sexta-feira, 30 de outubro de 2020

O OLODUM, BOB MARLEY E O REGGAE QUE NÃO PODE MORRER

João Jorge
11/05/2011 às 13:01
Foto: iBahia
O Olodum tem cantado Bob Marley com Germano Meneghel, Legel e Silvio de Almeida
(By João Jorge)
 

A comunidade de origem africana nas Américas desenvolveu ritmos para se exprimir através das músicas que falam de sofrimento, das angústias, das conquistas, das alegrias e tristezas, de fé e de sensibilidade com a vida., libertação, músicas de protesto.


Um destes ritmos, criado na Jamaica, conhecido em todo o mundo como Reggae espalhou-se pelo mundo e fincou raízes no Brasil, em especial na Bahia e Maranhão.


O reggae é também um estilo de vida, expresso na maneira de ser, de se comportar e de pensar. Uma legião, independente de classe social ou etnia, cultua a "música de Jah".


Em Salvador, a Roma negra, a maior capital dos afrodescendentes nas Américas., o reggae expandiu-se para além dos bares negros e do Pelourinho do Olodum e do Muzenza para ser  a música de uma maioria que protesta e sonha com um mundo melhor


O Olodum nos anos 80 incorporou a nossa linguagem cultural as cores do Reggae , a batida do reggae e assim a saga musical do Olodum pelo mundo encontrou parceiros do Reggae para aumentar a fertilização do solo musical. 


E no carnaval de 1989 com o enredo "Núbia , Axum ,e Etiópia o Olodum contou a história  do Rastafarianism através da Rainha de Sabá - Makeda de Axum a mulher africana que foi a mais importante esposa do Rei Salomão nos tempos bíblicos .



O Rastafarianismo baseia-se na crença de que os Etíopes são os judeus originais e o Hailê Selassiê retomou esta tradição do começo da humanidade . Tudo isto foi divulgado pelo bloco Olodum como educação de rua .


O Olodum gravou o Reggae dos Faraós de Adailton e Walter na voz de Betão já no primeiro disco em 1987 e depois músicas espetaculares tais como:


"Encantada nação, Denuncia , Reggae Odoiá , As duas Histórias ,  Amangi  e Imiss Her (Pom Pom), No Womam no Cry,  .  



A Banda Olodum tocou com grandes feras do reggae tais como:


The Walleirs, Alpha Blondy , Zigg Marley , Inner Circle, Mutabaruka, Linton Kesy Jonshon, Jimmy Cliff Koko Dembele,  U - Roy .


Um longo caminho da história negra atual através da arte e da cultura. O Samba - reggae é uma criação do espirito e da alma da civilização africana na diáspora negra é o encontro histórico com as raízes e história da humanidade desenvolvido na Bahia no Brasil.


Através da energia transnacional dos tambores, vozes e swing dos artistas de ruas para encontrar a liberdade a igualdade e a justiça.


O Olodum é parte da história do Reggae na Bahia por isto queremos convidar todos os que gostam da boa música e de dançar para comemorar a força do Reggae de uma forma moderna o Olodum escolheu realizar esta homenagem ao Reggae e a Bob Marley para divulgar os valores emergentes do reggae na Bahia.




O Reggae não pode morrer.


Germano Meneghel / Legel / Sílvio de Almeida


O Reggae não pede morrer

O Reggae não pode acabar

Enquanto existir a nação Rastafari

Então o lema é reggear


Ritmo tão envolvente

Que faz a mente do mal

Se libertar

Já que o Olodum é Liberdade

Reggeando por toda cidade

Rastafari, Rastafari, Rastafari


Curtindo o reggae na praça

Rastafari, Rastafari, Rastafari

Tributo a Bob Marley

Da Jamaica


Na Bahia a bandeira da Jamaica

É hasteada em território nacional

Soteropolitano, jamaicano

Reggeando fevereiro é carnaval