segunda-feira, 23 de setembro de 2019
Bahia

BISPO DE JEQUIÉ TEM POSSIBILIDADE DE SER ARCEBISPO NA DIOCESE CARUARU

Dom Ruy tem 52 anos de idade e a Diocese de Caruaru pode ser transformada em Arquidiocese
Tasso Franco , da redação em Salvador | 20/08/2019 às 12:41
Dom José Ruy Gonçalves Lopes
Foto: BJÁ
   O bispo diocesano de Jequié, Dom José Ruy Gonçalves Lopes, vai assumir a diocese de Caruaru no próximo dia 21 de setembro em substituição de Dom Bernardino Marchiò, que renunciou a função após completar 75 anos, seguindo uma determinação da Igreja Católica. Em entrevista ao Bahia Já, nesta terça-feira, 20, o bispo disse que tem essa nova missão pastoral pela frente numa Diocese cuja região metropolitana tem quase 1 milhão de habitantes, com possibilidades reais de se transformar numa arquidiocese. 

    Dom José Ruy tem 52 anos e é natural de Feira de Santana. Ele fez seus votos na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos em 1988 e foi ordenado padre em 1993. Entende que o momento não é de falar nas prováveis novas arquidioceses de Pernambuco - Caruaru e Petrolina - uma vez que o estado vizinho da Bahia até hoje só conta com a Arquidiocese de Olinda e Recife, mas, vê, no futuro, ainda não estabelecido pela Igreja essa possibilidade. E, naturalmente, em sendo o bispo de Caruaru, o caminho para ser arcebispo tem sentido.

   Dom Ruy diz, no entanto, que o momento é de celebrar, em Jequié, uma diocese de grande importância na Bahia as realizações de sua pastoral nos 7 anos em que foi bispo na cidade do Sol e agora se empenhar em nova missão religiosa, em Caruaru. 

   Confidenciou que, no agreste pernambucano existe uma importante e tradicional faculdade da Universidade Católica de Pernambuco que enfrenta alguns problemas de ordens administrativa e financeira e, como tem experiência no saneamento do Colégio Capuchinhos, em Feira, pretende dar uma boa contribuição.