quinta-feira, 26 de novembro de 2020

A PÁSCOA E O DIREITO À VIDA

Jupiraci Borges
27/03/2010 às 09:13
Imagem
A encenção da ressureição de Cristo e o novo significado da Páscoa com Jesus
A palavra PÁSCOA significa "passagem", tanto para os judeus quanto para os Cristãos. No sentido Judaico, a Páscoa (Êxodo 12:18,19; 13:3-10) é a comemoração da saída do povo de Israel da escravidão do Egito. Para os cristãos (católicos e protestantes) a Páscoa simboliza a morte vicária (substitutiva, ou seja, Jesus morreu em nosso lugar para nossa redenção) de Cristo, bem como a promessa de ressurreição.

Jesus Cristo deu novo significado à Páscoa. Ele trouxe a boa-nova, esperança de uma vida melhor, trouxe a receita para que o povo se libertasse dos sofrimentos e das maldades praticadas naquela época. A morte de Jesus Cristo representa o fim dos tormentos. A sua ressurreição simboliza o início de uma vida nova, iluminada e regrada pelos preceitos de Deus.

O domingo de Páscoa marca a passagem da morte para a vida, das trevas para a luz. Pascoa é vida mas a violência está a nossa porta, podemos ve-la pelos noticiários, em nossa cidade, em nosso país, só no ano passado mais de duas mil pessoas tiveram as vidas ceifadas pelo crime em Salvador segundo informações do ex Secretário Nacional de Segurança Pública (José Vicente) em visita a Bahia.

Mudar é uma questão de escolha de caminho e principios, significa mudar de atitude e comportamento, a tolerância é fundamental em nossa sociedade, sem ela não há respeito as diferenças tanto de credo, política, artística, ou seja, a vida está comprometida, É preciso mudar. Nenhuma mudança acontece drasticamente, mas por evolução, quando há um certo cansaço e repúdio ao rumo que a sociedade toma, há mudanças.

Exemplo disso aconteceu no Rio de Janeiro, onde o exército foi às ruas recuperar suas armas roubadas, teve apoio da população, sendo bem sucedidos, este episódio mostra claramente o cansaço, a fadiga por um caminho trilhado e incoerente com a vida, o apoio ao exército pela população é claramente um sinal do que a sociedade quer: PAZ e DIREITO A VIDA.

As pessoas estão pedindo nova vida, estão exigindo um caminho sem violência, com respeito a vida e paz. É preciso saber ouvir e interpretar corretamente, por melhor que sejam as intenções, somente quando a sociedade pressiona, acontecem as mudanças, não basta SE INDIGNAR é preciso MUDAR.

Também não adianta criticar, se esta não vier precedida de uma renovada forma de agir. Páscoa é o momento de renovar a vida, por que não renovamos a nossa forma de viver em sociedade ? Porque não aproveitamos para exigir mudança no sistema atual ? O futuro depende de pensamentos coletivos e de políticas públicas em favor da dignidade humana. Ninguém vai conseguir combater a violência sem investimento em políticas públicas: educação, saúde, emprego e segurança.

* Jupiraci Borges Coordenador do Movimento Salvador Pela Paz e Presidente do Instituto Baiano Da Paz