quarta-feira, 21 de outubro de 2020

CAMINHOS PARA SER INOVADOR NO AMBIENTE DIGITAL, por DANIELE SILVA

Daniele Silva
18/10/2020 às 10:29
  O ato de inovar permite que tenhamos um olhar aprimorado para novas possibilidades, nos leva a qualificar processos e destravar gargalos existentes na sociedade. A tecnologia é uma das principais aliadas dos marcos inovadores no Brasil e no mundo. Mas, além desse recurso é preciso ter atenção às estratégias de comunicação que devem ser modeladas de forma específica para cada tipo de negócio e às ações humanizadas que permitem construir um relacionamento fidelizado entre empresas e potenciais clientes. Na pós-modernidade, tais procedimentos podem contribuir para fortalecer a reputação da marca no mundo dos negócios.

   Nesse contexto, estão inseridas as empresas que precisam definir claramente o modelo de negócio que desejam embarcar e atrelar a esse ponto de partida princípios como: sua missão, visão e valores. A partir disso é necessário encarar o desafio de estruturar estratégias de comunicação e inovar para alcançar o seu público de interesse. Em um mundo onde estamos em constante conexão permitida pelas telecomunicações, vale refletir que uma estratégia mal elaboradora ou comportamentos que destoam dos seus princípios podem impactar negativamente no negócio, resvalar de forma célere através de blogs, sites e redes sociais, e ser lembrado por anos em toda comunidade.

  Por isso, reforço que a tecnologia oferece um suporte relevante no caminho à inovação, mas precisa ser amparada por outros pilares que contribuem para que a comunicação no ambiente digital seja efetiva. Ter um repertório nas áreas de administração, marketing e logística se faz necessário para deixar ações mais fluidas. Entender o comportamento do consumidor também é uma necessidade para as empresas que desejam se manterem inovadoras e estratégicas. Esse diagnóstico norteará as táticas que devem ser elaboradas para alcançar o seu público de interesse. Definidas essas questões é necessário adotar decisões mais técnicas que irão incidir diretamente no futuro do negócio.

  Ter clareza sobre o público que deseja trabalhar, criar mecanismo de flexibilização para adesão ao produto ou serviço que deseja oferecer, se certificar se o seu público de interesse tem presença digital, identificar os meios de comunicação mais efetivos para alcançar e conversar com esse público e, além disso, utilizar de métodos da comunicação integrada que propõe oferecer um único direcionamento para várias ações e formas de se relacionar em cada canal (e-mail marketing, Facebook, Instagram, entre outros) faz toda diferença. Testar se o serviço ou produto oferecido funciona, como propõe a estratégia, para se cercar de métodos de segurança e confiabilidade também faz parte das etapas.

   Empresas inovadoras estão sempre pensando em pessoas, afinal somos nós a grande manivela que movemos o mundo, apesar de todos os recursos e avanços propiciados pela tecnologia. Entender de gente, do seu comportamento e defender causas e questões que são importantes para essas pessoas podem gerar uma grande aproximação e admiração pela marca. Por isso, prestar atenção nas demandas sociais, a exemplo das causas raciais, de gênero e de outras ordens é mais que modismo ou militância, tornou-se uma estratégia necessária para estar em constante inovação, seja através de manifestos, campanhas publicitárias ou qualquer outra forma de comunicar.

   Por fim, defendo que empresas inovadoras devem ter em sua estratégia de comunicação o compromisso de mitigar crises, sejam elas de ordem técnica ou moral e equalizar qualquer que seja a relação de insatisfação ou desconforto do cliente. Para isso é preciso estar atento, ouvir e agir com celeridade através de ações de relacionamento humanizadas que conseguem tocar, encantar, sensibilizar e engajar as pessoas.