma de Medicina da UFOB:

 

Alexandre Lacerda; Alex Mendes, Bruna Gontijo; Bruno Clécio; Camille Lavigne; Deyse Camara; Denise Oliveira; Eduardo Soares; Fabrício Ataídes; Iana Kátia; Ingridy Caroline; Jaisa Leite; Jessica Guache; Júlia Lima; Lara Fonseca; Kaio Santana; Lorrany Franco; Luanna Pimenta; Lucas Guimarães; Ludnna Baraúna; Maria Luiza Rigo; Mariana Dias; Mariana Montalvão; Milena Mendonça; Rhamon Lacerda; Sissi Borges; Thales Rodrigues; Thayze Brito e Wallace Dantas.