segunda-feira, 23 de setembro de 2019
Bahia

EM ILHÉUS. população enfrenta chuva para comemorar o 7 DE SETEMBRO

Chuvas prejudicaram o desfile em Ilhéus, Sul da Bahia
Da Redação , Salvador | 07/09/2019 às 19:57
Chuvas prejudicaram o desfile em Ilhéus
Foto: Clodoaldo Ribeiro

A Avenida Soares Lopes, em Ilhéus, amanheceu tomada por chuva neste sábado (7). Nem mesmo isso intimidou a população de comparecer ao circuito do tradicional desfile cívico-militar de 7 de Setembro. O prefeito Mário Alexandre esteve ao palco oficial, na companhia de autoridades para assistir mais de 3,5 mil pessoas desfilarem o tema “Pátria Brasil: União, justiça, paz e diversidade”, entre elas, militares, civis e estudantes.

O motorista de aplicativo, Cláudio Vinícius, de 35 anos, deu uma pausa no trabalho para reunir a família e acompanhar o desfile. Ele veio com a esposa e os filhos, de 3 anos e 7 anos. “É importante a gente estar junta nestes eventos relacionados ao amor a pátria. Desde pequeno meus pais me traziam aqui. Cada vez ouço este som, me alegro, pois, além da lembrança, a esperança de um futuro melhor’, disse.

Início – O desfile celebra os 197 anos da Proclamação da Independência do Brasil. Pessoas de todas as idades acompanharam a cerimônia de hasteamento das bandeiras. Militares da Marinha, Exército, também alunos do Colégio da Polícia Militar (CPM), Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação, Companhias Independentes, Cipe Cacaueira, Rondesp e Corpo de Bombeiros Militar abriram o desfile.

O prefeito Mário Alexandre destacou que o evento é um ato de patriotismo e de preservação da história do povo brasileiro. Avaliou o acolhimento recebido pelas pessoas presentes na solenidade. “A aceitação do público é a afirmação de que estamos trilhando o caminho certo. A nossa gestão dispensa um olhar humano para com as pessoas, com ações e iniciativas que promovem a igualdade, a inclusão social e o respeito”.

A solidariedade marcou presença – Além da apresentação tradicional dos pelotões militares, o desfile também foi marcado por homenagens. As instituições civis entraram na Avenida, com grupamento representado pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE); Associação de Apoio aos Portadores de Câncer (AAPC); Movimento Desperta Débora e Força Jovem Universal.

A Associação Leandro Ferreira de Taekwondo; Rotary Clube Ilhéus Jorge Amado; Interact Clube de Ilhéus Jorge Amado; Rotary Clube de Ilhéus; Lions Clube Ilhéus Centro; Lions Clube Ilhéus Pontal; Lions Clube Ilhéus Norte; Ordem Demoley; Fraternidades Femininas das Lojas; Lojas Maçônicas de Ilhéus e Satélite Esporte Clube Remo também se apresentaram no segundo grupamento.

Escolas – O terceiro grupamento foi formado pelo Educandário Siqueira; Escola Estadual Paulo Américo, acompanhada pela Fanfarra, Escola Municipal Princesa Isabel As escolas municipais de Castelo Novo, Banco Central, Santo Antônio, Sambaituba, Malaquias Reis, Nossa Senhora das Neves, Banco do Pedro e Projeto Sociocultural Arte e Dança, integraram o quarto grupamento.

Encabeçaram o quinto grupamento, as escolas municipais Themistocles Andrade, São Pedro, Banco da Vitória, Pontal e o Instituto Municipal de Ensino (IME) Eusínio Lavigne. A Faime (Fanfarra) do IME prestou uma homenagem especial à ex-deputada Ângela Sousa e ao prefeito Mário Alexandre. As músicas instrumentadas agitaram o público, que embalado entoou as canções. As escolas municipais

O sexto e último grupamento foi representado pelas secretarias municipais de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) e Desenvolvimento Social (SDS). Desfilaram ainda um grupamento motorizado de carros antigos. No final, houve o “Grito dos Excluídos”. O prefeito Mário Alexandre permaneceu ao local e garantiu que o manifesto acontecesse como sinal de respeito às pessoas.