quinta-feira, 02 de julho de 2020
Bahia

Lauro:Banco de Alimentos entrega cestas básicas no Restaurante Popular

O Banco de Alimentos entregou cestas básicas para comensais do Restaurante Popular e Cozinha Comunitária
Imprensa Lauro , Lauro de Freitas | 29/04/2020 às 11:27
Doações
Foto: Divulgação

 

Idosos e pessoas com doenças crônicas, previamente cadastradas entre comensais do Restaurante Popular de Lauro de Freitas e da Cozinha Comunitária de Itinga, receberam, mais uma vez em domicílio, nesta terça-feira (28), cestas para alimentação básica. A ação, que já entregou 314 cestas e faz parte das medidas de isolamento para evitar a disseminação do novo coronavírus, é coordenada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania (SEMDESC).

Duas etapas de entrega de cestas básicas já foram liberadas para comensais. Nesta terceira, uma das pessoas que recebeu a equipe da SEMDESC em casa foi Noemi Santos, neta de Dorival dos Santos, de 72 anos. Ela destaca que a cesta auxilia na alimentação de toda a família. “Meus avós recebem o salário da aposentadoria, mas gastam muito com remédios. Então a cesta ajuda nessa questão da alimentação”, pontuou a neta do beneficiado de Itinga.

Os frequentadores cadastrados do Restaurante Popular e Cozinha Comunitária estão recebendo quinzenalmente as cestas básicas, que são distribuídas pelo Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (DESAN), desde o início da pandemia no país, após publicações de decretos pela Prefeitura Municipal, no mês de março. A SEMDESC também está fazendo a entrega de cestas para famílias já atendidas pelos CRAS, CREAS e outros casos de extrema vulnerabilidade social, além dos comensais dos equipamentos.

O casal de idosos, Marilza Rosário e Pedro Rosário, costumavam almoçar no Restaurante Popular. Com a suspensão das atividades no equipamento, referência de Segurança Alimentar do município, em combate ao contagio da Covid-19, eles também passaram a receber cestas por fazerem parte do grupo de risco. Para Marilza, o benefício ainda dá para ajudar outras pessoas.

“Almoçar no restaurante pra mim era um orgulho, porque eu fazia minha alimentação balanceada. Nesse momento é importante que fiquemos em casa. A cesta que recebemos contribui para a gente poder oferecer alimentação a outras pessoas que chegam até nossa casa”, considerou Marilza. Nesta fase de pandemia, o DESAN também tem atendido com três refeições diárias, pessoas em situação de rua e desabrigados que estão acolhidos no ginásio do Aracuí.

 

Doações

O Banco de alimentos, administrado pelo Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional da SEMDESC, é um equipamento fomentador de distribuição de alimentos em Lauro de Freitas, e sobrevive de doações de fontes públicas e privadas. Todas as doações recebidas são repassadas para entidades socioassistenciais e famílias em vulnerabilidade social.

Em meio à pandemia, a diretora do DESAN, Rute Lisboa, ressalta iniciativa que está colaborando com o enfretamento ao Coronavírus.  A empresa Proa, localizada na Rua Dr. Barreto-Pitangueiras, está promovendo o “Chopedobem”. Clientes podem trocar um kg de alimento não perecível, mais um item de higiene, por um litro de um produto da cervejaria. A ação, que será revertida em doação para o Banco de Alimentos, segue aberta até o dia 2 de maio, de quinta a sábado, das 14h às 20h. 

 

“Ações como essa são muito importantes para fortalecimento da política de Segurança Alimentar e Nutricional, pois sabemos que uma alimentação ruim, ou a falta dela, enfraquece o sistema imunológico. Nesse momento, famílias que estão passando por insegurança e restrições alimentares, e que podem estar expostas ao vírus da Covid- 19, poderão ser ajudadas”, relatou Rute.